MANTER A DISCIPLINA É MAIS IMPORTANTE QUE ACHAR DIETA CERTA

Uma equipe de pesquisadores canadenses pode causar frisson no “mercado das dietas” ao concluir que todas elas – de Atkins a Vigilantes do Peso, passando pela dieta da proteína e incluindo outras – têm resultados semelhantes, desde que seguidas com disciplina.

 

Foto: nitrub / Getty Images

 

O estudo, divulgado na publicação científica da Associação Americana de Medicina, recomenda que quem quer perder peso simplesmente escolha aquela que melhor se adequa ao estilo de vida – e se mantenha fiel à sua opção.

 

Reunindo dados de 48 testes clínicos, a pesquisa observou que todas as dietas cortaram calorias a um nível semelhante, o que pode explicar os resultados.

 

Os cientistas da Universidade de McMaster, em Ontário, e do Hospital do Instituto de Pesquisa de Doenças Infantis, em Toronto, analisaram dados de mais de 7.286 pessoas acima do peso que estavam de dieta.

 

O estudo mostrou que, após 12 meses, quem seguiu uma dieta com pouco carboidrato e baixo nível de gordura perdeu em média 7,3 kg. Aqueles que seguiam uma dieta baixa em carboidrato perderam um pouco mais de peso nos primeiros seis meses.

 

Mas “as diferenças entre as dietas foram pequenas e pouco significativas do ponto de vista de quem quer perder peso”, eles escreveram.

 

“Nossos resultados devem servir para reassegurar os médicos e o público de que não há necessidade de (escolher) uma única dieta que funcione para todos, porque dietas diferentes parecem oferecer benefícios (semelhantes) na perda de peso”, diz o estudo.

 

“Os pacientes podem escolher, entre as dietas mais associadas à perda de peso, aquela que lhes oferece menos desafios.”

 

No entanto, o estudo não analisou os efeitos mais amplos de cada dieta sobre a saúde dos indivíduos, por exemplo, em termos de níveis de colesterol, que podem variar de acordo com a escolha.

 

‘Certa para mim’
Susan Jebb, da Universidade de Oxford e conselheira do governo britânico para questões de obesidade, disse que as dietas eram mais semelhantes do que pareciam.

 

“É mais uma questão de se manter fiel à dieta”, disse Jebb. “Isso provavelmente significa encontrar a dieta certa pra você, e não a dieta que for melhor que as outras.”

 

Vegetarianos, por exemplo, teriam dificuldade em seguir dietas ricas em proteína e pobres em carboidratos, enquanto pessoas que vivem sozinhas se adequam mais facilmente a uma dieta baseada em líquidos do que aquelas que precisam cozinhar refeições para a família, exemplifica.

 

Jebb, que defende o corte na recomendação do consumo diário de calorias para 1,5 mil, reforça a importância de manter horários fixos para as refeições e aconselha evitar alimentos com grande teor de açúcar e gordura, como biscoitos, bolos e chocolates.

 

Fonte: Portal Terra

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

ESTÁ DIFÍCIL PERDER OS ÚLTIMOS QUILINHOS? ENTENDA O MOTIVO

Se a pessoa mantém a atividade física e a dieta equilibrada, está perdendo gordura, mesmo que não note na balança, porque os músculos que adquiriu pesam mais que a gordura

Ao iniciar qualquer dieta para perda de peso, os primeiros quilos parecem dar adeus rapidamente, o que aumenta a confiança e determinação para manter os hábitos saudáveis. No entanto, quando está quase perto do “peso ideal”, se torna difícil eliminar o pouco que resta. Já passou por isso? Entenda o motivo e saiba como se sair bem dessa, com explicações da especialista em gestão de peso Sally Norton, listadas no site Female First:

 

Primeiro, não entre em pânico! Isso acontece com todos. O resto de peso extra é realmente o mais difícil de perder porque é nesse momento em que o corpo queima muito menos calorias porque está mais leve. Isso acontece porque 60% a 75% das calorias que queima são eliminadas pelas funções diárias, não pelo exercício, e você queima menos quando pesa menos justamente porque precisa de menos energia para mover o corpo.

 

Foto: Getty Images

 

O corpo também precisa de tempo para se ajustar e chega até a tentar impedi-lo de perder mais peso, alterando níveis hormonais para incentivá-lo a comer mais e fazer menos exercícios.

 

A boa notícia é que, se você mantém a atividade física e a dieta equilibrada, você está sim perdendo gordura, mesmo que não note na balança. Isso porque os músculos que adquiriu pesam mais que ela. Estar tonificado e em forma é mais importante que estar mais leve, certo?

 

Certifique-se que seu objetivo de perda de peso é realista. Se você tem mais músculos, você talvez seja destinado a um peso maior. Não se esqueça, trata-se de um peso saudável e sustentável. Cheque, portanto, suas medidas de cintura e quadril regularmente, porque elas sim são um reflexo melhor de sua saúde.

 

Mantenha a rotina saudável e saiba que, quanto mais músculos construir, mais calorias vai queimar, e o exercício vai aumentar a “gordura marrom”, que queima mais calorias. Seja paciente e não desanime.

 

Fonte: Terra Saúde

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

DIETAS MUITO RESTRITIVAS PODEM AUMENTAR CHANCES DE INFECÇÃO

Certas tensões, como fome, podem prolongar a vida, mas prejudicam a função imunológica

Dietas muito restritivas, como a 5:2, em que as pessoas consomem apenas 25% das calorias diárias em dois dias da semana, podem até aumentar a longevidade, mas isso tem um custo: 20% mais chances de ter infecções. Essa é a constatação de uma pesquisa da Universidade de Bath, na Inglaterra. Os dados são do jornal Daily Mail.

 

Foto: Getty Images

 

Especialistas descobriram que os genes das moscas de frutas que são ativados por uma infecção fúngica são muito semelhantes ou idênticos aos genes ativados em pessoas quando restringem sua dieta. Quando expostas à doença causada por fungos, as vidas das moscas foram prolongadas 14%, mas a análise de 30 mil exemplares mostrou que a susceptibilidade a outras infecções aumentou em 20%.

 

“Sabemos que certas tensões, como a fome ou a exposição a patógenos, podem prolongar a vida e aumentar a fertilidade, mas descobrimos que, ironicamente, isso tem um porém em termos de função imunológica”, contou o professor de biologia e bioquímica Nick Priest, que liderou o estudo. “Nossos resultados não são tão surpreendentes. Sabemos há décadas que os ratos esfomeados são mais propensos a sucumbir a infecções graves.”

 

O profissional também afirmou que há benefícios claros em dietas como a 5:2, mas é preciso pensar no longo prazo e em seus efeitos colaterais. “Isso mostra que mesmo a fonte da juventude deve vir com uma etiqueta de aviso”, finalizou.

 

Fonte: Saúde Terra

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

TOMAR ÁGUA COM LIMÃO EMAGRECE? TIRE 10 DÚVIDAS SOBRE DIETA

Depois das comilanças das festas de fim de ano, veja o que é mito ou verdade caso queira perder quilos extras

Ponto a Ponto Ideias

 

Cuidar da alimentação para emagrecer ou melhorar a saúde geral do corpo é uma das promessas mais comuns de Ano-Novo. Sejam as metas ambiciosas ou modestas, como eliminar uns 5 kg, ninguém dispensa truques ou receitas que podem ajudar a acelerar esse processo.

 

 

Tomar água com limão, relaxar a dieta uma vez por semana, ingerir água gelada, pular refeições. Saiba o que pode realmente fazer a diferença e o que não passa de mito, de acordo com dicas das nutricionistas Paula Castilho, da empresa Sabor Integral Consultoria em Nutrição; Alessandra Paula Nunes, da Clínica Bem Nutrir; Andrea Santa Rosa, membro da Sociedade Brasileira de Nutrição Funcional; e Andrezza Botelho, de São Paulo, além de pesquisas e livros sobre o tema.

 

Tomar água com limão em jejum ajuda a emagrecer?

 

Sim, mas não é responsável diretamente pela perda de peso. Segundo a nutricionista Gillian McKeith, a bebida ajuda a limpar o intestino, eliminando muco acumulado no órgão. “Um copo de água morna pela manhã. Beba outro copo à noite também”, escreveu no livro Você É o Que Você Come. Um estudo da Universidade do Estado do Arizona, nos Estados Unidos, provou que pessoas que consomem vitamina C, substância presente no limão, têm um sistema digestivo mais eficiente e perdem peso mais facilmente do que aqueles que não mantêm dieta rica com a vitamina. O limão ainda ajuda a deixar o pH do sangue mais alcalino, ajudando a eliminação de toxinas.

 

Água gelada emagrece?

 
Pode ser boa aliada. Segundo médicos, ao ingerir algo gelado, o corpo precisa fazer esforço para elevar a temperatura da bebida até 39°C. O consumo de calorias cresce por causa disso. Uma pessoa que toma oito copos de água a cerca de 5°C pode queimar por volta de 200 calorias.

 

Linhaça triturada faz mais efeito numa dieta de emagrecimento?

 
As sementes de linhaça fazem parte do grupo de alimentos conhecidos como termogênicos. O nome faz referência aos que precisam consumir mais calorias para serem digeridos. O processo de aquecer o corpo por meio de alimentos é conhecido como termogênese. Acontece com qualquer tipo de alimento, já que o corpo começa a produzir calor devido ao processo da digestão. Mas alguns potencializam essa ação. Recentemente, os termogênicos começaram a ser tratados como aliados em dietas de emagrecimento, tanto pela aceleração do metabolismo quanto pela capacidade de controlar a quantidade de glicose no organismo, o que ajuda a queimar gordura. Segundo a nutricionista Paula Castilho, da empresa Sabor Integral Consultoria em Nutrição, a linhaça triturada pode ser consumida polvilhada sobre os alimentos ou mesmo misturada a receitas.

 

Posso me liberar da dieta uma vez por semana, conhecido como dia da trapaça?

 
A ideia é que, se você se comportou como deve durante a semana, pode “chutar o pau da barraca” nos fins de semana e, de algum modo, não engordar. “A menos que você tenha um metabolismo muito acelerado, não é assim que a coisa funciona. Se você está seguindo uma dieta estrita e um programa de exercícios físicos, pode esperar perder de meio a 1 kg por semana. Se exagerar nas ‘trapaças’, pode ganhar tudo de volta num fim de semana”, explica o especialista em educação física Michael Matthews, autor do livro Malhar, Secar, Definir – A ciência da musculação.

 

Beber chá-verde após as refeições ajuda a queimar calorias?

 
A bebida ganhou espaço nas dietas ocidentais nos últimos anos por fornecer quantidades importantes de antioxidantes ao organismo. Mas ela pode ajudar a emagrecer também. Segundo dados publicados pelo American Journal of Clinical Nutrition, pode aumentar em até 40% a queima calórica. Ainda ajuda a queimar gordura, devido à combinação de cafeína e flavonoides. E não importa se o chá está quente ou frio. Podem ser consumidas de duas a três xícaras por dia, mas pessoas com dificuldades para dormir devem evitar a ingestão próximo à hora de se deitar.

 

Pimenta ajuda a queimar calorias?

 
Alguns tipos, como a vermelha e a caiena, são ricas em capsaicina, substância que favorece o aumento da quebra de gorduras no tecido adiposo. Ela aumenta em até 20% a atividade metabólica se ingerida na quantidade de 3 gramas por dia, podendo ser adicionada a saladas e pratos quentes como tempero. À medida que são consumidas, aumentam a circulação, aumentando a temperatura corporal. Segundo pesquisa, isso se deve à capsaicina, princípio ativo de algumas pimentas, que pode acelerar a queima calórica em até 25%. Dados da Universidade de Maastricht, na Holanda, ainda apontam que reduzem o apetite e prolongam a sensação de saciedade. O tempero pode ser adicionado no preparo de pratos ou ser polvilhado sobre refeições ou mesmo saladas.

 

Devo cortar carboidratos e comer apenas proteínas?

 
Não. Carboidratos podem ser cortados apenas por curtos períodos de tempo, como cinco ou sete dias. Desse modo, ajudam a conquistar mais resultados em dietas de emagrecimento. Segundo a nutricionista Alessandra Paula Nunes, da Clínica Bem Nutrir, a retirada completa de carboidratos por longos períodos de tempo pode trazer prejuízos ao organismo, uma vez que a ingestão de proteínas e lipídios é aumentada. “Excluir totalmente os carboidratos pode levar à fadiga, irritabilidade, perda de concentração”, explicou. Além disso, uma dieta sem carboidratos favorece a perda da massa magra, o que desacelera o metabolismo. Por outro lado, uma das maneiras mais fáceis de acelerar o metabolismo é consumir proteínas, que pedem que o corpo gaste mais calorias no processo de digestão. Para cada 100 g de proteínas consumidas, o corpo gasta cerca de 75 calorias.

 

Posso apostar em dietas do tipo detox para emagrecer rapidamente?

 
Não. “É para fazer uma verdadeira ‘limpeza’ no organismo”, explica Andrea Santa Rosa, membro da Sociedade Brasileira de Nutrição Funcional. “O objetivo é a transformação de toxinas em substâncias hidrossolúveis para serem eliminadas por meio da urina, bile, suor, fezes e lágrimas. Entre as substâncias estão agrotóxicos, conservantes e aditivos químicos, excesso de medicamentos e poluição do ar. Para atingir esse objetivo, nutricionistas eliminam da dieta grupos alimentares, como o dos alimentos com glúten, laticínios, açúcares e gorduras. Todas essas substâncias causam uma sobrecarga das células hepáticas e intestinais dificultando o processo de biotransformação de toxinas em substâncias hidrossolúveis. Além desses alimentos, produtos de origem animal também são retirados por possuírem uma digestão mais lenta”, afirmou Andrea. Apesar de não ser o emagrecimento o objetivo principal, a eliminação de alguns quilos acaba ocorrendo de maneira natural e muitas mulheres recorrem ao regime para emagrecer de forma mais acelerada. Mas o detox dura entre sete e 10 dias, no máximo, e para emagrecer nesse prazo, conta-se com acompanhamento da nutricionista em todas as etapas.

 

Ingerir sucos durante a refeição engorda?

 
Sim, é preciso levar em consideração as calorias contidas na bebida. Um copo de suco de laranja (200 ml) fornece 140 calorias ao corpo. “Além disso, o líquido dilata o estômago, reduzindo a sensação de saciedade e levando a consumir mais alimentos. Bebidas ainda dificultam a absorção de nutrientes pelo corpo, pois atrapalham a digestão”, explica a nutricionista Andrezza Botelho, de São Paulo.

 

Por que pular refeições não ajuda a emagrecer?

 
Isso faz o corpo acreditar que não está recebendo nutrientes adequados e guardar calorias extras quando entrar a próxima quantidade de comida. O ideal é manter o metabolismo funcionando normalmente, ingerindo seis pequenas refeições durante o dia. E pular o café da manhã é ainda mais prejudicial. Após horas sem comer, o corpo precisa de alimento. Pular a refeição faz com que o corpo tenha a capacidade queimar energia prejudicada e que tente guardar todas as calorias possíveis quando qualquer alimento entrar. E o café da manhã deve ser tomado até após uma hora que a pessoa saiu da cama.

 

Íntegra: Terra

Categoria: Acontece
Tags: , , , , ,
2 Comentários

MUDAR MUITO DE DIETA PODE TRAZER PROBLEMAS INTESTINAIS, DIZ ESTUDO

Todo dia, aparece uma nova dieta da moda. Mas agora surge mais um motivo para se pensar duas vezes em testar todas as novidades que surgem neste sentido. De acordo com uma nova pesquisa, publicada no jornal Nature, ficar trocando de dieta pode trazer efeitos drásticos à saúde intestinal. As informações são do site da revista Women’s Health.

 

Inchaços na barriga são sintoma de que o sistema digestivo está estranhando uma nova dieta Foto: Getty Images

 

 

No estudo, conduzido pela Harvard University, os pesquisadores pediram que 10 homens e mulheres, na faixa etária entre 21 e 33 anos, comessem dois tipos de dieta. Uma baseada em grãos, frutas, legumes e vegetais; e outra rica em alimentos de origem animal: carne, ovos e queijos.

 

O microbioma – ou a população de bactérias do intestino – de todos os participantes mudou de forma rápida e drástica.

 

Depois de apenas cinco dias, o trato digestivo dos que ingeriram vegetais abrigava bactérias do tipo que produz aminoácidos, os blocos de construção da proteína, a partir do açúcar das plantas.

 

Por outro lado, os que seguiram a dieta com alimentos de origem animal começaram a armazenar mais bactérias que digerem a proteína. Algumas das bactérias encontradas no trato digestivo dos que comeram carne foram relacionadas à doença intestinal inflamatória.

 

Embora a maioria das pessoas não coma apenas alimentos que tenham origem animal, os resultados mostram como a mudança de estratégia nos hábitos alimentares podem afetar o funcionamento estomacal.

 

Isso indica ainda que os inchaços na barriga repentinos podem estar relacionados às alterações na rotina alimentar, o que deveria ser acompanhado por um médico.

 

Íntegra: Terra saúde

Categoria: Acontece
Tags: , , ,
Comentar

TORRADAS SÃO TÃO CALÓRICAS QUANTO PÃES E ESTRAGAM SUA DIETA

Processo para torrar faz com que alimento perca apenas água, e não calorias

Um dos primeiros itens cortados do cardápio na hora de começar uma dieta é o pão, que muitas vezes acaba sendo substituído pelas torradas. A ideia da maioria é de que, assim, estão consumindo menos calorias. Porém, essa máxima não passa de ilusão. As torradas não são menos calóricas do que os pães e não devem ser liberadas no regime.

 

“A diferença entre o pão fresco e a torrada é que o pão torrado passou por uma maior exposição ao calor, que leva basicamente a duas alterações. A primeira delas é a Reação de Maillard, que é uma reação química entre o carboidrato e a proteína do pão, dando-lhe o aspecto torradinho. A segunda é a desidratação, quando o calor faz com que boa parte da água do pão seja evaporada e ele fique mais sequinho. Entretanto, os nutrientes são os mesmos. Somente a água é perdida no processo”, explica a nutricionista do Hospital do Coração (Hcor) Leila Ali Hassan Kassab Crisóstomo.

 

Esse processo faz com que a torrada provoque um efeito mais leve no organismo, o que dá a impressão de ser menos pesada do que o pão. “Do pão para a torrada não muda nada para quem quer emagrecer. O pão torrado só se torna mais leve devido à perda de água. Assim, muitas pessoas que estão em processo de emagrecimento ingerem torrada na mesma quantidade, ou ainda em quantidades muito maiores, do que ingeriam de pão fresco. Como a torrada é mais leve, dá a sensação de que comemos menos”, diz a especialista.

 

Porém, segundo a nutricionista, o pão não deve ser abandonado com medo de engordar, desde que tomados os devidos cuidados. “O pão, por si só, não engorda, se for consumido de forma equilibrada, em quantidades moderadas no dia a dia. Ele é uma importante fonte de carboidratos, nutriente essencial para o fornecimento de energia. O consumo excessivo de calorias vindas tanto de alimentos fonte de carboidratos quanto de outros nutrientes leva ao aumento de peso”.

 

O ideal para quem quer emagrecer é dar prioridade ao consumo de pães menos calóricos, ou seja, com menor quantidade de açúcares e gorduras e com maior quantidade de fibras. Deve-se evitar o consumo, por exemplo, de croissants e pães doces. Vale alertar ainda que o pão integral não tem menor quantidade de calorias, mas deve ser priorizado graças às fibras presentes em sua composição, que dão maior sensação de saciedade.

 

Íntegra Terra

Categoria: Acontece
Tags: , , , , , ,
2 Comentários

SAIBA QUAIS SÃO AS DIETAS QUE VOCÊ NÃO DEVE FAZER EM 2013

Neste mês, o governo britânico fez um alerta às pessoas sobre os perigos das dietas ‘milagrosas’.

 

 

Porém, não é isso que irá impedir, mais uma vez, que regimes da Lua, da Maçã e até da Idade da Pedra percam popularidade, não é mesmo, internauta?

 

A história mostra que desde os tempos de gregos e romanos os seres humanos já adotavam rotinas de restrições alimentares nada convencionais e que eram prejudiciais à saúde.

 

O R7 listou algumas das dietas mais bizarras que já apareceram e mostra para você quais delas você não deve fazer em 2013 – e nem em qualquer outra ocasião!

 

Clique aqui

 

Íntegra R7

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

DIETA DE DUKAN

Texto elaborado pela Nutricionista Barbara Rescalli Sanches, aluna bolsista do curso de pós-graduação em Fitoterapia Funcional do UDF.

O momento agora é da “Dieta de Dukan” ou “Dieta da Princesa”. Será que essa resolve? Sai ano, entra ano e a onda de “dietas da moda” não acaba. A ideia agora é tentar fazer a dieta que a princesa Kate Middleton e sua mãe fizeram, antes do casamento da primeira. Há quem diga que a modelo Gisele Bünchen, a cantora Jennifer Lopez e a atriz Penélope Cruz também seguem estas orientações da “Dieta de Dukan”.

A dieta tende a indicar alimentos que eram consumidos pelos homens mais primitivos, que viviam na época em que era necessário caçar para comer – portanto, o cardápio apresenta bastante proteína e vegetais, com aveia em pequena quantidade. Entretanto, sabe-se que um dia é da caça e outro do caçador. Então, na verdade, se fosse seguir esta ideia à risca, não haveria carne disponível diariamente, muito menos peito de peru, iogurte, refrigerantes e adoçantes.

Há também uma série de outras regrinhas que foram classificadas em 4 fases. De maneira geral, na primeira fase, conhecida como FASE DE ATAQUE, é permitido o consumo de proteínas magras (clara de ovo, peito de peru, frango sem pele, bife, peixe e iogurte desnatado). Dentre os líquidos liberados estão água, café e chá sem açúcar, porém, pode ser com adoçantes. Esta etapa deve ser seguida por no máximo 10 dias.

Nesta primeira fase vemos orientações muito delicadas, pois o consumo excessivo de proteínas pode acarretar sobrecarga do fígado e rim, além de acidificar o pH do sangue, o que, com certeza, vai causar alterações negativas ao organismo por forçar o mesmo a trabalhar em um ambiente inadequado. A longo prazo, este excesso de proteína animal e alteração do pH estão ligados, inclusive, ao desenvolvimento de câncer, dificuldade no funcionamento do fígado em metabolizar toxinas e no rim em eliminar as mesmas.

Outra orientação preocupante que irá se manter no restante da dieta é liberar o consumo de peito de peru, que é um alimento altamente processado e embutido, além de refrigerantes e adoçantes. Todos estes alimentos estão carregados de aditivos alimentares que no corpo são considerados toxinas – então, além de sobrecarregar os órgãos que iriam metabolizar e eliminar as toxinas, também aumenta a exposição a estas substâncias. O final disso não pode ser bom.

A segunda fase, conhecida como CRUZEIRO, é a de maior perda de peso, por meio da qual se atinge o peso desejado. As orientações da fase 1 são mantidas, além de incluir verduras e legumes, com exceção dos ricos em carboidratos (cereais, grãos e tubérculos).

Esta fase já é melhor por incluir verduras e legumes, que são ricas em vitaminas, minerais e fitoquímicos, que auxiliam no bom funcionamento dos órgãos e sistemas, mas ainda faz restrição dos carboidratos, que são fundamentais para o funcionamento do cérebro e para o fornecimento de energia. Claro que em uma dieta de emagrecimento deve haver uma diminuição do consumo de carboidratos simples, mas não tão severa, já que dependendo da restrição pode levar à acidose metabólica, que além de não fazer bem e não ser saudável, pode causar mau hálito que não passa, nem escovando os dentes.

A terceira fase é de CONSOLIDAÇÃO em que se mantém a fase anterior com mais uma fruta por dia e 2 refeições livres por semana. O tempo desta fase depende do peso perdido na fase anterior, ou seja 10 dias para cada quilo perdido.

Uma fruta???? Pense que se necessitamos de no mínimo 3 frutas por dia, imagine ficar todos estes dias sem fruta e, nesta fase, poder consumir apenas 1 fruta ao dia. Alguém já viu outra pessoa ficar gorda comendo 3 frutas ao dia? Difícil, não é mesmo?
Na última fase, ESTABILIZAÇÃO, nada de restrições, só é aconselhado bom senso, além de repetir a primeira fase 1 vez por semana. Sempre indicando uma boa hidratação, o consumo de aveia diário e exercícios diários.

A pergunta que não quer calar é “Foi feita uma real educação nutricional neste tempo?” Claro que não! Então, não fazer mais restrições e apenas repetir a fase de ataque uma vez por semana, provavelmente não será suficiente para manter o novo peso adquirido.

A aveia aqui vem como uma boa opção para esta dieta, pois o emagrecimento rápido faz com que a pele fique muitas vezes flácida, ainda mais com as grandes deficiências nutricionais presentes nesta dieta. A aveia é uma das poucas boas fontes alimentares de silício, nutriente fundamental para a pele, auxiliando na formação e manutenção do colágeno, o que ajuda na prevenção da pele flácida no processo de emagrecimento.

Quanto tempo ainda as pessoas vão demorar para perceber que não há milagres, não há uma dieta que valha para todo mundo? O que vale é identificar as necessidades e erros alimentares específicos. Desta forma, uma dieta individualizada vai conseguir suprir e reparar os danos anteriormente ocorridos, sendo fundamental uma reeducação alimentar para, desta forma, manter para o resto da vida um peso saudável e evitar, de vez, o efeito sanfona.

Categoria: Retrato
Tags: , , , , , ,
1 Comentário
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.