GOOGLE RECONHECE SER IMPOSSÍVEL DAR GARANTIAS DE SEGURANÇA À PRIVACIDADE DE USUÁRIOS

Brasília – A Google, empresa multinacional de serviços online e software dos Estados Unidos, que hospeda e desenvolve uma série de serviços e produtos na internet, reconheceu que é impossível dar garantias de segurança à privacidade dos usuários. Em documentos judiciais, a Google informou que os usuários do correio eletrônico Gmail não devem ter “expectativas razoáveis” de que as suas comunicações são confidenciais.

 

 

A falta de privacidade do Gmail é salientada em um texto de 30 páginas, que foi apresentado no último dia 13, pelos advogados da Google nos tribunais de San José, no norte da Califórnia. Os advogados responderam a uma queixa coletiva na qual a empresa é acusada de espionar os internautas.

 

Para a direção da Google, as acusações são improcedentes pois as práticas da empresa se ajustam à lei vigente. As leis federais sobre escutas isentam de responsabilidade empresas dedicadas a comunicações eletrônicas, se os usuários aceitarem que suas mensagens podem ser interceptadas, como é o caso do Gmail.

 

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa //

Edição: Denise Griesinger

  • Direitos autorais: Creative Commons – CC BY 3.0

 

Fonte: EBC (Íntegra)

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , ,
Comentar

BALÕES DO GOOGLE LEVARÃO INTERNET A LUGARES ONDE A REDE NÃO PEGA

O Google dá um passo importante para levar a informação a locais onde a internet ainda não chega, como áreas rurais distantes.

 

 

De olho na estratosfera, a empresa anunciou o lançamento de 30 balões de alta tecnologia para levar o acesso à internet para lugares remotos, em que as pessoas ainda não estão conectadas.

 

As informações são da Dow Jones Newswires.

 

Os balões serão provedores e foram projetados para ter 60 metros de altura e voar a uma altitude de 66.000 pés.

 

 

Os primeiros estão sendo enviados para a Ilha Sul, na Nova Zelândia, ainda este mês, por meio de um sistema pioneiro chamado Projeto Loon.

 

A empresa disse que os balões foram projetados para ajudar a preencher lacunas de cobertura e fazer com que as pessoas possam ficar online mesmo após desastres.

 

Íntegra: Só Notícia Boa

Categoria: Em pauta
Tags: , , , ,
Comentar

ACESSÓRIO PARA FECHADURAS SUBSTITUI AS CHAVES PELO SMARTPHONE

'August' reconhece celular e abre a porta quando usuário se aproxima. Aparelho cria códigos para convidados abrirem a porta em certos períodos.

Do G1, em São Paulo (Íntegra)

 

Uma agência de design dos EUA criou um acessório para fechaduras que usa a rede Bluetooth para substituir as chaves pelo smartphone.

 

‘August’ cria códigos para pessoas entrarem em
casa em determinados períodos (Foto: Divulgação)

 

O “August”, criado pela Fuseproject, reconhece quando o smartphone do usuário se aproxima e abre a porta automaticamente. Conforme a empresa, o August pode ser instalado em 10 minutos sem a necessidade de trocar a fechadura.

 

O acessório também cria códigos para outras pessoas abrirem a porta em determinados períodos. Para criar os códigos – que são sincronizados com o celular –, o usuário deve apenas escolher os contatos da sua lista e fazer a emissão.

 

Com o August, por exemplo, o código da faxineira só funciona entre as 12h e 13h de quartas-feiras. Ou quando o usuário tem convidados em casa, eles terão um código para entrar em um determinado período. Depois, o código expira.

 

“Você pode controlar quem pode e quem não pode entrar sem a necessidade de chaves. E você pode fazer tudo a partir do seu smartphone ou computador”, explica a Fuseproject.

 

O equipamento funciona independente das redes 3G ou Wi-Fi – a tecnologia Bluetooth sincroniza o smartphone do usuário com o August. Além disso, o aparelho usa pilhas normais para que continue funcionando quando falta luz.

 

O August deve ser lançado nos EUA no fim deste ano por US$ 200. Usuários interessados no equipamento podem inscrever seu e-mail para reservar uma unidade

Categoria: Em pauta
Tags: , , , ,
Comentar

YAHOO! ANUNCIA A COMPRA DO TUMBLR POR US$ 1,1 BILHÃO

Criada em 2007, a plataforma de blogs possui 175 funcionários. Em 2011, empresa havia sido avaliada em US$ 800 milhões.

Da France Presse

 

A empresa informou em um comunicado que o Tumblr será operado de forma independente, como uma empresa separada. Informou também que “substancialmente todo” o valor da negociação será pago em dinheiro.

 

A empresa americana de internet Yahoo! anunciou nesta segunda-feira (20) a compra da popular plataforma de blogging Tumblr por US$ 1,1 bilhão.

 

O diretor-executivo do Tumblr, David Karp, vai continuar como presidente-executivo da empresa. Os produtos, serviços e marcas continuarão a ser definidos e desenvolvidos de forma separada.

 

“O Tumblr está redefinindo a expressão criativa online”, informou a presidente-executiva do Yahoo!, Marissa Mayer, em comunicado. “Em muitos sentidos, Tumblr e Yahoo! não poderiam ser mais diferentes e, ao mesmo tempo, não poderiam ser mais complementares”, disse a executiva.

 

Após os boatos sobre a aquisição, o Yahoo! anunciou na sexta-feira (17) que uma entrevista coletiva seria organizada nesta segunda-feira em Nova York, nos Estados Unidos, sem especificar o tema, mas prometendo “compartilhar algo especial”.

O Tumblr foi criado em fevereiro de 2007 e atualmente tem 175 funcionários. Disponível em 12 idiomas, afirma ter 107,9 milhões de blogs e 50,7 bilhões de publicações.

 

Em 2011, a empresa sediada em Nova York havia sido avaliada por investidores em US$ 800 milhões.

 

Fundado em 1994 na Califórnia, o Yahoo! é um gigante da internet com 11,5 mil funcionários, mas nos últimos anos teve problemas financeiros.

 

A compra do Tumblr seria uma estratégia para reativar o crescimento, liderado por Marissa Mayer, uma das mulheres mais poderosas do Vale do Silício.

 

Fonte: G1 (Íntegra)

Categoria: Em pauta
Tags: , , , ,
Comentar

DF LIDERA RANKING DE USO DE CELULARES E INTERNET NO PAÍS, SEGUNDO IBGE

No DF, 71,1% têm internet; em segundo lugar está São Paulo, com 59,5%. Pesquisa divulgada nesta quinta (16) mostra dados de 2005 a 2011.

Do G1 DF (Íntegra)

 

O Distrito Federal é a unidade da federação que mais usa celulares e internet, de acordo com pesquisa divulgada pelo IBGE nesta quinta-feira (16). Na capital federal, 71,1% da população têm acesso à rede mundial de computadores. Em São Paulo, segunda UF em número de pessoas com acesso à internet, este número é de 59,5%.

 

Os dados se referem a uma comparação entre 2005 e 2011. Em todo o país, durante o período, o número de pessoas com acesso à internet cresceu 143,8%. A região com maior crescimento foi o Sudeste, com 54,2%. No Centro-Oeste, a variação foi positiva em 53,1%.

A pesquisa aponta também o crescimento no número de aparelhos de telefone celular. Em todo Brasil o crescimento foi de 107,2%. No DF, este aumento foi de 87,1%. No Maranhão, estado com menor crescimento no número de celulares, o aumento foi de 45,2%.

A região que apresentou maior aumento no número de celulares no país foi o Nordeste, com variação de 174,3%. No Centro-Oeste, este número foi de 88,1%.

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , ,
Comentar

APLICATIVO ACIONA TÁXI QUE ESTIVER MAIS PRÓXIMO DE CLIENTE NO DF

Programa de celular identifica localização de motorista e passageiro. Através de um mapa, é possível cliente acompanhar trajeto do táxi.

Do G1 DF (Íntegra)

 

Um aplicativo de celular que chegou em Brasília há um mês meio permite que passageiros chamem um táxi através de um botão na tela do aparelho. O sistema funciona através da identificação de veículos cadastrados, que manda um alerta para o motorista que estiver mais próximo do cliente.

 

 

Através do programa, é possível acompanhar a trajetória do táxi em um mapa e saber em quanto tempo ele vai chegar. O sistema já funciona em várias cidades do Brasil e do mundo e mais de 150 taxistas de Brasília estão cadastrados no sistema.

 

O taxista Lino Barbosa já aderiu ao programa e gostou da novidade. “A gente está num local e o passageiro próximo da gente, aí a gente tem mais comodidade, o passageiro também, é mais lucro, né? Não gasta muito”, diz.

 

O aplicativo não permite trotes porque além do passageiro ter que informar seus dados, o motorista consegue ver exatamente onde o cliente está por meio do sistema de localização. Por outro lado, garante segurança ao cliente, já que a empresa faz um levantamento completo tanto do motorista quando do veículo antes de cadastrar o táxi.

 

Bruno Xavier, gerente local da empresa que criou o aplicativo, acredita que ele pode ajudar a suprir uma carência da cidade. “Em Brasília a gente não tem o costume de chamar táxi na rua, é difícil ficar esperando, você não encontra. Nesse ponto o aplicativo encaixa muito bem”, disse.

 

Para baixar o aplicativo basta acessar o site www.easytaxi.com.br

Categoria: Em pauta
Tags: , , , ,
1 Comentário

NO DF, 4G É ATÉ NOVE VEZES MAIS RÁPIDA, MAS NÃO HÁ REDE NO AEROPORTO

Testes foram feitos sábado (27) com aparelhos e chips cedidos pela Claro. G1 avaliou serviço da nova tecnologia em quatro pontos da capital federal.

Raquel Morais Do G1 DF (Íntegra)

 

A quarta geração de banda larga móvel (4G), lançada no Distrito Federal pela Claro no dia 16 de abril, apresentou rendimento superior ao da rede 3G, com velocidade de download até nove vezes maior, segundo teste realizado pelo G1 no sábado (27) em quatro pontos da capital. A avaliação foi feita no Aeroporto Juscelino Kubitschek, nos arredores do Estádio Nacional, no Congresso Nacional e no Setor Hoteleiro Norte.

 

A nova conexão passou a ser exigida na terça-feira (30) em Brasília e em mais cinco cidades que serão sede da Copa das Confederações: Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e Belo Horizonte.

 

Os testes consideraram o desempenho das redes no upload de fotos no Facebook, envio da imagem por email e download de aplicativos. A proposta previa ainda o uso do YouTube, que não aconteceu por problemas nos aparelhos utilizados na avaliação.

 

As operações foram realizadas com smartphones do modelo Samsung Galaxy S III – um dos cinco que possuem acesso à banda larga móvel de quarta geração – e com chips cedidos pela Claro.

 

O G1 não conseguiu captar o sinal do 4G na área de desembarque doméstico, no piso térreo, nem em frente aos portões de embarque nacional, no primeiro andar, do Aeroporto JK.

 

Confira os resultados:

 

SpeedTest (Foto: Reprodução)

 

Velocidade
Foram realizados três testes sequenciais de velocidade no Congresso, por meio do aplicativo SpeedTest, que apontaram velocidade média, nas redes 4G, de 9,2 megabits por segundo (Mbps) no download e de 11,15 Mbps no upload. No 3G os índices ficaram em 2,129 Mbps e 1,569 Mbps, respectivamente.

 

A velocidade média da rede 4G na região dos hotéis foi de 6,93 Mbps no download e de 9,58 Mbps no upload, contra 2,338 Mbps e 1,596 Mbps, respectivamente, no 3G.

 

Já no Estádio Nacional, a velocidade média nas redes 4G foi de 13,89 Mbps no download e de 5,79 Mbps no upload. No 3G, os índices no estádio foram de 1,359 Mbps e 1,403 Mbps.

 

Facebook
No Congresso, o tempo de publicação de foto recém-tirada no local foi 3 segundos via rede 4G, contra 8 segundos na 3G. No Setor Hoteleiro Norte, foram precisos 4 segundos com a rede 4G, menos do que os 6 segundos utilizando o 3G. No estádio, a nova tecnologia de conexão garantiu o cumprimento da tarefa em 3 segundos, contra os 8 segundos usando 3G.

 

E-mail
O tempo no Congresso para enviar uma foto por e-mail com a conexão 4G foi de 2 segundos, contra 5 segundos com a rede 3G. Na área dos hotéis, os tempos com 4G e 3G foram, respectivamente, de 6 e 7 segundos. Já no estádio, a tarefa utilizando a rede 4G foi cumprida em 5 segundos, maior que os 4 segundos gastos com o 3G.

 

 

Game
Para fazer o download do game “Dead Trigger”, que tem 164 Megabytes (MB) de tamanho, foram necessários 3 minutos e 15 segundos com a tecnologia 4G no Congresso, tempo bem inferior aos 6 minutos e 13 segundos gastos com o 3G. No Setor Hoteleiro Norte, o teste levou 3 minutos e 6 segundos com a tecnologia 4G e 7 minutos e 2 segundos com o 3G. No Estádio Nacional, o jogo levou 3 minutos e 18 segundos para ser baixado com 4G, contra 20 minutos e 56 segundos com 3G – mais de 6 vezes que o registrado com a nova tecnologia.

 

Tabela comparativa:

 

 

‘Ainda está em construção’
Segundo especialistas em telecomunicações, o 4G deve alcançar, em média, uma velocidade de acesso entre 20 e 40 vezes mais rápida do que a oferecida pela rede 3G – entre 256 kilobits por segundo (Kbps) e 1 megabit por segundo (Mbps).

 

A diretora regional da Claro no Centro-Oeste, Soraia Tupinambá, disse que desde o lançamento da tecnologia em Recife, no começo de fevereiro, cinco mil brasileiros já aderiram à nova plataforma.

 

Ainda sem um balanço das vendas no DF, Soraia afirmou que a tecnologia foi implantada em 90% do Plano Piloto e abrange 50% – mínimo exigido pela Anatel – nas outras regiões administrativas. A diretora também alertou para o fato de o 4G ainda não estar funcionando totalmente no interior do aeroporto, fato constatado durante o teste pelo G1. As operadoras e a Infraero chegaram a um acordo na última semana sobre a construção das antenas nos terminais.

 

A cobertura ainda está em construção. O que se pode dizer é que é um serviço com qualidade superior a que se tem em casa. É muito mais do que o que se tem por wi-fi [conexão sem fio], que nos melhores pacotes chega a 10 megabytes”

 

Soraia Tupinambá, diretora da Claro no Centro-Oeste

 

“A cobertura ainda está em construção. O que se pode dizer é que é um serviço com qualidade superior a que se tem em casa. É muito mais do que o que se tem por wi-fi [conexão sem fio], que nos melhores pacotes chega a 10 megabytes”, disse. “A gente quer oferecer aos usuários a melhor experiência de acesso móvel à internet.”

 

De acordo com Soraia, já no pacote mais barato, o 4G atende às necessidades de quem diariamente utiliza o celular para acessar redes sociais e o YouTube, usar email e fazer downloads de músicas.

 

“Também é ideal para quem é aficcionado por tecnologia, novidade, rapidez. Isso não significa que o 3G seja insuficiente. Na verdade, a qualidade dele tende a melhorar, já que a adesão de uns à outra plataforma vai acabar fazendo com que esse terminal desafogue.”

 

A estudante de direito Jéssica D’avilla disse estar curiosa para conhecer a tecnologia. Para ela, que trocou de operadora recentemente, depois de ter o iPhone furtado seis dias após a compra, o 3G da Claro já supria as necessidades.

 

“Ele é muito bom, ainda mais em comparação com outros 3G do mercado, que é o que tenho agora.” A adesão à outra empresa ocorreu pelo desconto oferecido na compra de um novo aparelho.

 

Os pacotes do 4G disponibilizados pela Claro possuem franquia de 2 gigabytes (GB) ou 5 GB, com preços a partir de R$ 178. Em todos, torpedos e ligações para números da Claro são ilimitados. Eles variam até R$ 351, dependendo da quantidade de minutos de voz escolhida. Já no caso do 3G, os pacotes têm franquia de 300 megabytes (MB) ou 600 MB, com taxas entre R$ 128 e R$ 301.

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , , ,
Comentar

FORMSPRING SERÁ DESATIVADO NO DIA 31 DE MARÇO

Saiba como exportar os dados de sua conta

Depois do MSN e do Google Reader, mais um serviço online anuncia seu fim. De acordo com um post em seu blog oficial, o Formspring será desativado no dia 31 de março. A rede de perguntas e respostas, que tem cerca de 30 milhões de usuários registrados, teria dificuldades para gerar renda. Segundo o seu fundador, Ade Olonoh, “apesar da grande audiência, é um desafio sustentar o pessoal necessário para manter o site funcionando”.

 

“Ask me a question” // Crédito: Reprodução

 

 

O Formspring funciona até o dia 31 de março e, no dia 15 de abril, todos os dados da rede serão deletados.

 

Caso você queira armazenar seu histórico na rede, faça login em sua conta e entre neste endereço (http://www.formspring.me/?next=account/export#login). Clique no botão ‘export’ e o sistema irá preparar um pacote com seus dados. Quando esse material estiver pronto, você receberá um e-mail, notificando que pode fazer o download do arquivo.

 

Íntegra Galileu

Categoria: Em pauta
Tags: , , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.