ENCONTRO NO UDF APRESENTA NOVO DESAFIO DO SEBRAE

Incentivar o espírito empreendedor nos acadêmicos faz parte da formação universitária do UDF. Pensando nisso, a Instituição realizará, com apoio do SEBRAE, a palestra “Empreendedorismo e o Desafio Universitário Empreendedor”. O evento, que será realizado no próximo dia 05, pretende estimular a participação dos acadêmicos no Desafio Sebrae, realizado anualmente em todo o país.

 

O palestrante convidado será o consultor João Guilherme Fróes que pretende apresentar o novo formato do Desafio Sebrae, agora chamado “Desafio Universitário Empreendedor”. O modelo, que agora é digital e permanente, simula através de Jogos Empresariais situações reais que serão encontradas pelos alunos no mercado de trabalho.

 

De acordo com o professor Jorge Santana, Coordenador dos cursos de Tecnologia do UDF, o foco desse encontro é atrair a atenção dos jovens para o mercado de trabalho através do Desafio Sebrae: “Queremos aproximar os alunos do mercado de trabalho, estimulando-os na busca de mecanismos que possibilitem o crescimento acadêmico e profissional”.

 

Alunos e professores de todos os cursos de Graduação poderão participar do encontro, que será realizado no Auditório do Ed. Sede a partir das 19h15.

 

Precisa de mais informações sobre o Desafio? Visite o site do SEBRAE.

Categoria: UDF pra você
Tags: , ,
Comentar

SEMANA DA TECNOLOGIA VAI DISCUTIR EMPREENDEDORISMO E QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Nos dias 06 e 07 de maio acontecerá a Semana de Tecnologia do Centro Universitário UDF. O evento consiste em apresentar palestras e exposições de Empresas de Tecnologia sobre o tema “Empreendedorismo e a qualificação profissional – como obter uma boa colocação profissional ao concluir os Cursos?”.

 

 

Segundo o coordenador dos cursos de Tecnologia da Instituição, professor Jorge Santana, o foco é a aproximação dos acadêmicos com as empresas, em particular àquelas voltadas a área de Tecnologia da Informação. “O objetivo é aproximar os alunos com o mercado de trabalho, estimulando-os na busca de mecanismos que possibilitem o crescimento acadêmico e profissional”, explica.

 

 

Os palestrantes convidados são: João Mazzini (Gerente de Recrutamento & Seleção na CTIS), Ricardo Quezado (prof. Convidado), Fabrício Habib (Produt Manager da Samsung) e Marcos Martins (B2B Technology Manager da Samsung Eletrônicos). Na ocasião, os participantes poderão realizar entrega de currículos para criação de um banco de talentos.

 

Podem participar acadêmicos de todos os cursos da Instituição (inscrições na Área do Aluno), professores dos cursos de Graduação e Pós-graduação e estudantes do Pronatec. Estes deverão efetuar inscrições clicando nos nomes das palestras abaixo.

 

Veja abaixo o cronograma de realização do evento:

 

 

Dia 06/05 – Auditório Ed. 4R

Horário: 19h15 às 20h15

Palestras:

Sr JOÃO MAZZINI: CTIS – MERCADO DE TRABALHO: A IMPORTÂNCIA DA QUALIFICAÇÃO

 

Exposições:

- CTIS

- SAMSUNG

 

Dia 07/05 - Auditório ED. Sede

Horário: 19h30/22h00

Palestras:

Sr FABRÍCIO HABIB / MARCOS MARTINS: SAMSUNG – INOVAÇÃO E TECNOLOGIA.

Exposições:

CTIS

SAMSUNG

 

Dia 13/05 - Auditório ED. Sede

Horário: 19h15/20h15

Palestras:

Prof RICARDO QUEZADO: GESTÃO DE PROJETOS

 

Participe e traga seu currículo!

 

Categoria: UDF pra você
Tags: , , , , , , ,
Comentar

2Š SEMANA UNIVERSITÁRIA DO UDF

As inscrições para a 2ª Semana Universitária do UDF já começaram. Esse ano o tema será Empreendedorismo e Inovação e acontecerá de 24 a 26 de outubro de 2012, nos períodos matutino e noturno. A Semana Universitária busca promover a tríade que compõem a formação do Ensino Superior: ensino-pesquisa-extensão. A programação conta com aproximadamente 150 atividades diversificadas e interdisciplinares que envolvem todos os cursos nos dois edifícios, simultaneamente.

 

 

As Coordenações de Cursos, os docentes e alunos participam ativamente da Semana, propondo várias atividades que reforçam a identidade interdisciplinar e inovadora do evento.

 

Os participantes receberão Certificado do evento que contará como horas de atividade complementar.

 

Informações e inscrições no site do UDF

Categoria: UDF pra você
Tags: , , , , , , ,
Comentar

SEIS EM CADA DEZ UNIVERSITÁRIOS QUEREM ABRIR O PRÓPRIO NEGÓCIO

Pesquisa revela que 76% das instituições oferecem alguma disciplina de empreendedorismo. Longo caminho separa “vontade” dos jovens de “ação”

Concluir o ensino superior e conseguir um bom emprego já não é o principal objetivo da maior parte dos universitários brasileiros. A ambição de seis em cada dez estudantes é ter o próprio negócio. É o que revela a pesquisa Empreendedorismo em Universidades Brasileiras, realizada pela Endeavor – organização sem fins lucrativos especializada em identificar e viabilizar potenciais empreendedores. Em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Endeavor realiza, até a próxima quarta-feira, a Rodada de Educação Empreendedora, evento que tem como objetivo promover melhores práticas de empreendedorismo nas salas de aula.

 

Maioria dos universitários do país quer empreender (Thinkstock)

 

O levantamento ouviu 6.215 pessoas de todas as regiões do país e indica que os homens tendem a ser mais empreendedores do que as mulheres: 67,5% manifestaram este desejo contra 51,7% do sexo oposto. Um longo caminho, porém, separa a vontade de ter um negócio próprio da ação concreta em busca desse objetivo. Entre os potenciais empreendedores, apenas 38,1% afirmaram que dedicam algum tempo estudando como iniciar um novo projeto e somente 24,4% economizam dinheiro para esse fim.

 

Um das conclusões da pesquisa é que os brasileiros são “extremamente confiantes” em relação às suas capacidades pessoais, mas se sentem inseguros sobre os conhecimentos técnicos necessários para abrir uma empresa e tampouco se esforçam o suficiente para buscar informações. “Existe uma diferença muito significativa entre as intenções e ações empreendedoras. Sobra vontade, mas falta ação”, afirma Amisha Miller, gerente de pesquisa e políticas públicas da Endeavor. Segundo ela, o jovem precisa ter consciência de que abrir uma empresa não é algo simples ou rápido. “É preciso acreditar em si próprio, claro, mas se preparar para empreender é essencial para ter um negócio sustentável no longo prazo”, diz.

 

Os universitários que já são empreendedores representam 8,8% dos entrevistados, sendo que a maioria esmagadora possui empresas com até 10 funcionários. A pesquisa reforça o conceito de que empreendedorismo vem de casa: 62,8% dos jovens que empreendem afirmaram que os pais também têm negócios próprios.

 

Fonte: Íntegra Revista Veja

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , ,
Comentar

EMPRESAS DO DF GERAM 45% DA RECEITA BRUTA DE SERVIÇOS NO CENTRO-OESTE

Pesquisa do IBGE mostra que setor gerou R$ 28,5 bi em receita em 2010. Número de empresas de serviços chegou a quase 23 mil no mesmo ano.

O Distrito Federal é responsável por 45,4% da receita bruta gerada por empresas do setor de serviços na região Centro-Oeste. De acordo com a Pesquisa Anual de Serviços (PAS) divulgada nesta quarta-feira (26), o DF foi responsável por R$ 28,5 bilhões dos cerca de R$ 62,6 bilhões gerados na região por esse tipo de empresa em 2010.

 

 

Participação das Unidades da Federação na receita
bruta de prestação de serviços: Região Centro-Oeste
(Foto: IBGE, Pesquisa Anual de Serviços 2010)

 

A pesquisa mostra que empresas de informação e comunicação são as que mais geraram receita no Distrito Federal. Em 2010 ela foram responsáveis por R$ 10,5 bilhões, o que corresponde a 36,8% do total.

 

Esse segmento inclui atividades como telecomunicações, tecnologia da informação, serviços audiovisuais, edição e edição integrada à impressão e agências de notícias.

 

Em seguida aparecem as empresas da área de serviços profissionais, administrativos e complementares, responsáveis por 28,2% da receita gerada no DF naquele ano e as empresas de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio – com participação de 14,2%.

 

A pesquisa mostrou ainda que o setor de serviços foi responsável pela ocupação de 289 mil pessoas em 2010 no Distrito Federal. O destaque em termos de ocupação foi o segmento de serviços profissionais, administrativos e complementares, que empregou naquele ano 130 mil pessoas – o que representa 45,1% do total de pessoas ocupadas em empresas de serviços no DF.

 

Esse segmento engloba atividades jurídicas, de contabilidade, consultoria, arquitetura, engenharia, análises técnicas, publicidade, agenciamento e locação de mão-de-obra, agências de viagens, serviços de investigação, vigilância e segurança. Além de serviços para edifícios e paisagismo, apoio administrativo e outras atividades prestadas principalmente a empresas.

 

O número de empresas de serviços no DF passou de 19,4 mil em 2009 para 22,7 mil no ano seguinte. O maior número de empresas foi encontrado no segmento de serviços prestados principalmente às famílias: 8.164 empresas, o que representa 36% do total. Essa área engloba serviços de alojamento, alimentação, ensino continuado, atividades culturais, recreativas e esportivas.

 

Segundo a pesquisa, os serviços de alojamento e alimentação têm o maior peso do segmento em todas as variáveis, representando 80% da receita gerada, 75% do pessoal ocupado e 53% do total das empresas do DF.

 

O levantamento é feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com base nos dados do Censo de 2010. A pesquisa levanta informações que permitem estimar as variáveis: receitas, pessoal ocupado, gastos com pessoal, custos e despesas, entre outras, coletadas junto a empresas de todo o país.

 

Fonte: íntegra G1

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , ,
Comentar

MULHERES CORRESPONDEM A 56% DOS NOVOS EMPREENDEDORES DO DF

Maioria tem no novo negócio a única fonte de renda

As mulheres são maioria, quando a questão é abrir o próprio negócio. Uma pesquisa feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apontou que das 14 mil pessoas que procuraram o Sebrae este ano, 6.160 são mulheres, correspondendo a 56% do total.

 

 

O estudo também traçou o perfil dos novos empreendedores, e 51% têm ensino médio completo ou curso técnico concluído. Além disso, 43% deles trabalhavam com carteira assinada em outro emprego, antes de assumirem as próprias empresas.

 

Taguatinga e Ceilândia são as cidades com o maior número de empresas individuais privadas. A Asa Sul e Asa Norte ficam em terceiro lugar com 1.680 registros.

 

Fonte: R7

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

BRASIL É O PAÍS COM MAIOR TAXA DE EMPREENDEDORES ENTRE AS NAÇÕES DO G20

Estudo aponta que 21 milhões de brasileiros têm sua própria empresa com até 3 anos de atividade. Índice equivale a 17,5 da população adulta

A 11ª edição da pesquisa Global Enterpreneurship Monitor (GEM), voltada a analisar o nível de empreendedorismo entre as principais economias do mundo, aponta que, em 2010, o Brasil foi o país com a maior taxa de empreendedores entre as nações do G20 (20 principais economias do mundo) e entre os mercados emergentes (Rússia, Índia e China).

O estudo, divulgado no último dia 26/04 pelo Sebrae (Serviço de Apoio às Pequenas e Micro Empresas), mostra que 17,5% da população entre 18 a 64 anos no Brasil – número equivalente a 21,1 milhões de pessoas – exercia alguma atividade empreendedora no ano passado e tinha um negócio com até três anos e meio de atividade. Para efeito de comparação, em mercados como a China e a Argentina, essa mesma porcentagem é de, respectivamente, 14,4% e 14,2%. Enquanto que nos Estados Unidos esse mesmo volume é de apenas 7,6%.

Em relação à última edição do mesmo levantamento, realizada em 2009, houve um incremento de 2,2% na porcentagem de brasileiros que exercem alguma ação de empreendedorismo, formal ou informal. Quanto ao perfil dos empreendedores brasileiros, a pesquisa GEM informa que a maioria (22%) tem entre 25 e 34 anos de idade, sendo que 51% deles são do sexo masculino e 58% investiram até R$ 10 mil para abrir seu próprio negócio. Um capital considerado baixo, se comparado à média de outros países, segundo o Sebrae.

Fonte: Olhar Digital

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.