SEDENTARISMO É MAIOR FATOR DE RISCO CARDÍACO PARA MULHERES

Para mulheres abaixo de 30 anos, o tabagismo é o maior vilão

A falta de exercício é o maior fator de risco para o aparecimento de doenças cardíacas em mulheres acima de 30 anos, mostra um novo estudo. A pesquisa foi feita por cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, com mais de 30 mil mulheres do país nascidas nas décadas de 20, 40 e 70.

 

Eles constataram que o tabagismo teve o maior impacto sobre o risco de doenças cardíacas em mulheres abaixo de 30 anos. No entanto, à medida em que elas ficavam mais velhas e abandonavam o cigarro, a falta de atividade física passou a ter influência dominante sobre o aparecimento de problemas ligados ao coração. A pesquisa foi publicada na revista científica British Journal of Sports Medicine.

 

Segundo os cientistas, as autoridades de saúde devem continuar encorajando as pessoas a deixarem de fumar, porém deveriam também se concentrar em promover a prática da atividade física.

 

“Precisamos de um maior empenho das autoridades no sentido de manter as mulheres de meia-idade ativas para que elas possam chegar à velhice mais saudáveis e praticando exercícios físicos”, disse à BBC Wendy Brown, professora do centro para a pesquisa sobre o exercício, atividade física e saúde da Universidade de Queensland.

 

Brown sugere às mulheres fazer exercícios diários de pelo menos 30 minutos para reduzir os riscos de problemas cardíacos.

 

“Garanto que qualquer mulher que faça pelo menos 30 minutos de exercício físico por dia vai sentir grandes melhorias em sua saúde”, diz Brown. “Só a prática de atividade física reduz em 50% o risco de doenças cardíacas”, acrescenta ela.

 

Os pesquisadores afirmam ainda que se todos as mulheres acima de 30 anos na Austrália seguissem as diretrizes recomendadas de exercício físico, cerca de 3 mil vidas poderiam ser salvas por ano no país.

 

Brasil

 
Dados recentes do Ministério da Saúde apontam um aumento no número de brasileiros que incorporam os exercícios físicos à rotina.

 

Entre 2009 e 2013, segundo a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), cresceu de 30,3% para 33,8% a proporção de pessoas que realizam atividade física no período de lazer.

 

Os homens são os mais ativos: 41,2% praticam exercícios no tempo livre, enquanto que, em 2009, o índice era de 39,7%.

 

Entretanto, o aumento da prática de exercícios entre as mulheres foi maior, passando de 22,2% para 27,4% no mesmo período.

 

Ainda assim, mais da metade da população – 50,8% – está acima do peso ideal – destes, 17,5% são considerados obesos.

 

A pesquisa Vigitel ouviu cerca de 23 mil brasileiros maiores de 18 anos que vivem nas 26 capitais do país e no Distrito Federal.

 

Fonte: Terra

 

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , ,
Comentar

GOVERNO ABRE SELEÇÃO DE PROJETOS DE ARTES VISUAIS FEITOS POR MULHERES

Agência Brasil - 02.07.2013 - 20h08 | Atualizado em 02.07.2013 - 20h15

Brasília – As ministras da Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci, e da Cultura, Marta Suplicy, lançaram hoje (2) dois editais públicos de incentivo a projetos de artes visuais e de cinema feitos por mulheres. A medida atende ao Plano Nacional de Políticas para as Mulheres 2013-2015.

 

O primeiro edital prevê o Prêmio Carmen Santos Cinema de Mulheres 2013 – Apoio à Curta e Média Metragem que vai reconhecer a produção cinematográfica feita por mulheres e o trabalho de diretoras e técnicas. Serão selecionadas 16 obras, sendo dez obras audiovisuais de até cinco minutos (curtas) e seis filmes de 26 minutos (em média).

 

Podem ser inscritos projetos apresentados por pessoas físicas ou jurídicas, brasileiras natas ou naturalizadas, nos gêneros de ficção, documentário e animação. A temática deve abordar a construção da igualdade entre mulher e homem, os direitos femininos e cidadania. Os conteúdos devem levar em consideração as mulheres urbanas, do campo, da floresta, indígenas, negras e dos povos tradicionais.

 

O prêmio destina R$ 45 mil, por curta-metragem, e R$ 90 mil, para média-metragem. A inscrição vai de 2 de julho a 19 de agosto pelo sistema online Salicweb.

 

O prêmio é uma homenagem à atriz, produtora, diretora e empreendedora cultural, Carmen Santos, pela contribuição ao cinema brasileiros das décadas de 1920 a 1940.

 

O segundo edital, Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais, vai selecionar dez projetos de diferentes linguagens artísticas com premiação de R$ 70 mil. As inscrições estão abertas até 16 de agosto. O objetivo é selecionar propostas que tratem da reflexão crítica e da profissionalização dos processos de gestão cultural.

 

Podem participar pessoas físicas ou jurídicas (apenas mulheres), atuantes na área das artes visuais. Os projetos inscritos podem ser exposições, mostras, oficinas, intervenções urbanas, publicações, produção crítica e documental, seminários, que tenham visem à ampliação do mercado de artes visuais no âmbito da produção feminina, bem como contribuir para a formação de público.

 

No evento, a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, comentou sobre as manifestações que têm ocorrido nas últimas semanas no país e disse que o governo federal tem buscado responder às demandas das ruas. “Tenho certeza que este é mais um momento histórico da democracia em construção que nós temos no Brasil”, completou.

 

Edição: Carolina Pimentel

Fonte: EBC (Íntegra – http://www.ebc.com.br/cultura/2013/07/governo-abre-selecao-de-projetos-de-artes-visuais-e-cinema-feitos-por-mulheres)

 

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

AUMENTA PARTICIPAÇÃO FEMININA NO MERCADO DE TRABALHO NO DF

Maior acesso à educação foi o principal fator para alcançar o resultado

Levantamento mostra que quanto maior o nível de escolaridade mais intensa é a ocupação de empregos por mulheres

 

No período de 2001 a 2011, o número de mulheres economicamente ativas no Distrito Federal cresceu de 512 mil para 671 mil – aumento de 31,1%. Isso resultou na redução, de 17,5% para 15,8%, da diferença entre o sexo masculino e feminino no que diz respeito à ocupação de postos de trabalho. Os dados são do relatório “As mulheres do DF e o mercado de trabalho”, divulgado nesta quinta-feira (7) pela Codeplan (Companhia de Planejamento do DF).

O estudo revelou as mudanças ocorridas na força de trabalho feminina em comparação com a masculina, com base nos dados da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O levantamento mostra que quanto maior o nível de escolaridade mais intensa é a ocupação de empregos por mulheres.

— A educação tem inserido mais mulheres no mercado de trabalho. Entre o número de ocupadas, 40% têm entre 11 a 15 anos de estudo, ou seja, além do acesso à educação, elas estão estudando durante mais tempo, e, por isso, têm conseguido empregos melhores, afirmou o presidente da Codeplan, Júlio Miragaya.

 

O relatório constatou, ainda, que o mercado de trabalho está absorvendo tanto homens como mulheres devido ao desenvolvimento econômico e à efetividade das políticas públicas para gerar empregos e renda. Entre 2011 e 2012, por exemplo, foi gerado um total de 120 mil postos de trabalho no Distrito Federal.

— Esse governo se preocupa em combater o desfavorecimento das mulheres, por isso está promovendo ações para reduzir cada vez mais esse problema. No programa DF Alfabetizado, a maior parte dos atendidos são mulheres. Além disso, a política atual de construir creches contribuirá ainda mais para que elas possam deixar seus filhos aos cuidados do governo e ter acesso ao mercado, explicou a secretária da Mulher, Olgamir Amancia Ferreira.

 

Íntegra R7

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , ,
Comentar

MULHERES BONITAS SÃO MAIS EGOÍSTAS

A coisa não anda muito boa pro lado das pessoas bonitas. Não faltam pesquisas para denegrir a imagem deles: gente bonita é mais malvada, gente bonita sacaneia mais os outros, mulher bonita emburrece os homens. E agora outro estudo ainda diz que mulheres bonitas costumam ser mais egoístas.

 

 

Numa pesquisa conduzida por cientistas israelenses, 118 mulheres responderam a um questionário sobre personalidade e valores (se eram neuróticas, cabeça aberta, seguras, conformistas, compreensivas, etc). E depois gravaram um vídeo, em que liam, em voz alta, a previsão do tempo.

 

Depois, outros 118 voluntários (40% deles eram homens) assistiram aos vídeos e deram notas à beleza das mulheres. Aí os pesquisadores perceberam que, as mulheres eleitas mais bonitas pelo público, também eram mais egoístas – não pensam muito nos outros e, geralmente costumam colocar os próprios interesses sempre a frente de qualquer coisa

 

Segundo a pesquisa, elas se conformam com as regras sociais e tentam sempre atender às expectativas. Mas para conseguir isso não pensam duas vezes em se promover ao invés de se preocupar com os outros.

 

Que feio, gente.

Categoria: Acontece
Tags: , , ,
1 Comentário

PESSOAS FEMINISTAS SÃO MAIS FELIZES NO AMOR

Toma essa, Christian Grey.

 

Crédito da foto: commons.wikimedia.org

 

Psicólogos da Universidade Rutgers, nos Estados Unidos, conversaram com mais de 500 pessoas (homens e mulheres) para descobrir a relação entre feminismo e felicidade no amor. Entre eles, 242 ainda faziam faculdade, enquanto outros 289 eram um pouco mais velhos – média de 26 anos –, e namoravam há mais de 4 anos. Os pesquisadores perguntaram a eles se simpatizavam com algumas ideias feministas, aprovavam mulheres que se dedicam à carreira e se o atual parceiro era machista ou não. Também contaram sobre a qualidade e estabilidade do namoro e satisfação sexual.

 

E os feministas levaram a melhor em vários pontos. A vida sexual deles era muito mais saudável: eles se diziam mais felizes com sexo do que os casais com um pézinho no machismo. Além disso, os relacionamentos se mostravam muito mais estáveis. E isso valia para homens e mulheres feministas. De forma geral, pessoas favoráveis à igualdade entre os gêneros constroem namoros mais felizes do que os casais machistas.

 

Os pesquisadores ainda não descobriram por que o feminismo pode melhorar os relacionamentos. Mas desconfiam de alguns motivos. Por exemplo, homens feministas apoiam e entendem melhor suas namoradas. E quando se juntam a mulheres também feministas se livram da pressão de bancar todas as despesas do casal. Bem melhor assim.

 

Super Interessante

Categoria: Acontece
Tags: , , , , , ,
Comentar

MULHERES ADIAM SONHO DE SER MÃE

Muitas mulheres têm deixado de lado a vontade de ser mãe por um tempo. O motivo? Estão procurando melhorar a condição financeira e os estudos. Quanto maior o rendimento, mais tarde ela decide engravidar. É o que revela o Censo de 2010, divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira.

 

Segundo dados do Censo, a idade média das mães da classe sem rendimento era de 25,7 anos em 2010. Já as que tinham renda superior a 5 salários mínimos a idade era 31,9 anos.  Entre as mulheres com pouca ou sem instrução, a idade média das que tinham filho era de 25,4 anos para 30,9 anos entre as mulheres com ensino superior.

 

As mães mais instruídas e com maior renda também demonstraram uma taxa de fecundidade mais baixa, com apenas 1,14 filho, enquanto as com menor grau geravam 3,09 filhos, em média.

 

Confira o quadro abaixo:

 

 

Fonte: Folha

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , ,
Comentar

DETRAN-DF OFERECE 50 VAGAS NO CURSO DE MECÂNICA PARA MULHERES

As inscrições para o curso de mecânica para mulheres serão abertas nesta quarta-feira (9/10), a partir das 10h e só poderão ser realizadas pela internet, por meio do site do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran).

 

 

Qualquer mulher que tiver carteira de habilitação pode se inscrever. As alunas serão divididas em duas turmas – uma pela manhã (das 8h15 às 11h45) e outra à tarde (das 14h às 17h30). O curso tem duração de 20 hrs/aula e terá início em 16 de outubro.

 

De acordo com o Detran, o objetivo das aulas é proporcionar às participantes a atualização dos conhecimentos básicos sobre o funcionamento dos veículos de duas e quatro rodas. Além de noções básicas de Mecânica de Veículos, as alunas terão aulas de Prevenção de Acidentes e Relações Interpessoais. O curso será ministrado na Diretoria de Educação de Trânsito (706/906 sul).

 

Correio Web

Categoria: Acontece
Tags: , , , , , , ,
1 Comentário

MULHERES REPRESENTAM 47% DO PÚBLICO DE GAMES NO BRASIL

Foi-se o tempo em que o mundo de games era restrito aos homens e às ocasionais amigas nerds dos meninos mais viciados. É que, de acordo com uma pesquisa realizada pelo IBOPE Media, as mulheres já representam um montante de 47% das pessoas que jogam, com regularidade, algum tipo de jogo eletrônico no Brasil.

 

Intitulada “1ª. Pesquisa Games Pop”, o estudo – divulgado pela Atrativa, subsidiária latino-americana da produtora GameHouse – aponta ainda que 51% destas mulheres pertencem à classe A, e têm idade entre 40 e 49 anos. Surpreendente, né? Um pouco, mas nem tanto. É que antes de você sair atrás de conferir se sua mãe ou tia andam viciadas em Uncharted ou Assassin’s Creed, vale saber o seguinte: na verdade, boa parte dessa dimensão se deve ao crescimento de games casuais online, para PC e redes sociais. Sim, ainda tem muita gente jogando Farmville e Song Pop.

 

Nesses segmentos, a participação feminina varia entre 55% (jogos casuais) e 77% (jogos disponíveis em redes sociais). “Os jogos casuais trazem uma experiência simples, sem jogabilidade complexa, para aquelas pessoas que gostam de se divertir, mas sem investir muito tempo ou esforço. Além disso, o apelo estético e a temática também fazem diferença. O público casual procura diversão instantânea, para aqueles momentos curtos do dia em que precisamos de distração”, explica André Faure, diretor executivo da Atrativa.

 

Fonte: Íntegra Super Interessante

Categoria: Acontece
Tags: , , , , , , ,
1 Comentário
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.