MÉDICOS EXPLICAM COMO SÃO FEITOS OS TRATAMENTOS A LASER NOS OLHOS E PELE

O que os tratamentos de pele e olhos têm em comum? No Bem Estar desta terça-feira (23), a dermatologista Márcia Purceli e o oftalmologista Samir Bechara explicaram que o laser é um fator que pode ser usado nas duas áreas – no caso da visão, por exemplo, ele é usado para tratar problemas, como glaucoma e consequências da diabetes, ou ainda corrigir graus de óculos para quem tem hipermetropia, miopia e astigmatismo. É importante, porém, que a cirurgia seja sempre bem indicada, como alertou o médico.

 

Além desses problemas de visão, a cirurgia a laser pode ajudar também o paciente que tem presbiopia, que é a vista cansada. Mais comum em pacientes com mais de 40 anos de idade, esse problema acontece porque o músculo ciliar do olho já está fraco e o cristalino endurecido, dificultando o foco da imagem. Por isso, pacientes com presbiopia, ao lerem um livro, por exemplo, têm que afastá-lo para enxergar melhor, como explicou o oftalmologista Samir Bechara.

 

Fora o uso do laser nos olhos, a dermatologista Márcia Purceli explicou que ele pode ainda fazer bem para a pele, estimulando a produção de colágeno, por exemplo. Esse estímulo é importante para fechar os poros, mas para que isso realmente funciona, o paciente precisa fazer antes uma limpeza de pele. Além do colágeno, o laser pode ainda ser usado para tratar manchas, rugas, vasos ou ainda elminar pelos, como mostrou a médica.

 

Lipoaspiração a laser

 

Muita gente tem vontade de fazer uma lipoaspiração, mas acaba desistindo com medo da dor e da demora da recuperação. Porém, existe um método menos agressivo, que é a lipo a laser – mais suave do que a tradicional, ela deixa menos hematomas, menos sangramento, menos inchaço, provoca menos dores e o paciente ainda se recupera mais rápido. Vale ressaltar, no entanto, que esse procedimento não é um simples tratamento de beleza e não deve ser feito em consultório – como alertou a reportagem da Daiana Garbin, a lipoaspiração a laser é uma cirurgia que envolve muito rigor durante e também no pós-operatório

 

Fonte: G1

Categoria: Acontece
Tags: , , , , , , ,
Comentar

USO EXCESSIVO DE SMARTPHONE PODE PREJUDICAR OS OLHOS

Pessoas que passam muito tempo "vidradas" em seus smartphones podem estar aumentando os riscos de danos aos olhos, advertem oftalmologistas britânicos

O alerta diz respeito também ao uso excessivo de outros dispositivos como computadores, tablets e TVs de tela plana, que pode provocar danos de longo prazo.

 

A advertência deriva de uma pesquisa britânica feita com 2 mil participantes, que indica que pessoas com menos de 25 anos checam seus telefones 32 vezes por dia.

 

“A luz azul violeta que brilha na tela dos smartphones é potencialmente perigosa e tóxica à parte de trás de seus olhos”, diz o oftalmologista Andy Hepworth.

 

“Por isso, uma longa exposição pode, potencialmente, causar danos aos olhos.”

 

Segundo ele, testes mostraram que exposição à luz azul violeta em excesso pode nos colocar em maior risco de degeneração macular, uma das principais causas de cegueira.

 

Olhos fixos na tela


Oftalmologistas afirmam também que, apesar da “boa” luz azul (azul turquesa) ser necessária para ajudar a regular o relógio biológico, acredita-se também que uma longa exposição à luz azul violeta pode afetar os padrões de sono e o humor.

 

“Embora não tenhamos certeza se há uma ligação direta entre essa exposição e problemas oculares, há fortes evidências de laboratório que podem, potencialmente, provar isso”, acrescentou Hepworth.

 

“É a combinação de não piscar o suficiente e colocar o dispositivo a uma distância menor do que você normalmente colocaria outros objetos. Isso força a vista.”

 

O levantamento, encomendado por um grupo de oftalmologistas independentes, descobriu que, em média, um adulto passa cerca de 7 horas por dia com os olhos fixos em uma tela, e quase metade deles se sente ansioso quando está longe de seu telefone.

 

Estatísticas também sugerem que 43% das pessoas com menos de 25 anos sentem uma verdadeira irritação, ou ansiedade, quando não podem checar seu telefone quando desejam.

 

Dores de cabeça


Alana Chinery, de 18 anos, nunca está longe de seu smartphone.

 

“Percebi que minha visão está ficando pior após longos períodos olhando para as telas do celular e do computador”, disse. “Eu estou tendo mais dores de cabeça.”

 

Amanda Saint, que também é oftalmologista, diz que o conselho é simples.

 

“Faça testes de vista regularmente, e faça pausas regulares quando estiver usando seu computador e dispositivos móveis.”

 

Fonte: IG

 

 

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , , , ,
Comentar

LENTE DE CONTATO COM CÉLULAS-TRONCO PODERÁ CURAR CEGUEIRA

Uma espécie de “lente de contacto” que contém células-tronco poderá restaurar, ou conservar, a visão de uma forma natural.

 

Um grupo de cientistas desenvolveu um implante biodegradável, que depois de colocado no olho, faz com que as células-tronco se multipliquem e façam o organismo se tratar sozinho.

 

As células-tronco são as responsáveis pelo crescimento dos tecidos porque são capazes de se transformar em qualquer tipo de célula do corpo.

 

Isso permite ao organismo tratar sozinho dos danos da córnea.

 

Os especialistas da Universidade de Sheffield, no Reino Unido, que criaram o implante biodegradável, acreditam que ele poderá ajudar milhões de pessoas por todo o mundo a recuperar a visão.

 

A tecnologia foi desenvolvida para tratar os danos da córnea, a camada transparente que fica “à frente” do olho, que são uma das principais causas de cegueira.

 

Os cientistas criaram também, além do implante, um método inovador para produzir a lente, uma membrana muito fina e delicada, que ajuda as células-tronco a fixarem-se no olho.

 

É um pequeno disco biodegradável com espécies de “bolsos”, que abrigam as células-tronco, para garantir que elas permanecem no local,  agrupadas como pretendido.

 

“O material que se encontra no centro do disco é mais fino do que esses bolsos, portanto biodegrada-se mais rapidamente, o que permite que as células-tronco se espalhem pela superfície do olho e reparem a córnea”, explica Íllida Ortega Asencio, da Faculdade de Engenharia da Universidade de Sheffield.

 

Os testes já realizados em laboratório mostram que as membranas criadas são capazes de auxiliar o crescimento celular.

 

Os ensaios clínicos deverão começar brevemente na Índia, graças a uma parceria com o LV Prasad Eye Institute em Hyderabad

 

Íntegra Só notícia boa

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , ,
1 Comentário

VOCÊ JÁ OUVIU FALAR NA DOENÇA DO “OLHO DIGITAL”?

Envolvidos cada vez mais na tecnologia não percebemos a importância que pequenos gestos trazem a nossa saúde. Vamos piscar?

Quem não tem um celular, ou não passa pelo menos boa parte do seu tempo em frente ao computador trabalhando, estudando ou simplesmente dando aquela “fuçadinha” na rede social dos amigos? E aqueles que adoram um videogame para relaxar? Os tablets, então … Nossa! É tanta tecnologia para um espaço tão pequeno e bem mais prático do que o notebook. “Perdemos” horas vidrados na tela descobrindo as novidades. Há até quem troque algumas horas de sono por tempinho na frente de equipamentos como esse.

O que não percebemos é que esse hábito exige de cada um de nós, cuidados para não gerar um problema de visão, como mostrado em estudo recente da Kaiser Family Fundation. De acordo com o optometrista e autor do livro “Smart Medicine for Your Eyes”, Jeffrey Anshel – todo esse período na frente de telas de cristal líquido pode prejudicar sua visão a longo prazo.

Para manter a saúde e evitar a doença do “olho digital” confira a baixo as dicas do Dr. Anshel :

1. Pisque mais
Ao olhar para a tela do computador ou algum outro gadget, piscamos duas ou três vezes menos que o normal. Isso faz com que o olho fique mais seco. Pode parecer algo sem importância, mas, na realidade, pode causar danos oculares permanentes.

2. Regra dos 20/20/20
Quando estiver usando seu computador, ou lendo algum livro no iPad, Kindle, etc., pare a cada 20 minutos para olhar algum objeto a 20 metros de distância por 20 segundos. Isso faz com que seus olhos sejam reorientados.

3. Consulte o médico
Deixe seu oftalmologista ciente de que você passa horas e horas na frente de um computador ou dispositivos portáteis. Ele pode recomendar lentes específicas para serem usadas enquanto você lida com os aparelhos digitais, e evitar danos permanentes.

4. Faça um exame de vista anual
A única maneira para reduzir o impacto causado na visão pelo uso do iPad, iPod ou qualquer outro eletrônico é, a cada ano,  fazer um exame para checar como anda a saúde ocular.

5. Iluminação do monitor
Verifique se você está em um ambiente bem iluminado. Brilho intenso combinado com lugares escuros podem prejudicar sua visão.

Com informações da PC World/EUA.

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.