GRUPO O RAPPA FAZ APRESENTAÇÃO NA CAPITAL COM A TURNÊ “NUNCA TEM FIM…”

Marcelo Falcão, Alexandre Menezes, Lauro Farias e Marcelo Lobato se apresentam no próximo sábado (5/4)

Veteranos no palco

A banda O Rappa agita o Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade (Parque Sarah Kubitschek), às 21h, do próximo sábado. O show da turnê Nunca tem fim… marca o lançamento do novo CD do quarteto formado por Marcelo Falcão, Alexandre Menezes, Lauro Farias e Marcelo Lobato. A abertura do evento fica por conta da banda pernambucana Mundo Livre S.A. Ingressos: R$ 120 (homem) e R$ 100 (mulher), camarote open bar; R$ 70 (setor palco); R$ 40 (arena). Valores de meia entrada, sujeitos a alteração sem aviso prévio. Informações: 3364-0000. Não recomendado para menores de 16 anos.

 

Despedida hilária

Adiós amigos é o título da última turnê nacional do grupo de comédia Terça Insana. Sob a direção de Grace Gianoukas, os atores apresentam em clima de despedida, os personagens clássicos e inéditos do grupo de comédia paulistano. A últimas chances de rir com os insanos serão sábado e domingo, às 21h, no Teatro dos Bancários (315 Sul; 3262-9090). Ingressos: R$ 70 e R$ 35 (meia). Não recomendado para menores de 14 anos.

 

Sacola de imagens

Neste sábado, a partir das 15h, o hall do Cine Brasília (106/107 Sul; 3244-1660) será ocupado por compra e troca de fotografias. O Sacolão de imagens apresenta a produção fotográfica brasiliense de experimentações combinadas de diversos temas. Até as 21h, poderão ser conferidas fotografias impressas em zine, postal, cartaz, papel fotográfico, fine-art de Ádon Bicalho, Emília Silbernstein, Felipe Olalquiaga, entre outros. Os projetos coletivos Companhia Rapadura, Conjunto A4 e Corpos Informáticos também participam do evento. Informações: 9163-9125. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

 

80 anos de Donato

Instrumentistas brasileiros vão se encontrar no Clube do Choro de Brasilia (SDC, Bl. G, Eixo Monumental; próximo a Torre de TV) de quarta a sexta, sempre às 21h, para homenagear João Donato, um dos mais reconhecidos pianistas da música popular brasileira em atividade. De quarta a sexta-feira, quem se apresenta é Carlos Malta. Sábado, é a vez de Sivuquinha. Informações: 3224-0599. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Não recomendado para menores de 14 anos.

 

Amizade feminina

Dirigido por Enrique Díaz, o espetáculo À primeira vista apresenta os encontros, desencontros e reencontros de duas amigas, interpretadas por Drica Moraes e Mariana Lima. A peça estará em cartaz neste fim de semana, no Espaço Brasil 21 Cultural (SHS, Q. 6; 3039-9296). Sexta e sábado, às 21h; e domingo, às 20h. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia). Informações: 3034-6560. Não recomendado para menores de 12 anos.

 

 

Fonte: Divirta-se Mais

 

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , , , , ,
Comentar

UDF PRESTA ORIENTAÇÃO GRATUITA NO PREENCHIMENTO DO IRPF 2014

Durante todo o mês de abril, o Centro Universitário UDF fará, gratuitamente, o plantão para tirar dúvidas daqueles que tiverem dificuldades para elaborar a declaração de ajuste anual do Imposto de Renda, ano calendário 2013. O suporte será dado por alunos do curso de Ciências Contábeis e visa orientar sobre o preenchimento adequado da DIRPF – Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física.

 
“O preenchimento correto da DIRPF é importante a todos que possuem retenção de imposto de renda na fonte, pois o Estado, a cada dia, aumenta ainda mais o controle sobre a arrecadação tributária do país”, orienta professor Eurípedes Junior, coordenador do curso de Ciências Contábeis do UDF. Poderão participar do Plantão alunos, professores e colaboradores da Instituição, além da comunidade externa.

 
O serviço será realizado no Edifício Sede entre os dias 1º e 30/04 das 18h às 19h30. É necessário apresentar a declaração do ano anterior e toda a documentação relativa ao ano base de 2013.

Categoria: UDF pra você
Tags: , , , , , , , , , ,
Comentar

LIMONADA PROJECT CHEGA À 10Š EDIÇÃO NESTA SEMANA; CONFIRA OUTROS AGITOS

Lucas Santtana se apresenta no domingo, no gramado do CCBB pelo projeto Invasão Baiana

Nesta semana, o Centro Cultural Banco do Brasil (SCES, Tc. 2, Cj. 22) recebe as duas últimas apresentações do projeto Invasão baiana. Domingo, às 17h, o gramado do CCBB é palco para Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz, Lucas Santtana (foto) e Baiana System (entrada franca). No sábado, às 20h30 e às 22h30, no Teatro I, a cantora Marcia Castro interpreta músicas do disco De pés no chão e novidades. Os ingressos custam R$ 10 e R$ 5 (meia). Informações: 3108-7600. Classificação indicativa livre.

 

 

 

 

 

MÚSICA BRASILEIRA
O músico Afonso Gadelha lança o álbum Minha bandeira, quarta-feira, no Clube do Choro (SDC, Bl. G, Eixo Monumental). Eis-me aqui, Matar de rir e Um bom lugar para existir são umas músicas do repertório do show, marcado para as 21h. A programação desta semana também conta com Geraldo Carvalho (amanhã), Bruno Gafanhoto Trio (quinta), Fabio Miranda (sexta) e Rodrigo Bezerra Trio (sábado). Os ingressos (para cada apresentação) custam
R$ 20 e R$ 10 (meia). Informações: 3224-0599. Não recomendado para menores de 14 anos.

 

 

A CADERNETA DE GEHRE
O desenhista Ralph Gehre expõe, neste sábado, às 17h, a mostra O que faço quando não estou fazendo nada, na Alfinete Galeria (116 Norte, Bl. B, Lj. 61). O projeto traz o lançamento do primeiro livro do artista, intitulado Caderneta. O que seria apenas um caderno de anotações ganha novo significado ao registrar o processo de produção artística de Gehre em 43 páginas de rabiscos, divagações e aforismos. Ao comprar uma gravura, o visitante ganha uma caderneta (cópia feita em gráfica). O período de visitação vai até 22 de março, de quarta a sexta, das 15h às 17h30 e das 18h30 às 21h; sábado, das 15h às 20h. Entrada franca. Informações: 9326-6390. Classificação indicativa livre.

 

 

SOM CARIOCA
O Limonada Project chega à 10ª edição e, para comemorar, traz para a cidade, nesta sexta-feira, a banda carioca Letuce. Entre as músicas Ballet da centopeia, Piscina hai kai e Areia fina, estarão cinco inéditas, incluindo algumas do terceiro álbum da banda, ainda em fase de gravação. Às 20h30, no Teatro Brasília Shopping (SCN Q. 5, Bl. A).Ingressos: R$ 25 (na hora)e R$ 20 (antecipado). Pontos de venda: Objeto Encontrado (102 Asa Norte) e Loja Verdemanga (302 do Sudoeste). Classificação indicativa livre.

 

 

RISO GARANTIDO
O Hilaridade Fatal — Festival de Brasília do bom humor brasileiro reúne, de quarta a domingo, representantes da comédia brasileira contemporânea no Complexo Cultural da Funarte (Eixo Monumental). A programação conta com esquetes, oficinas, mostra competitiva, exposição de cartuns e mostra de cinema. Irmãos Saúde, Centro Teatral Etc & Tal (foto, RJ) e Cláudio Carneiro (SP) são algumas atrações do projeto. Entrada franca. Confira programação completa e classificação indicativa no Roteiro.

 

 

SÁBADO ANIMADO
Na próxima edição do Santa Feijuca (Orla do Lago, ao lado do Lake Side), marcada para este sábado, às 14h, os brasilienses podem aproveitar a feijoada ao som dos cariocas do Trio Ternura. A banda, criada em 2009, tem como lema fazer música para divertir e se divertir. Com o vocal Rafah, ex-The Voice Brasil, o trio deve cantar sucessos como Fases do amor e O vento certo. A cantora Adriana Samartini e o grupo Surf Sessions completam a festa. Ingressos: R$ 120 (homem) e R$ 80 (mulher) no site www.producoesr2.com.br. Valores de meia-entrada e 1º lote. Informações: 3551-6069. Não recomendado para menores de 18 anos.

 
Íntegra: Correioweb

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , , , , , , , , ,
Comentar

MARISA MONTE APRESENTA CANÇÃO INÉDITA EM SHOW EM BRASÍLIA

A turnê do show “Verdade uma ilusão” da cantora e compositora Marisa Monte volta a Brasília, desta vez apresentando uma música inédita. O espetáculo, que acontece no dia 23 de novembro, no Arena Brasília, às 21h30, tem no repertório a composição “Dizem”, parceria da artista com Arnaldo Antunes e Dadi.

 

A cantora Marisa Monte (Foto: Leonardo Aversa/ Divulgação)

 

A letra da canção fala sobre as mudanças no mundo, guerra, paz, medo, inteligência e violência. Entre os trechos estão “a modernidade agora vai durar para sempre”, “deuses e ciência vão se unir na consciência” e “vivermos em harmonia não será mais utopia”.

 

O show “Verdade…” já passou por 26 cidades e foi visto por 230 mil pessoas. Foram mais de cem apresentações que incluem passagens por Madri, Barcelona, Lisboa, Paris, Roma, Londres,

 

 

Nova York, Miami e Buenos Aires. O repertório tem como principal fonte o CD “O que você quer saber de verdade”, lançado no Brasil em 2011 e distribuído em mais 27 países.

 

O compositor Arnaldo Antunes
(Foto: Alexandre Durão/G1)

 

Parceria
Arnaldo Antunes é um dos parceiros mais frequentes de Marisa ao longo de seus 25 anos de carreira.

 

O ex-titã é um dos compositores da música “Comida”, regravado pela cantora no álbum de estreia dela.

 

Em 1991, a artista gravou o disco “Mais”, que entre as composições traz a música “Beija eu”, com letra de Arnaldo baseada na forma como a filha do compositor falava. Os dois gravaram juntos, ainda na década de 1990, a canção “Alta noite”.

 

No início dos anos 2000, Marisa e Arnaldo se juntaram ao percussionista Carlinhos Brown e criaram o projeto “Tribalistas”, que gerou sucessos como “Já sei namorar” e “Velha infância”.

 

Entre os músicos que acompanhavam o trio estava o multi-instrumentista Dadi. Baixista de grupos como os Novos Baianos e A Cor do Som, ele fez parte também da banda de Caetano Veloso e gravou o álbum “Calada da noite”, com o Barão Vermelho.

 

“Verdade uma ilusão” – Marisa Monte

 

Local: Arena Brasília – Shopping Iguatemi
Data: 23 de novembro
Horário: 21h
Classificação indicativa: 14 anos
Informações: 061-3364-0000

 

Fonte: G1 (Íntegra)

Categoria: Cult
Tags: , , , , ,
Comentar

CIRQUE DU SOLEIL ESTENDE TEMPORADA EM BRASÍLIA ATÉ 8 DE SETEMBRO

Temporada começou no dia 2 de agosto, na área externa do Nilson Nelson. Espetáculo se desenrola durante o funeral de um palhaço.

Do G1 DF

 

O espetáculo Corteo, do Cirque du Soleil, terá mais duas semanas de apresentações em Brasília. A temporada do espetáculo, que estreou no dia 2 de agosto, ficará em cartaz até o dia 8 de setembro, na área externa do ginásio Nilson Nelson.

 

Os valores dos ingressos começam a partir de R$ 95 (meia-entrada do setor 3). Mais informações de venda estão disponíveis na internet.

 

Cena de ‘Corteo’, novo espetáculo do Cirque Du Soleil, que estreia no Brasil em março de 2013 (Foto: Cirque Du Soleil/Divulgação)

 

 

Com 200 integrantes, a história de Corteo se desenrola durante o funeral de um palhaço. O responsável pela montagem, o italiano Daniele Pasca, morou muitos anos no México, onde os funerais são grandes encontros de família e acabam virando uma festa. Ele explica que decidiu transformar o funeral em uma celebração, um encontro de família do palhaço, com elementos desconhecidos do céu e da terra.

 

No cortejo de Pasca passam anjos, crianças, bailarinos, atores e muitos palhaços. A tradicional acrobacia ganha arcos gigantes que vêm do Canadá. Artistas rodopiam segurando os arcos como se fossem peões.

 

Os acrobatas também exibem suas peripécias e piruetas vestidos de pijamas, em camas gigantes. Voam pendurados em balões de gás hélio pelo circo, sobre a plateia, e se penduram em lustres que tem dois candelabros e milhares de jóias brilhantes, brincando com o imaginário infantil.

 

Teatro e poesia fazem parte da trama que tem uma versão “doida e selvagem” de Romeu e Julieta, em um teatro íntimo. O samba também está presente na trilha sonora do espetáculo, que começou em 2005 no Canadá e já foi visto por mais de 6 milhões de espectadores.

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , , ,
Comentar

AEROSMITH SE APRESENTA NO ESTÁDIO NACIONAL DE BRASÍLIA EM OUTUBRO

Banda será a principal atração do primeiro evento internacional da arena. Evento no dia 23 terá apresentação também da banda Whitesnake.

Do G1 DF

 

A banda norte-americana de rock Aerosmith será a principal atração do primeiro evento internacional do novo Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Liderado pelo vocalista Steven Tyler e pelo guitarrista Joe Perry, o grupo sobe ao palco no próximo dia 23 de outubro, fechando a noite, que terá ainda show com Whitesnake.

 

Steven Tyler e Joe Perry em show do Aerosmith. Banda se apresenta em 23 de outubto em Brasília (Foto: Reuters/Jessica Rinaldi)

 

O contrato para o espetáculo já foi assinado. O evento deve ser anunciado no próximo sábado, data de abertura da Copa das Confederações, que será realizada no próprio Mané Garrincha.

 

Esta é a primeira vez que o quinteto norte-americano vai se apresentar na capital federal. A banda já esteve no Brasil em três oportunidades, se apresentando seis vezes no Brasil – sendo quatro vezes em São Paulo, uma vez no Rio Grande do Sul e uma vez no Rio de Janeiro.

 

O primeiro show aconteceu em 17 de janeiro de 1994, no estádio do Morumbi, na capital paulista. A apresentação mais recente em solo brasileiro foi na Arena Anhembi, também em São Paulo, no dia 30 de outubro de 2011.

 

Whitesnake, banda que se apresenta no Estádio
Nacional de Brasília em outubro, antes do
Aerosmith (Foto: Raul Zito/G1)

 

A turnê brasileira em 2013 prevê também shows no festival Monsters of Rock, na capital paulista, e no Rio de Janeiro, também em outubro.

 

Na estrada desde 1969, o Aerosmith já lançou 15 álbuns. Entre os principais sucessos, estão as músicas “Sweet emotion”, “Livin’ on the edge”, “Cryin’”, “I don’t want to miss a thing”, “Dream on”, “Love in an elevator”, “Walk this way”, “Pink”, “Jane’s got a gun” e “Crazy”.

 

O trabalho mais recente é o album “Music from another dimension”, de 2012, o primeiro em 11 anos só com músicas inéditas. Em 2004, o Aerosmith lançou o CD “Honkin’ on bobo”, com regravações de clássicos do blues. “Music from another dimension” é um álbum com 15 composições, entre elas “Freedom Fighter”, que tem a participação do ator Johnny Depp tocando guitarra.

 

Fonte: G1 (Íntegra)

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , , , , , ,
Comentar

ESCOLAS OFERECEM AULAS DE CIRCO PARA TRABALHAR A CONCENTRAÇÃO DOS ALUNOS

Curso ensina equilíbrio, concentração e expressão corporal às crianças. Escolas regulares adotam curso circense no contraturno da grade regular.

Com 15 tatames e algumas bolas, pratos de plástico e malabares, o professor Pedro Cauê Marques Levy, de 23 anos, transforma a área de recreio do Colégio Itatiaia, em São Paulo, em um picadeiro. As aulas de circo na escola, realizadas uma vez por semana durante 50 minutos, começaram em 2011 e, dois anos depois, o grupo já dobrou de tamanho. Oferecida como opção de atividade extracurricular em colégios particulares, as aulas circenses vêm ganhando espaço por engajarem crianças e adolescentes em exercícios físicos de forma lúdica e estimularem a concentração, a disciplina, a expressão corporal e o trabalho em equipe, incluindo a confiança em si mesmos e nos colegas.

 

O Colégio Itatiaia introduziu as aulas de circo na grade extracurricular em 2011  (Foto: Raul Zito/G1)

 

Segundo Tamira Vital Nogueira, assistente de coordenação da Unidade Paraíso-Paulista do Colégio Itatiaia, a escola sempre busca atividades extracurriculares diferenciadas para oferecer aos alunos, mas é o interesse das crianças que faz com que as novidades se transformem em tradição.

 

Alunas brincam com malabares durante aula de
circo do Colégio Pueri Domus (Foto: Divulgação)

 

Atualmente, 20 alunos de cinco a 11 anos participa das aulas, pelas quais seus pais pagam R$ 65 à parte da mensalidade. Mesmo depois de um dia inteiro de aulas, os pequenos têm energia de sobra para saltitar sobre o tatame em linha reta e de costas, engatinhar de barriga para cima com o apoio apenas dos pés e das mãos, deitar sobre a nuca com as pernas para cima, jogar malabares para o alto e equilibrar pratos giratórios sobre um palito. Tudo sob o comando de dois professores –um segundo foi contratado para dar conta da demanda em alta.

 

Na quinta-feira (14), Lucca Augusto Neto completou 7 anos e, além da festa com os pais e colegas no Itatiaia, onde cursa o segundo ano do fundamental, ele ganhou a regalia de voltar mais cedo para casa. Mas, segundo a mãe, o garoto pediu para voltar ao colégio, pouco depois. “A gente estava fazendo a lição de casa e ele falou ‘mãe, tem a aula de circo’”, contou a administradora Vivian Carneiro Neto.

 

Lucca começou as aulas de circo em 2011, quando se matriculou no colégio. “Acho que ele nunca se identificou tão bem na vida”, afirmou a mãe.

 

O gerente de informática Daniel Antonio Augusto Neto, pai do garoto, conta que se surpreendeu no início deste ano com o aumento de crianças matriculadas no curso. “Muitos ficavam só olhando e queriam brincar. Para eles, no final é uma brincadeira”, disse.

 

Vivian explica que observou, durante o último ano, o desenvolvimento das habilidades do filho. A corda de tecido, por exemplo, sempre desafiou Lucca, que não tinha a força nos braços exigida. Mas, durante a apresentação de fim de ano preparada para os pais, o garoto conseguiu completar a acrobacia e a apresentou como surpresa para a mãe.

 

Lucca, de 7 anos, faz uma cambalhota na corda de tecido (Foto: Arquivo pessoal)

 

O pai não pensa na possibilidade de Lucca se machucar durante as aulas de circo. Para ele, como as crianças não praticam a corda de uma altura muito alta, as chances de se machucarem não é maior que em outras aulas da escola. “É a mesma chance de levar uma bolada”, explica Augusto Neto.

 

Criatividade e auto-conhecimento
O Colégio Pueri Domus acrescentou as aulas de circo em 2010 em uma lista que inclui rúgbi, esgrima, coral e capoeira, entre outras atividades de suas quatro unidades na Grande São Paulo. O objetivo, segundo a escola, é “despertar nos alunos a criatividade, a coletividade, a concentração e o auto-conhecimento, envolvendo o aspecto cultural, educacional e esportivo”.

 

Atualmente, a escola afirma ter 30 alunos matriculados nas aulas de acrobacias, corda bamba, malabarismo, cama elástica, perna de pau e esquetes de palhaço, que são oferecidas pela Trupe Educação e Picadeiro. O valor varia de R$ 150 a R$ 170, dependendo do número de dias na semana em que o aluno participa.

 

Rafaella e Luana equilibram um prato de plástico
giratório (Foto: Raul Zito/G1)

 

De acordo com o diretor administrativo da trupe, Kaoê Gonçalves, outras duas escolas contrataram o serviço em São Paulo, e o número de alunos matriculados atualmente é de cerca de 200.

 

Gonçalves explica que as aulas de circo atraem porque oferecem uma atividade física sem os obstáculos do formalismo das academias e da competitividade dos treinos de modalidades esportivas. “Quando a gente vai a uma academia normal, a gente sofre só de ouvir falar que tem que fazer dez abdominais. Mas, quando vai fazer uma atividade no trapézio, a gente usa o mesmo músculo, só que sem aquela coisa muito rígida, formal, do exercício pelo exercício”, afirma.

 

Atividade lúdica e inclusiva
As aulas diferem da educação física porque os objetivos pedagógicos são diferentes, diz o especialista. Elas estariam mais próximas dos treinos que os alunos costumam fazer no contraturno das aulas regulares. Mas, no caso do circo, as atividades não excluem os alunos de acordo com a habilidade em um determinado esporte. “No circo é o contrário, tem espaço para todo mundo”, diz o diretor. “O menos habilidoso vai ter dificuldade para fazer malabares, por exemplo, mas pode ajudar a fazer figura coreográfica.”

 

A faixa etária em que as aulas ganham mais popularidade são nos primeiros anos do ensino fundamental. De acordo com Gonçalves, uma idade apropriada para ensinar os conceitos por trás dos palhaços é no segundo ciclo do fundamental, na pré-adolescência e início da adolescência. “Quando a criança fica muito mais tímida, retrai um pouco no mundo dela, acha que tem alguma coisa que a sociedade impõe e ela não se enquadra, é aí que entra o trabalho do palhaço.”

 

O artista e professor Pedro Levy faz demonstração com malabares de fogo para os alunos do colégio (Foto: Raul Zito/G1)

 

O professor Julio Micheletti Jr, dono da empresa de cursos de arte e cultura que oferece as aulas no Colégio Itatiaia, afirma que começou a oferecer atividades circenses há cerca de dois anos, aproveitando o aumento da procura de aulas de circo em academias e em escolas especializadas. Na época, diz, era preciso bater de porta em porta nas escolas para convencer a diretoria. “Hoje, elas procuram a gente”, afirmou Micheletti.

 

Júlio disse que atende a mais de cinco escolas e que o número de alunos que participam da aula de circo subiu de 14 para 80 em apenas dois anos.

 

As aulas de circo são oferecidas na própria escola, em um espaço com equipamento instalado pelas empresas e profissionais especializados na área. “No começo, tentei com professores de educação física, sem especialização, mas não deu muito certo”, diz o professor e empresário. Pedro Levy, o “tio Pedro” dos alunos de circo, dá aulas em três colégios de São Paulo, é formado em educação física e especializado em artes circences, além de pesquisar arte e teatro.

 

Acrobacias, equilíbrio e trabalho em equipe fazem parte das atividades de circo nas escolas
(Foto: Raul Zito/G1)

 

Fonte: G1 Íntegra

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , ,
Comentar

MINIMANUAL DE QUALIDADE DE VIDA

Alexandra Richter volta aos palcos com monólogo sobre o homem pós-moderno: suas exigências e contradições.

Conseguir conforto e ter tempo durante o dia para aproveitá-lo, não são coisas que costumam andar juntas no mundo pós-moderno, onde nós mesmos, muitas vezes, não sabemos o que queremos, mas damos à sociedade o que ela pede. Baseando-se nesse sufoco do homem atual, a comédia Minimanual de qualidade de vida conta a história de Angelina Pimenta (Alexandra Richter), uma palestrante que apresenta à plateia soluções para alegrar a vida de cada um.

 

Angelina Pimenta acha que tem a solução para todo nós

 

 

Com conselhos que vão do equilíbrio entre a mente e o corpo a como otimizar seu tempo, Angelina vai revelando ser, ao longo da peça, uma pessoa completamente diferente do que prega aos seus ouvintes.

 

Direção: Daniela Ocampo
Elenco: Alexandra Richter
Informações: 3322-2076
Ingressos: R$20 e R$10 (meia)
Não recomendado para menores de 12 anos.

Data:

14.03.13 a 17.03.13

Hora:

Quinta a sábado às 21h, e domingo às 20h.

Local:

Teatro Plínio Marcos (Complexo Cultural Funarte, perto da Torre de TV; 3322-2076).

 

Fonte: Brasília Agenda

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.