UNIÃO EUROPEIA E ESTADOS UNIDOS SE MOBILIZAM PARA COMBATER EBOLA

A União Europeia convocou os membros do bloco a recuperar o tempo perdido com novas contribuições para combater o ebola, num momento em que os Estados Unidos anunciaram o desbloqueio rápido de 88 milhões de dólares para combater a epidemia.

 

Profissional da saúde leva uma mulher com suspeita de ebola para uma ambulância em Monróvia, na Libéria, nesta segunda-feira (15) (Foto: Reuters/James Giahyue)

 

A União Europeia deve apresentar um grande compromisso na reunião internacional organizada no fim de setembro pela ONU, em Nova York, disse a comissária europeia de Ajuda Humanitária Kristalina Georgieva, ao concluir em Bruxelas os trabalhos de uma reunião ministerial.

 

Georgieva pediu aos países membros que estimem antes da reunião de Nova York suas contribuições para completar o pacote de 150 milhões de euros que a Comissão já destinou à luta contra a epidemia.

 

Em Washington, o presidente Barack Obama pediu ao Congresso que aprovasse uma parcela de 88 milhões de dólares adicionais, o que elevaria o montante total da ajuda dos Estados Unidos a 250 milhões de dólares.

 

 

Obama precisa detalhar seu plano de ação na terça-feira durante uma visita à sede principal dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos em Atlanta.

 

No dia 5 de setembro, a União Europeia anunciou um pacote de quase 100 milhões destinados a reforçar globalmente os serviços públicos nos países envolvidos. Para Georgieva, a mobilização europeia é muito necessária, já que a comunidade internacional perdeu muito tempo no início.

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estimou que serão necessários nove meses e 500 milhões de euros para frear a epidemia.

 

Na reunião desta segunda-feira, convocada a pedido da França, uma dezena de países expuseram seu compromisso de desbloquear créditos e recursos, entre eles Alemanha, que indicou estar disposta a receber doentes.

 

Isolar o vírus, não a África
“Devemos isolar a doença, mas não os países”, indicou o comissário a cargo da Saúde, Tonio Borg, depois que várias companhias aéreas cortaram as rotas aéreas com os países afetados, entre eles Guiné, Serra Leoa e Libéria.

 

O coordenador da ONU para o ebola, David Nabarro, pediu à União Europeia que não repita os mesmos preconceitos apresentados no início da propagação da Aids. Por sua vez, a Human Rights Watch (HRW) convocou os governos envolvidos a garantir que as medidas tomadas respeitem os direitos fundamentais.

 

Serra Leoa decretou o confinamento de toda a população de 19 a 21 de setembro, enquanto as autoridades da Libéria são acusadas de realizar quarentenas arbitrárias.

 

“Devemos trabalhar contra o estigma”, indicou o secretário de Cooperação Internacional da Espanha, Jesús Gracia, que participou da reunião.

 

A epidemia de ebola na África Ocidental, a mais grave da história desta febre hemorrágica identificada em 1976, matou mais de 2.400 pessoas dos 4.784 casos detectados, segundo o último balanço de sexta-feira da OMS.

 

A reunião de Bruxelas também permitiu passar em revista as medidas de coordenação já tomadas para reforçar a proteção do Continente europeu contra qualquer propagação do vírus. ‘Para a Europa, o risco é mínimo, mas devemos permanecer alertas’, disse Borg.

 

Fonte: G1

Categoria: Acontece
Tags: , ,
Comentar

MAIORIA DOS INGRESSOS PARA OLIMPÍADAS CUSTARÁ ATÉ R$ 70

Mais da metade dos ingressos para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, custará menos de R$ 70. O anúncio foi feito nesta terça-feira (16), pelo Comitê Organizador dos Jogos. Serão colocados à venda, 7,5 milhões de bilhetes. Desses, 3,8 milhões terão preços populares. O objetivo, segundo o Comitê, é possibilitar que o maior número de torcedores tenha acesso aos eventos esportivos.

 

As entradas mais baratas custarão R$ 40. Serão 14 eventos com ingressos a esse valor. Entre eles, a maratona e a fase preliminar da disputa de futebol, que, acontecerá também em outros quatro estados, além do Rio de Janeiro (Minas Gerais, Distrito Federal, Bahia e São Paulo). Já as finais do atletismo, vôlei de praia, vôlei (masculino) e basquete (masculino), serão os eventos esportivos com os bilhetes mais caros. Um ingresso para cada um destes eventos pode sair por até R$ 1.200. Para a cerimônia de Abertura, as entradas variam de R$ 200 a R$ 4.600. O encerramento será um pouco mais barato, com preços entre R$ 200 e R$ 3.000.

Como comprar

 

A partir de novembro, os interessados em adquirir ingressos devem se cadastrar no site de vendas, indicando quais esportes lhe interessam. A partir de então, o torcedor começará a receber notícias sobre essas modalidades. A solicitação de compra propriamente dita poderá ser feita entre março e junho de 2015. Em junho, será realizado o primeiro sorteio, como aconteceu na Copa do Mundo.

 

O segundo período de solicitação será entre julho e setembro de 2015. Nesta fase, os torcedores que não conseguiram ingressos anteriormente terão prioridade de compra. Em outubro, após os dois sorteios, começa a fase de venda direta, que, até dezembro, será exclusiva para brasileiros. As Olimpíadas começam no dia 5 de agosto de 2016.

 

Fonte: EBC

Categoria: Acontece
Tags: , ,
Comentar

MANTER A DISCIPLINA É MAIS IMPORTANTE QUE ACHAR DIETA CERTA

Uma equipe de pesquisadores canadenses pode causar frisson no “mercado das dietas” ao concluir que todas elas – de Atkins a Vigilantes do Peso, passando pela dieta da proteína e incluindo outras – têm resultados semelhantes, desde que seguidas com disciplina.

 

Foto: nitrub / Getty Images

 

O estudo, divulgado na publicação científica da Associação Americana de Medicina, recomenda que quem quer perder peso simplesmente escolha aquela que melhor se adequa ao estilo de vida – e se mantenha fiel à sua opção.

 

Reunindo dados de 48 testes clínicos, a pesquisa observou que todas as dietas cortaram calorias a um nível semelhante, o que pode explicar os resultados.

 

Os cientistas da Universidade de McMaster, em Ontário, e do Hospital do Instituto de Pesquisa de Doenças Infantis, em Toronto, analisaram dados de mais de 7.286 pessoas acima do peso que estavam de dieta.

 

O estudo mostrou que, após 12 meses, quem seguiu uma dieta com pouco carboidrato e baixo nível de gordura perdeu em média 7,3 kg. Aqueles que seguiam uma dieta baixa em carboidrato perderam um pouco mais de peso nos primeiros seis meses.

 

Mas “as diferenças entre as dietas foram pequenas e pouco significativas do ponto de vista de quem quer perder peso”, eles escreveram.

 

“Nossos resultados devem servir para reassegurar os médicos e o público de que não há necessidade de (escolher) uma única dieta que funcione para todos, porque dietas diferentes parecem oferecer benefícios (semelhantes) na perda de peso”, diz o estudo.

 

“Os pacientes podem escolher, entre as dietas mais associadas à perda de peso, aquela que lhes oferece menos desafios.”

 

No entanto, o estudo não analisou os efeitos mais amplos de cada dieta sobre a saúde dos indivíduos, por exemplo, em termos de níveis de colesterol, que podem variar de acordo com a escolha.

 

‘Certa para mim’
Susan Jebb, da Universidade de Oxford e conselheira do governo britânico para questões de obesidade, disse que as dietas eram mais semelhantes do que pareciam.

 

“É mais uma questão de se manter fiel à dieta”, disse Jebb. “Isso provavelmente significa encontrar a dieta certa pra você, e não a dieta que for melhor que as outras.”

 

Vegetarianos, por exemplo, teriam dificuldade em seguir dietas ricas em proteína e pobres em carboidratos, enquanto pessoas que vivem sozinhas se adequam mais facilmente a uma dieta baseada em líquidos do que aquelas que precisam cozinhar refeições para a família, exemplifica.

 

Jebb, que defende o corte na recomendação do consumo diário de calorias para 1,5 mil, reforça a importância de manter horários fixos para as refeições e aconselha evitar alimentos com grande teor de açúcar e gordura, como biscoitos, bolos e chocolates.

 

Fonte: Portal Terra

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

PALESTRA DA OAB DISCUTE TÉCNICAS DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM

 

A Ordem dos Advogados do Brasil – OAB realizará no UDF, no próximo dia 08, uma palestra sobre técnicas de conciliação, negociação, mediação e arbitragem. O objetivo é difundir e informar sobre as práticas pacíficas de resolução de conflitos entre os alunos e professores da Instituição.

 

Segundo Sídio Rosa, professor do curso de Direito do UDF e responsável pela organização do evento, o encontro será uma demonstração de resolução de conflitos, a chamada ‘cultura de litígio’. “Vamos demonstrar as vantagens da quebra de paradigma da ‘cultura do litígio’, que busca uma maior aproximação da chamada ‘cultura de pacificação social’”, explica o professor.

 

O evento será presidido por membros da comissão da OAB em dois turnos: pela manhã a palestra está prevista para começar às 8h30, já à noite, a partir das 20h. Ambos os encontros serão realizados no Auditório do Edifício Sede do UDF.

 

Para participar, basta acessar a Área do Aluno e efetuar sua inscrição. Serão concedidas horas complementares aos acadêmicos presentes.

 

Convide os seus colegas de classe e participe!

Categoria: Acontece, Em pauta
Tags: , , , ,
Comentar

BEBIDA ALCOÓLICA NÃO DIMINUI CONSCIÊNCIA, MAS INIBE REMORSO

Pesquisa mostra que a consciência sobre os erros não diminui, mas o sentimento de culpa e vergonha, sim

Pode ser fácil culpar o álcool por ligações ou mensagens inesperadas para um ex, por exemplo, mas um novo estudo mostrou que essa não é uma desculpa aceitável.

 

Sentimentos como culpa e remorso são inibidos pelo consumo de álcool, diz estudo

 

Os pesquisadores da University of Missoury, liderados pelo professor Bruce Bartholow, sugerem que o álcool não inibe a capacidade de as pessoas saberem o que estão fazendo, mas inibe o sentimento de culpa, remorso ou vergonha. O estudo mediu as respostas baseando-se em padrões cerebrais.

 

Os pesquisadores dividiram os 67 participantes em três grupos e pediram que um ingerisse álcool antes de completar tarefas de reconhecimento de erros em um computador. Aqueles que beberam álcool se mostraram tão conscientes diante dos erros quanto o grupo de sóbrios, com a diferença que o primeiro grupo mostrou se importar menos, segundo informações do site do jornal britânico Daily Mail.

 

A um grupo – formado por homens e mulheres – foi dado refrigerante; outro grupo tomou um placebo e um terceiro ingeriu vodca com tônica.

 

Cada um deles tinha que completar uma tarefa de reconhecimento de erros. De acordo com as conclusões, os três grupos estavam conscientes sobre os erros, embora a preocupação ou o remorso com os erros tenha se mostrado menor entre os que ingeriram bebida alcoólica.

 

Fonte: Portal Terra

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
1 Comentário

ESTÁ DIFÍCIL PERDER OS ÚLTIMOS QUILINHOS? ENTENDA O MOTIVO

Se a pessoa mantém a atividade física e a dieta equilibrada, está perdendo gordura, mesmo que não note na balança, porque os músculos que adquiriu pesam mais que a gordura

Ao iniciar qualquer dieta para perda de peso, os primeiros quilos parecem dar adeus rapidamente, o que aumenta a confiança e determinação para manter os hábitos saudáveis. No entanto, quando está quase perto do “peso ideal”, se torna difícil eliminar o pouco que resta. Já passou por isso? Entenda o motivo e saiba como se sair bem dessa, com explicações da especialista em gestão de peso Sally Norton, listadas no site Female First:

 

Primeiro, não entre em pânico! Isso acontece com todos. O resto de peso extra é realmente o mais difícil de perder porque é nesse momento em que o corpo queima muito menos calorias porque está mais leve. Isso acontece porque 60% a 75% das calorias que queima são eliminadas pelas funções diárias, não pelo exercício, e você queima menos quando pesa menos justamente porque precisa de menos energia para mover o corpo.

 

Foto: Getty Images

 

O corpo também precisa de tempo para se ajustar e chega até a tentar impedi-lo de perder mais peso, alterando níveis hormonais para incentivá-lo a comer mais e fazer menos exercícios.

 

A boa notícia é que, se você mantém a atividade física e a dieta equilibrada, você está sim perdendo gordura, mesmo que não note na balança. Isso porque os músculos que adquiriu pesam mais que ela. Estar tonificado e em forma é mais importante que estar mais leve, certo?

 

Certifique-se que seu objetivo de perda de peso é realista. Se você tem mais músculos, você talvez seja destinado a um peso maior. Não se esqueça, trata-se de um peso saudável e sustentável. Cheque, portanto, suas medidas de cintura e quadril regularmente, porque elas sim são um reflexo melhor de sua saúde.

 

Mantenha a rotina saudável e saiba que, quanto mais músculos construir, mais calorias vai queimar, e o exercício vai aumentar a “gordura marrom”, que queima mais calorias. Seja paciente e não desanime.

 

Fonte: Terra Saúde

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

PESQUISA USA LASER PARA ACABAR COM A VONTADE DE COMER

A descoberta, que ativa alguns neurônios, pode parar o consumo de alimentos imediatamente

Cientistas descobriram um aglomerado de células cerebrais que conseguem frear a vontade de comer em camundongos. E uma boa notícia para quem tem dificuldade de evitar a porção extra: ativar esses neurônios pode parar o consumo de alimentos imediatamente, de acordo com o estudo publicado na revista Nature Neurosciences.

 

Foto: Getty Images

 

Segundos os cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia, as células nervosas atuam como uma mesa de controle central, combinando e retransmitindo mensagens diferentes no cérebro para ajudar a reduzir a ingestão de alimentos.

 

Usando raios laser eles conseguiram estimular esses neurônios, levando a uma parada completa e imediata no consumo de alimentos. Os pesquisadores acreditam que a descoberta possa contribuir, no futuro, para tratamentos de obesidade e anorexia entre humanos.

 

“Foi incrivelmente surpreendente”, disse à BBC David Anderson, principal autor do estudo. “Foi como se você apertasse um interruptor e impedisse que os animais se alimentassem.”

 

Interruptor
Os pesquisadores utilizaram produtos químicos para imitar diferentes cenários – incluindo sensações de saciedade, mal-estar, náuseas e amargura. Eles descobriram que os neurônios estavam ativos em todas as situações, o que sugere que integram a resposta a diferentes estímulos.

 

As células trabalhavam rapidamente quando os ratinhos tinham consumido uma refeição completa, o que indica que elas também podem desempenhar um papel importante na prevenção de excesso de alimentação.

 

“Estas células representam o primeiro foco bem definido que inibe a alimentação no cérebro”, disse Anderson.

 

“É provável que células similares existam no cérebro humano. Se isto for verdade e se for possível provar que estão envolvidas na inibição do apetite das pessoas, elas poderiam proporcionar tratamento para muitas desordens alimentares.”

 

O próximo passo, segundo os pesquisadores, seria investigar como esse aglomerado de células interage com outros centros nervosos, já conhecidos, envolvidos na ingestão de alimentos.

 

Os neurônios estudados na pesquisa atual estão localizados em uma região do cérebro conhecida como amígdala – uma área que também está associada a emoções como estresse e medo.

 

“Esta é uma contribuição muito importante”, avaliou Mohammad Hajihosseini, da Universidade de East Anglia, Reino Unido, que não participou da pesquisa. “Os pesquisadores partiram de trabalhos anteriores e encontraram outro pedaço do quebra-cabeça no circuito longo e complexo envolvido no controle do apetite no cérebro. Uma das próximas perguntas a responder é se esses neurônios poderiam ser um importante elo entre a alimentação e as emoções.”

 

Fonte: Portal Terra

Categoria: Acontece
Tags: , , ,
1 Comentário

DIETAS MUITO RESTRITIVAS PODEM AUMENTAR CHANCES DE INFECÇÃO

Certas tensões, como fome, podem prolongar a vida, mas prejudicam a função imunológica

Dietas muito restritivas, como a 5:2, em que as pessoas consomem apenas 25% das calorias diárias em dois dias da semana, podem até aumentar a longevidade, mas isso tem um custo: 20% mais chances de ter infecções. Essa é a constatação de uma pesquisa da Universidade de Bath, na Inglaterra. Os dados são do jornal Daily Mail.

 

Foto: Getty Images

 

Especialistas descobriram que os genes das moscas de frutas que são ativados por uma infecção fúngica são muito semelhantes ou idênticos aos genes ativados em pessoas quando restringem sua dieta. Quando expostas à doença causada por fungos, as vidas das moscas foram prolongadas 14%, mas a análise de 30 mil exemplares mostrou que a susceptibilidade a outras infecções aumentou em 20%.

 

“Sabemos que certas tensões, como a fome ou a exposição a patógenos, podem prolongar a vida e aumentar a fertilidade, mas descobrimos que, ironicamente, isso tem um porém em termos de função imunológica”, contou o professor de biologia e bioquímica Nick Priest, que liderou o estudo. “Nossos resultados não são tão surpreendentes. Sabemos há décadas que os ratos esfomeados são mais propensos a sucumbir a infecções graves.”

 

O profissional também afirmou que há benefícios claros em dietas como a 5:2, mas é preciso pensar no longo prazo e em seus efeitos colaterais. “Isso mostra que mesmo a fonte da juventude deve vir com uma etiqueta de aviso”, finalizou.

 

Fonte: Saúde Terra

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.