DER COMEÇA A MULTAR MOTORISTA INFRATOR FLAGRADO POR CÂMERAS NO DF

10 equipamentos serão usados; outros 4 devem ser instalados em fevereiro. Infrações mais comuns são andar pelo acostamento e ultrapassagem proibida.

Começou nesta segunda-feira (3) a aplicação de multas para quem for flagrado por câmeras de vídeo cometendo irregularidades em estradas e rodovias do Distrito Federal. Dez equipamentos serão usados pelo Departamento de Estradas de Rodagem com essa finalidade – outros quatro devem ser instalados até 15 de fevereiro.

 

Segundo o superintendente de Trânsito do DER, Murilo Melo, a expectativa é de que os números de acidentes e infrações diminuam, já que os motoristas sabem que serão observados 24 horas. “As infrações mais recorrentes que registramos são: andar pelo acostamento, fazer ‘gato’ e ultrapassagens proibidas”, afirma.

 

Instaladas inicialmente para ajudar a precisar o endereço e reduzir o tempo de socorro em acidentes de trânsito, as câmeras possuem zoom óptico de 35 vezes, visualizam a infração a até 500 metros de distância e armazenam automaticamente os dados dos últimos 30 dias, ou por mais tempo, conforme comando do operador.

 

A autuação por meio das câmeras foi regulamentada pelo Conselho Nacional de Trânsito em dezembro do ano passado. Para atender às determinações do órgão, o DER instalou 24 placas de sinalização nas vias monitoradas.

 

Veja onde estão instaladas as câmeras de videomonitoramento:


1) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-075 (EPNB);
2) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-095 (Estrutural);
3) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-085 (EPTG);
4) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-051 (EPGU);
5) DF-003 (EPIA) – Balão do Torto;
6) Cruzamento da DF-085 (EPTG) com a DF-087 (EPVL);
7) Cruzamento da DF-047 (EPAR) com a DF-051 (EPGU);
8) DF-002 Norte (Eixão – altura 206/208 Norte);
9) DF-002 Sul (Eixão – altura 206/208 Sul);
10) DF-075 (EPNB) – altura do Balão Riacho Fundo

 

 

Íntegra: G1

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
Comentar

DETRAN VAI CONVERTER MULTAS DE INFRAÇÕES LEVES E MÉDIAS EM ADVERTÊNCIAS

Inédita no país, a medida vale apenas para os condutores que não tiverem cometido nenhum outro deslize nos últimos 12 meses

O bom motorista que, por descuido, cometer uma infração média ou leve não será multado nem perderá pontos na carteira. O deslize será punido pelo Departamento de Trânsito (Detran) com uma advertência por escrito. A medida está prevista em lei e entra em vigor no Distrito Federal em 15 dias. Se estivesse valendo hoje, 162.433 pessoas teriam direito ao benefício e a autarquia deixaria de arrecadar R$ 12.117.501,42.

 

O brigadista Fábio Souza diz que nunca foi multado. Ele se mostrou surpreso com a medida que será adotada pelo Detran do Distrito Federal

 

Para conseguir a conversão da multa em advertência, o interessado nem sequer precisará ir ao Detran. Bastará entrar no site, digitar os dados do veículo e do condutor. Imediatamente, o sistema fará uma varredura no prontuário do motorista e responderá se ele se encaixa no perfil. Em caso positivo, é só o condutor imprimir o comprovante. Estão excluídos da lista os infratores contumazes. E mesmo os cautelosos só poderão requerer a transformação da multa em advertência uma única vez a cada 12 meses.

 

Entre os deslizes de natureza média passíveis de perdão estão dirigir com o braço do lado de fora do veículo; usar fone de ouvido; e conduzir motocicleta sem segurar o guidom. Na categoria das infrações leves são incluídas situações como conduzir o veículo sem documento de porte obrigatório; parar afastado da guia de 50cm a 1m; e usar buzina de forma prolongada.

 

 

Íntegra Correio Web

Categoria: Em pauta
Tags: , , , ,
Comentar

MULTAS POR DIRIGIR NA FAIXA EXCLUSIVA DA W3 SUL ENTRE AGOSTO E OUTUBRO SERÃO CANCELADAS

Você foi multado entre agosto e outubro por dirigir na faixa exclusiva para ônibus da W3 Sul? Então pode ficar tranquilo que sua notificação será cancelada diretamente no sistema do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF). Caso já tenha pagado a multa, então deve ir a um dos oito postos de atendimento do órgão e exigir o ressarcimento do valor.

 

 

A anulação das multas teria sido pedida há 45 dias pelo próprio Detran à empresa que registra as notificações. Nos meses de agosto, setembro e outubro a via W3 Sul passou por processo de recapeamento, o que apagou a sinalização na pista que demarcava a faixa exclusiva.

 

Em nota, o órgão afirmou que a fiscalização será retomada tão logo o serviço de sinalização da via seja finalizado pela Novacap. A aplicação da tinta, porém, deverá acontecer apenas daqui a 15 dias pois, segundo Manual de Sinalização Horizontal do Denatran, seria preciso esperar para que não haja rejeição química do pigmento asfáltico recém-colocado.

 

Fonte: Íntegra Clica Brasília

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.