ACADÊMICOS FAZEM VISITA TÉCNICA AO HOSPITAL SARAH DE BRASÍLIA

Acadêmicos do segundo e terceiro semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário UDF realizaram, este mês, uma visita técnica ao Hospital Sarah de Brasília. O local, projetado pelo Arquiteto João Filgueiras Lima Lelé, é um importante centro de apoio às pesquisas avançadas na área de reabilitação e intensificação dos programas de tratamento de pacientes.

 

A visita foi organizada e acompanhada pela professora Mariana Arrabal. “Na ocasião foi possível conhecer soluções arquitetônicas relativas ao Conforto Ambiental Térmico, e sobre o uso da ventilação natural”, explica a professora. Ainda segundo ela, foi possível também saber um pouco mais sobre arquitetura hospitalar, uma vez que a visita foi guiada por uma engenheira, responsável pela manutenção do hospital.

 

Categoria: UDF pra você
Tags: , , , , , , , ,
Comentar

PROGRAMA BRASÍLIA SEM FRONTEIRAS 2014 UNIVERSITÁRIOS

Encontra-se aberto o Processo Seletivo para o Programa Brasília Sem Fronteiras 2014 Universitários. São ofertadas 75 vagas para estudantes universitários do Distrito Federal, dos quais 50 irão para os Estados Unidos e 25 para a Nova Zelândia.

 

Integralmente custeado pelo Governo do Distrito Federal, o programa oferece educação, imersão e capacitação internacionais em centros de excelência no mundo. O objetivo é contribuir para a formação de líderes e a geração de conhecimento capazes de impulsionar a competitividade, a geração de oportunidades, a inovação tecnológica e a melhoria da qualidade de vida do Distrito Federal e do Brasil.

 

Saiba mais em www.internacional.df.gov.br

 

Categoria: UDF pra você
Tags: , , , , , , ,
Comentar

BETO BARATA PARTICIPA NESTA TERÇA-FEIRA DO PROJETO ENCONTROS COM O AUTOR

Projeto Vamos jogar bola divulga imagens dos craques anônimos da capital

O fotógrafo Beto Barata participa, nesta terça-feira (22/4), do projeto Encontros com o Autor, no Teatro Brasília Shopping. Vamos jogar bola traz registros sobre o futebol não profissional pelos campos improvisados no Distrito Federal. A entrada é franca.

Profissional há 18 anos, o objetivo do projeto é valorizar cada região fotografada e desconstruir a ideia de que a capital não atrai novos talentos para o futebol.

O trabalho faz parte do Candango Fotoclube – que realiza debates sobre as imagens e a carreira profissional do fotógrafo.

 

Fonte: Divirta-se Mais

 

Categoria: Cult
Tags: , , , , , , ,
Comentar

RIR É O MELHOR REMÉDIO PARA A MEMÓRIA, INDICA ESTUDO

De e-mails para si próprio a anotações nas mãos, as pessoas tentam de tudo para não esquecer algo importante. Mas um estudo mostrou que uma boa gargalhada pode ser a melhor forma de melhorar a sua memória. Com informações do site do jornal britânico Daily Mail.

 

Pesquisadores americanos afirmam que as pessoas mais velhas estão mais propensas a se lembrar de alguma coisa quando estão rindo.

 

Isso porque o ato de gargalhar reduz os níveis de estresse, que, por sua vez, pode afetar de forma negativa a memória.

 

Cientistas da Loma Linda University, na Califórnia, pediram que 20 adultos saudáveis assistissem a um vídeo divertido, durante 20 minutos. Ao mesmo tempo, um outro grupo se manteve sentado calmamente, sem assistir nenhum filme.

 

Depois disso, todos os participantes fizeram um teste de memória e também tiveram amostras da saliva colhidas para que os especialistas pudessem medir os níveis de cortisol, o hormônio do estresse.

 

Os resultados mostraram que as pessoas que assistiram ao vídeo engraçado tiveram uma melhor performance no teste de memória de curto prazo, além de apresentarem índice mais baixo de cortisol.

 

O estudo reforça que as pessoas menos estressadas tendem a ter uma memória melhor. Isso porque rir aumenta o nível de endorfina no corpo, e envia dopamina ao cérebro, melhorando as sensações de felicidade e recompensa. Isso altera a atividade das ondas cerebrais, resultando em melhora da memória.

 

Fonte: Terra

 

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , ,
Comentar

MARCO CIVIL DA INTERNET ESTÁ PRONTO PARA VOTAÇÃO NO PLENÁRIO DO SENADO

A expectativa do governo é que o texto que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para internautas e provedores na web seja aprovado até amanhã

Está pronta para votação no plenário do Senado a proposta do Marco Civil da Internet (PLC 21/2014). Com alguns ajustes de redação, o texto votado pela Câmara dos Deputados foi aprovado nesta terça-feira (22/4) pelos senadores das Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e Ciência e Tecnologia (CCT). A matéria também precisaria passar pela Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), mas com a reunião de hoje cancelada, um relator ad hoc (para este caso) deve ser indicado para ler o relatório da comissão diretamente em plenário.

 
A expectativa do governo é que o texto que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para internautas e provedores na web seja aprovado até amanhã, sem mudanças, no plenário do Senado. Caso isso ocorra, o Marco Civil da Internet poderá ser apresentado no evento Net Mundial, que começa amanhã em São Paulo.

 
O presidente da CCJ e relator da matéria, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), optou por rejeitar 40 das 43 emendas apresentadas ao texto. Duas foram acatadas na forma de emendas de redação. Outra foi retirada a pedido do autor. “Estamos ante um marco histórico, uma obra legislativa que não apenas preservará a natureza plural da internet como também contribuirá para o desenvolvimento nacional e de cada um dos nossos brasileiros, ao sopro do respeito aos direitos humanos e à dignidade da pessoa humana”, ressaltou.

 
Mesmo reconhecendo o trabalho da Câmara dos Deputados, o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), autor de uma das emendas de redação acatadas, ponderou que a proposta ainda merece ajustes. Ele defende, por exemplo, a supressão do Artigo 31. O dispositivo determina que “até a entrada em vigor de lei específica, a responsabilidade do provedor de aplicações de internet por danos decorrentes de conteúdo gerado por terceiros, quando se tratar de infração a direitos de autor ou a direitos conexos, continuará a ser disciplinada pela legislação autoral vigente”.

“Temos um projeto de lei que garante a neutralidade da rede, estabelece regras para o Judiciário, um projeto bom, que pode ficar melhor. A supressão do Artigo 31 me parece ser imperiosa”, avaliou.

 
A redação do Artigo 10, que trata da guarda e disponibilização dos registros de conexão e de acesso a aplicações de internet, como dados pessoais e conteúdo de comunicações privadas, foi motivo de dúvida durante a votação na CCJ. O texto original permitia o acesso aos dados cadastrais sobre qualificação pessoal, filiação e endereço, na forma da lei, pelas autoridades administrativas que detenham competência legal para a sua requisição. Vital procurou especificar a questão substituindo “autoridades administrativas” por delegado de polícia e membro do Ministério Público.

 
Entre os principais pontos do projeto, está o Artigo 9º, que protege a neutralidade de rede, garantindo tratamento isonômico para qualquer pacote de dados, sem que o acesso ao conteúdo dependa do valor pago. A regra determina tratamento igual para todos os conteúdos que trafegam na internet. Assim, os provedores ficam proibidos de discriminar usuários conforme os serviços ou conteúdos que eles acessam – cobrando mais, por exemplo, de quem acessa vídeos ou aplicações de compartilhamento de arquivos.

 
Outro ponto da proposta garante o direito dos usuários à privacidade , especialmente à inviolabilidade e ao sigilo das comunicações pela internet. O texto determina que as empresas desenvolvam mecanismos para garantir, por exemplo, que os e-mails só serão lidos pelos emissores e pelos destinatários da mensagem, nos moldes do que já é previsto para as tradicionais cartas de papel.

 
“A proteção da intimidade foi devidamente contemplada em vários dispositivos, garantindo o sigilo dos dados pessoais dos nossos brasileiros com as flexibilizações já admitidas em outras situações no ordenamento jurídico, como nos casos de investigação criminal”, observou o relator no texto.

 
O projeto também assegura proteção a dados pessoais e registros de conexão e coloca na ilegalidade a cooperação das empresas de internet com órgãos de informação estrangeiros. “Tampouco o Marco Civil da Internet negará a soberania nacional, ao deixar bem claro que a legislação brasileira deve ser respeitada por todos os provedores de conexão e de aplicações atuantes no país”, conforme trecho do relatório.

 
O Artigo 19, que limita à Justiça a decisão sobre a retirada de conteúdos, também é visto como um dos principais pontos do projeto. Atualmente, vários provedores tiram do ar textos, imagens e vídeos de páginas que hospedam, a partir de simples notificações. “A proposição não furtou do Poder Judiciário a sua importante condição de instância neutra para decidir os casos envolvendo discussões acerca dos limites da privacidade e da liberdade de expressão”, acrescentou Vital do Rêgo.

 

Fonte: Correio Braziliense

 

Categoria: Acontece
Tags: , , , , , , ,
Comentar

BRASÍLIA É A CIDADE COM MAIOR CUSTO DE VIDA DO PAÍS, SEGUNDO BANCO CENTRAL

Mesmo a cidade tendo o maior custo de vida do país, os brasilienses não estão satisfeitos com a qualidade dos serviços na capital

Uma pesquisa do Banco Central comprovou que Brasília é a cidade com o maior custo de vida do Brasil, na frente até mesmo das cidades do Sul do país, onde o custo de vida já é caro. Os brasilienses têm noção do quanto se paga pelos serviços que recebe e nem sempre estão satisfeitos com a qualidade dos serviços.

 

Segundo a pesquisa, a capital tem um custo de vida de até 15% maior que as outras cidades. O famoso prato feito (PF) no DF, custa cerca de R$ 12. Já em São Paulo e Nordeste, por exemplo, o preço não passa de R$ 9.

 

Fonte: Correio Braziliense

 

Categoria: Acontece
Tags: , , , , , , ,
Comentar

ESTUDE NA INGLATERRA – INTERCÂMBIO DE FÉRIAS

Nos dias 24 e 25 deste mês, o Centro Universitário UDF realizará a palestra “Estude Inglês na Inglaterra – Intercâmbio de férias julho / 2014”. O evento contará com a participação da professora Carmen Dourado e do acadêmico João Cirilo, participantes do intercâmbio realizado em janeiro deste ano.

 
O objetivo do encontro é explicar e tirar dúvidas dos interessados em estudar durante um mês no Newcastle College, localizado na cidade de Newcastle Upon Tine, Inglaterra. Além do professor André Leão, responsável pela parceria com o College, estará presente a Sra. Clarisse Almeida, responsável por recepcionar os estudantes latinos em Newcastle.

 
Poderão participar alunos, egressos, professores e colaboradores da Instituição. O evento será realizado no Auditório do Ed. Sede às 18h30 no dia 24 e às 9h30 no dia 25/04.

Categoria: UDF pra você
Tags: , , , , , , , , , ,
Comentar

PEIXE: UM RICO ALIMENTO

Não é novidade que uma dieta equilibrada deve incluir porções semanais de pescados. Segundo a American Heart Association, o ideal é consumir esse alimento ao menos duas vezes por semana, especialmente os peixes de água fria, como salmão, truta, bacalhau e arenque, porque estão associados à redução da incidência de doenças cardiovasculares.

 

Um estudo divulgado em agosto de 2008 pela Universidade de Pittsburgh (Estados Unidos) mostra que o alto consumo de peixes no Japão pode diminuir o número de ocorrência de doenças cardíacas, pois substitui os alimentos ricos em gordura saturada ou trans, como carnes gordurosas e laticínios integrais.

 

Além da escolha da espécie mais nutritiva, é necessário acertar no preparo para que não se percam vitaminas e para que o alimento não ganhe gordura. “O método de preparo deve evitar a utilização de gorduras saturadas e trans.

 

O melhor é optar pelo cozimento no forno ou na grelha. Quem prefere o peixe frito pode prepará-lo de vez em quando, com pouco óleo vegetal numa frigideira, mas as melhores opções são as preparações assadas, cozidas ou grelhadas”, explica Eneida Ramos, nutricionista do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE).

 

Além do modo de preparo, existem outros cuidados a serem tomados no que se refere ao consumo de peixes. Um dos problemas é o nível de mercúrio que pode existir na carne dos pescados. Segundo Eneida, esse metal pode prejudicar o sistema nervoso e o fígado.

 

O método de preparo deve evitar a utilização de gorduras saturadas e trans. O melhor é optar pelo cozimento no forno ou na grelha.

 

“Alguns peixes, como peixe-espada, cavala, tubarão e cação, são mais suscetíveis à contaminação por metais pesados e toxinas.” A nutricionista aconselha consumir peixes que tenham escamas e barbatanas, como arenque, salmão, pintado, bacalhau e atum, entre outros, pois as escamas funcionam como barreira à absorção de toxinas, além de serem os recomendados na lei judaica.

 

Na hora da compra, é necessário observar alguns aspectos: a aparência do pescado deve ser boa, os olhos devem brilhar e ocupar todo o espaço da órbita e as escamas devem ser firmes e brilhantes. Vale ainda verificar se a carne está firme e se o mesmo está bem gelado.

 

Na hora de comprar

 

A indústria de alimento oferece cada vez mais opções de alimentos congelados e semiprontos. Apesar do avanço tecnológico, no que diz respeito à conservação dos alimentos, na hora de comprar peixe, a atenção com a qualidade deve ser redobrada. “Esse é um produto de origem animal que se deteriora com muita facilidade”, lembra a nutricionista.

 

Por isso, é importante ficar de olhos abertos e atentos a algumas características que ajudam a perceber se o peixe está fresco ou não.

 

Odor

Quando fresco, o peixe cheira a maresia.

 

Corpo

Deve ser firme e brilhante. Quando está passando do ponto, a carne fica flácida. Faça o teste: pressione o peixe com os dedos. Se não ficarem marcas, significa que o peixe é fresco.

 

Olhos

Devem ser salientes, a córnea transparente e a pupila negra e brilhante.

 

Pele

Observe se está brilhante e com as escamas bem aderidas ao corpo. A cor da pele deve ser viva, homogênea e com alguns reflexos.

 

Membrana

É a pele interior que cobre a barriga do peixe e que deve aderir completamente à carne. Quando o peixe não está próprio para consumo, esta membrana é separada da carne.

 

O ideal é comprar o peixe inteiro. Não é aconselhável comprar peixes já cortados.

 

Do fundo do mar ou do rio?

Engana-se quem pensa que peixe é tudo igual. Os pescados provenientes do mar, por exemplo, têm maior quantidade de sódio e de iodo – este último, importante para o bom funcionamento da glândula tireoide. Portanto, pessoas com problema de hipertensão arterial devem escolher, preferencialmente, peixes de água doce ou consumir o peixe salgado com moderação.

 

Confira as propriedades de alguns peixes de águas doce e salgada.

 

Espécies de rio

  • Truta: excelente fonte de ômega 3, que auxilia no controle do colesterol. É um peixe saboroso e muito apreciado.
  • Pacu: a carne, quase sempre sem espinhas, é saborosa, porém gorda e um pouco indigesta.
  • Pintado: carne saborosa, leve e com baixo teor de gordura. Não é muito rico em proteínas, mas é benéfico quanto à digestão.

 

Espécies do mar

  • Salmão: de carne rosada, rico em ácido graxo e ômega 3. Favorece o controle do colesterol.
  • Pescada: muito consumido no Brasil, por seu sabor delicado, pelas poucas espinhas e pelo baixo custo. Se a preparação for frita, o valor calórico aumenta.
  • Badejo: com pouca gordura e com baixo teor de colesterol.
  • Robalo: tem a carne branca e magra. Com isso, é leve e de fácil digestão.
  • Bacalhau: boa fonte de ômega 3. Geralmente é importado da Noruega e de Portugal; tem a carne branca e saborosa. O cuidado no preparo é a retirada do excesso de sal das postas, deixando-as de molho por pelo menos 10 horas, trocando a água a cada 1 hora. O consumo não é recomendado para pessoas com hipertensão arterial.
  • Atum: rico em proteínas, vitaminas e minerais, contribui para a formação muscular e previne doenças do coração, já que também é uma boa fonte de ômega 3.
  • Sardinha: rica em vitaminas A e D, é de fácil digestão. Sua carne, de cor azulada, contém mais nutrientes que a dos peixes de carne branca.

 

Fonte: Albert Einstein

 

 

 

 

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , , , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.