CABARET

O musical Cabaret chega a Brasília  para uma curta temporada no Teatro Nacional em quatro dias de apresentação. O musical estrelado pela atriz Claudia Raia, que estreia amanhã, 16 de agosto.

 

 

Local: Sala Villa-Lobos – Teatro Nacional Cláudio Santoro

Data: 16 a 19 de Agosto
Hora: Quinta e sexta, às 21h. Sábado, as 17 e 21h. Domingo às 19h

Ingressos: R$ 90,00 (meia entrada nos setores 4 e 5) e R$ 80,00 (meia entrada nos setores 1, 2 e 3)

Ponto de Venda: Bilheteria do Teatro Nacional

Mais Informações: (61) 3325-6240 e 8403-4800
Classificação 16 anos

 

Comédia e Música

 

Show de Stand up comedy musical com André 14Voltas e Renato Villas no Espaço Cultural do Nosso Mar Restaurante. Dar boas gargalhadas ao som da melhor música é a proposta do show. Um projeto diferente, que mescla o melhor da comédia e da música. Confira!

 

 

Local: Restaurante Nosso Mar – 115 Norte
Data: 16 de Agosto, Quinta-feira
Hora: 21h30
Ingressos: Couvert artístico R$ 12,00

Mais Informações: (61) 3349-6556 / 9921-2000 / 8273-8833
Classificação 14 anos

 

Eu Te Amo

 

Com apresentação única, o teatro Oi Brasília será o palco da peça “Eu Te Amo”, protagonizada pelos atores Alexandre Borges e Juliana Martins, com texto de Arnaldo Jabor e direção de Rosane Svartman e Lírio Ferreira.

 

 

Local: Teatro Oi Brasília – Complexo Golden Tulip Brasília Alvorada, SHTN trecho 1 (próximo ao Palácio da Alvorada)

Data: 18 de Agosto, Sábado
Hora: 20h
Ingressos: R$ 50 (meia) R$ 100 (inteira)

Pontos de venda: Bilheteria do teatro (terça a sexta-feira, das 13h às 19h)
www.teatrooibrasilia.com.br

Mais informações: (61) 3424-7121
Classificação 16 anos

 

Eu, Eu Murilo

 

Em seu show solo “Eu, eu Murilo”, o ator e humorista paraense Murilo Couto apresenta um stand up clássico, com uma visão crítica e bem humorada dos costumes e fatos cotidianos.

 

 

Local: Teatro dos Bancários – 314/15 Sul

Data: 18 e 19 de Agosto
Hora: Sábado às 21h, domingo às 20h

Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)

Pontos de Venda: Bilheteria do teatro

Mais Informações: (61) 3262-9090 / 3034-6560
Classificação 14 anos

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , ,
Comentar

EMBAIXADOR DE ISRAEL ABRE O SEMESTRE LETIVO DOS CURSOS DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS E CIÊNCIA POLÍTICA

“Foi um encontro de diálogo e aprendizado” declara Sr. Rafael Eldad

Por Fabiane Mourão e Luíza Aragão

 

Com o auditório lotado, os alunos de Relações Internacionais e Ciência Política receberam no dia (9) o embaixador de Israel, Sr. Rafael Eldad, para uma aula magna de abertura dos cursos.  O assunto abortado pelo embaixador foi “Israel e suas questões diplomáticas”.

 

 

Durante a palestra, o embaixador de Israel falou sobre como vemos as questões do oriente médio,  os conflitos  de Israel com os países árabes e como tudo está passando no mundo.

 

O objetivo da aula, organizada pelas Coordenações de Relações Internacionais e Ciência Polícia, foi possibilitar  aos alunos, um momento de reflexão sobre questões da política interna e externa de Israel e suas implicações no mundo.

 

Para o Sr. Rafael Eldad, “é um prazer estar no UDF, encontrar os alunos do curso de Relações Internacionais  e Ciência Política e  falar um pouco sobre o Oriente Médio, que está todos os dias na mídia, na atualidade e inclui tanto a cena internacional no mundo”.

 

Na oportunidade os alunos puderam promover uma reflexão sobre o desempenho e atuação do profissional da área ao associar os conhecimentos teóricos com a prática vivenciada.

 

A palestra aconteceu no Auditório do Edifício Sede da Instituição.

 

Confira as fotos da palestra aqui

Categoria: UDF pra você
Tags: , , , , , , , , ,
Comentar

CÉLULAS-TRONCO

Nova técnica permite obter células-tronco a partir de dentes de leit

Pesquisadores do Laboratório de Genética do Instituto Butantan, criaram uma técnica capaz de obter grandes quantidades de células-tronco a partir de dentes de leite, e com uma vantagem: essas células não causaram efeitos colaterais.

 

As células-tronco, também são conhecidas como células-mãe, pois podem se transformar em qualquer um dos tipos de células do corpo humano e dar origens a outros tecidos, como ossos, nervos, músculos e sangue.

 

A descoberta foi divulgada ontem (14) pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, a qual o instituto está ligado, e pode ajudar no tratamento e reabilitação de portadores de doenças motoras, imunológicas, na regeneração de ossos e nervos, na reconstrução de músculos, cartilagem e enfermidades psiquiátricas.

 

Os pesquisadores criaram um banco de armazenamento de 6.000 amostras, quantidade suficiente para tratar até 100 pacientes. Com isso, o Instituto Butantan se torna autossuficiente na produção e certificação das células-tronco.

 

Os estudos forma feitos em animais, agora a expectativa dos pesquisadores é que os testes em humanos sejam realizados dentro de cinco anos.

 

Fonte: Veja

Categoria: Em pauta
Tags: , , , ,
Comentar

MULHERES CORRESPONDEM A 56% DOS NOVOS EMPREENDEDORES DO DF

Maioria tem no novo negócio a única fonte de renda

As mulheres são maioria, quando a questão é abrir o próprio negócio. Uma pesquisa feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apontou que das 14 mil pessoas que procuraram o Sebrae este ano, 6.160 são mulheres, correspondendo a 56% do total.

 

 

O estudo também traçou o perfil dos novos empreendedores, e 51% têm ensino médio completo ou curso técnico concluído. Além disso, 43% deles trabalhavam com carteira assinada em outro emprego, antes de assumirem as próprias empresas.

 

Taguatinga e Ceilândia são as cidades com o maior número de empresas individuais privadas. A Asa Sul e Asa Norte ficam em terceiro lugar com 1.680 registros.

 

Fonte: R7

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

O BRASIL E SUA RELAÇÃO COM O CARIBE

O estudante do 4º semestre do curso de Gestão Pública do UDF, José Loreto Julián, escreveu para o Blog, um artigo onde expressa sua opinião sobre relação do Brasil com o Caribe. Confira:

 

Se você tiver interesse em participar e ter o material publicado em nosso Blog, escreva um e-mail para o udf@udf.edu.br com seus dados e artigo em anexo.

 

Introdução

 

Desde o final da Guerra Fria e o consequente fim da bipolarização, o mundo tem passado por novos modelos políticos e econômicos com a hegemonia dos Estados Unidos e a criação de novos mercados a nível mundial, presença de novos atores e a confirmação de uma nova configuração política e econômica. O Brasil, especificamente, tem experimentado mudanças sensíveis nos cenários interno e regional e está se transformando num importante ator global.

 

Analisaremos precisamente, as relações entre o Brasil, ator principal na conjuntura global, e os países do Grão Caribe, região com uma importância estratégica vital. Abordaremos, também, o intercâmbio comercial entre a região caribenha e a nação sul-americana, as diferentes inversões do Brasil nos mais importantes países caribenhos e finalizaremos fazendo uma perspectiva desta relação multilateral.

 

O Caribe: sua relação com o Brasil

 

Primeiramente, é preciso lembrar em que consiste a região do Grão Caribe. Núcleo geopolítico conformado por um conjunto de países compreende todas as ilhas da região, os países da América Central, as nações e os territórios que se encontram na costa norte de América do Sul (Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e a Guiana Francesa). Nesta ocasião, nos ocuparemos das relações do Brasil com as principais ilhas da região: a República Dominicana, Cuba, o Haiti e a Jamaica.

 

O ex-diretor do Departamento da América Central e o Caribe do Ministério de Relações Exteriores do Brasil, Embaixador Gonçalo Mourão, disse, em entrevista realizada em abril do ano 2008, que para o brasileiro, a região do Caribe é desconhecida. Pouco a pouco, essa percepção vem-se alterando, apesar de ainda evidente o fato de a maioria dos brasileiros não conhecerem a região.

 

As causas principais disto radicam no histórico hábito de olhar para seu próprio território, porque em realidade é um país muito extenso, um continente dentro de um continente, com diversidades notáveis em cada região. Também é importante ressaltar que, por sua vez, os países caribenhos têm prioritariamente em consideração a relação com o norte, em detrimento do alcance do desejado equilíbrio com as nações do sul.

 

Há poucos anos se realizam esforços para melhorar a integração entre a região do Caribe e o Brasil, através da formação de blocos como o MERCOSUL (Mercado Comum do Sul), o SICA (Sistema de Integração da América Central), o CARICOM (Comunidade do Caribe), a Associação dos Estados do Caribe (AEC) e ultimamente a UE-ALC (Cimeira da América Latina, o Caribe e a União Européia). Apesar do distanciamento entre o Brasil e o resto da América Latina, e, em especialmente entre a América Central e o Caribe, com exceção de Cuba e do Haiti, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva continuou o processo, iniciado nos governos de Fernando Henrique Cardoso, de aproximação com a região caribenha. Exemplo disso é a implementação do programa de biocombustíveis, a ajuda humanitária a Cuba e Haiti e os esforços de consolidação de importantes parcerias comerciais.

 

Nada obstante, as ações para a região do Caribe foram tímidas, se analisarmos a cronologia da conformação da política exterior do Brasil descrita na publicação intitulada “Repertório de Política Externa: Posições do Brasil”, a qual aborda desde a fundação da diplomacia brasileira protagonizada pelo Barão do Rio Branco até a atualidade.

 

Inversões brasileiras na região do Caribe: Casos concretos

 

As inversões brasileiras no Caribe são recentes, mas o interesse é cada vez maior, devido à importância estratégica da região e à oportunidade de tirar vantagem dos acordos de livre comércio que estabeleceu com o mercado norte-americano e europeu.

 

Há uma crescente participação das construtoras brasileiras nos países caribenhos. A maioria dos projetos de infra-estrutura, dessas empresas em países caribenhos é financiada pelo governo brasileiro, por intermédio do BNDES; nesse sentido, o governo brasileiro criou, no ano 2005, o Programa de Incentivo no Investimento Brasileiro na América Central e o Caribe (Pibac). É essencial para o interesse caribenho manter este programa ativo para favorecer o investimento brasileiro na região e reduzir paulatinamente o déficit comercial.

 

Existem numerosos exemplos de empresas investidoras na região do Caribe. No ano 2005, se instala na Jamaica a empresa brasileira de importação e exportação COIMEX mediante uma parceria com a empresa estatal Petroleum Corporation of Jamaica, importando uma desidratadora de etanol vendida pela empresa brasileira DEDINI (Dedini Indústria de Base S/A), fabricante de plantas produtoras de etanol. A COIMEX está sendo beneficiada pela “Iniciativa da Bacia do Caribe” (Caribbean Basin Initiative), programa criado na década de 80 para estimular o desenvolvimento das indústrias da região do Caribe. Consequentemente, os jamaicanos podem exportar, com isenção de impostos, até 7% da demanda interna dos Estados Unidos por álcool.

 

A empresa produtora de cervejas AMBEV (Companhia de Bebidas das Américas) instalou fábricas na República Dominicana. As empresas construtoras ODEBRECHT, ANDRADE GUTIERREZ, CAMARGO Y CORREA, QUEIROZ Y GALVAO, estão presentes na maioria dos países da região construindo hidroelétricas, plantas termoelétricas a gás natural, aquedutos, rodovias.

 

O caso haitiano é especial, não só pela ajuda humanitária fornecida pelo Brasil e pela importante presença de efetivo militar brasileiro dentro da Minustah (Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti), mas também pela participação consistente na reconstrução daquele país após o terremoto sofrido em janeiro do ano 2010, causando centenas de milhares de mortes e graves danos na infra-estrutura do país.

 

No mês de outubro do ano de 2008, o Brasil instalou uma oficina de Apex (Agência de Promoção das Exportações) em Cuba, a primeira sucursal deste órgão na América Latina. Cuba e o MERCOSUL, bloco que tem o Brasil como um de seus membros plenos, assinaram no ano de 2007 um Acordo de Complementação Econômica que tem permitido mais fluidez nas relações comerciais entre o país caribenho e os membros desse importante bloco. No ano de 2008, foi assinado um contrato de Associação Econômica Internacional, entre as empresas PETROBRAS, de origem brasileira e CUPET S.A de Cuba, para a exploração e explotação de petróleo na ilha e este contrato terá duração de 32 anos.

 

Brasil e o Caribe: Perspectivas

 

A agenda nos próximos anos será altamente econômico-comercial, aumentando o nível de intercambio, e assegurando um melhor equilíbrio para as nações do Caribe.

 

O Brasil aprofundará suas relações com os países da região, especialmente Haiti através da MINUSTAH, e Cuba pela solidariedade e o rechaço ao embargo norte-americano nessa ilha, além das afinidades histórico-políticas com a liderança atual brasileira.

 

A cooperação técnica continuará nos países da região, em distintas áreas e aspetos, sobre todo na promoção dos biocombustíveis, agronegócio, meio ambiente, e projetos sociais.

 

A inversão brasileira nesta região aumentará pelos benefícios que apresentam os países caribenhos com os acordos de livre comércio com os maiores mercados, Estados Unidos e União Européia, e as empresas brasileiras conseguirão ingressar seus produtos nesses mercados sem pagar impostos. Na parte comercial, insistirão as negociações de tratados de livre comércio entre MERCOSUR e CARICOM.

 

Conclusão

 

Apesar do ritmo lento da incursão brasileira na região caribenha, as perspectivas provocam certo otimismo e certa esperança de que as estratégias dos países caribenhos permitam reduzir o desequilíbrio comercial entre essa região e o Brasil. Os países caribenhos estão paulatinamente dando os passos corretos para equilibrar o balanço comercial, promovendo as exportações, as construções através de obras de infra-estrutura, as inversões brasileiras e o turismo. É indispensável manter esta mesma linha, com decisões firmes, mas flexíveis, e sempre observando o principio de reciprocidade e promovendo o benefício mútuo para ambas as partes.

 

Referências Bibliográficas

 

PEREZ, Dionis. Estratégia de República Dominicana para el Brasil. 1ro de maio de 2009. Embaixada da República Dominicana no Brasil. p.16-17

Ministério de Relações Exteriores do Brasil. Repertório de Política Externa: Posições do Brasil. Edição 2007. FUNAG (Fundação Alexandre de Gusmão).

Portal Apex Brasil (Agência de Promoção das Exportações)

Disponível em:

http://www.apexbrasil.com.br/portal/publicacao/engine.wsp?tmp.area=416&tmp.texto=7696&tmp.area_anterior=416&tmp.argumento_pesquisa=caribe&tmp.urlpassada=416_-_-_caribe . Acesso em: 22/05/2011

 

Declaração Conjunta Mercosul-Caricom/ Política Externa Brasileira

Disponível em:

http://www.politicaexterna.com/98/declaracao-conjunta-mercosul-%E2%80%93-caricom . Acesso em: 22/05/2011

 

Agência Brasil-Empresa Brasil de Comunicação

Disponível em:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2005-09-09/brasil-aproveita-saldo-positivo-com-america-central-e-caribe-para-fazer-investimentos . Acesso em: 22/05/2011

 

Edição Digital do Jornal Cubano “Venceremos”

Disponível em:

http://www.venceremos.co.cu/pags/varias/portada/centro_negocios_3024288.html. Acesso em: 20/05/2011

 

Ministerio de Economía, Planificación y Desarrollo de la República Dominicana

Disponível em:

http://www.economia.gob.do/eWeb/ShowContent.aspx?idc=469.

Acesso em 20/05/2011

 

Site Oficial da Associação de Estados do Caribe

Disponível em:

http://www.acs.aec.org . Acesso em 20/05/2011

 

Ministério de Desenvolvimento, Indústrias e Comércio Exterior do Brasil

Disponível em:

http://www.mdic.gov.br//sitio/interna/interna.php?area=5&menu=1817&refr=576.

Acesso em 20/05/2011

 

Dominguez Ávila, Carlos. O Brasil e o Grão Caribe: Fundamentos para uma nova Agenda de Trabalho. Set/dez 2008, Contexto Internacional vol.30, n˚3.

Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/cint/v30n3/04.pdf .

Acesso em: 20/05/2011

 

Entrevista com o Embaixador Gonçalo Mello Mourão, ex-diretor do Departamento da América Central e Caribe do Ministério de Relações Exteriores do Brasil.

Disponível em:

www.unieuro.edu.br/sitenovo/revistas/downloads/hegemonia-03-02.pdf .

Acesso em: 20/05/2011

Categoria: Retrato
Tags: , , , , , , , ,
Comentar

CHOCOLATE QUE NÃO ENGORDA

O sonho de muitas pessoas virou realidade

Não precisa nem ser chocólatra pra assumir que chocolate é tudo de bom. Mas como tudo na vida tem dois lados, com o chocolate não é diferente. O lado ruim é que engorda.

 

 

Agora imagine comer chocolate e não engordar? Isso agora é possível gente!!!! A empresa catarinense Emagrecer Comendo – Alimentos Especiais criou um chocolate com 54% de cacau, zero açúcar e lactose e, que pode ser consumido por quem tem restrição a leite e glúten. O produto foi idealizado pelo médico nutrólogo e empresário, Eduardo Bernhardt. Além disso, passou por avaliações rigorosas de outros profissionais.

 

Sabe o lado ruim desse chocolate? O preço! Uma caixa com 20 unidades (20 gramas cada chocolate – total de 400 gramas) custa R$ 60,00. E aí, compensa?

 

Para comprar acesse a página da Emagrecer Comendo

 

Fonte: Só notícia boa

Categoria: Acontece
Tags: , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.