Vlado Vitorioso

Postado por

Regina Tavares

Mais posts
em 01/nov/2012 - 7 Comentários

Da consagração de célebres jornalistas ao amadurecimento de quem experimenta o exercício jornalístico pela primeira vez. Assim ocorreu o 34º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos na última terça-feira (23/10) no TUCA (Teatro da Pontifícia Universidade Católica) em São Paulo. “É o Oscar do jornalismo”, anunciou o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo.

Criado em homenagem ao jornalista Vladimir Herzog, assassinado em 1975 pelos agentes da Ditadura Militar, o Prêmio contempla reportagens de todo o país em nove categorias: Artes (ilustrações, charges, cartuns, caricaturas e quadrinhos), Fotografia, Documentário de TV, Reportagem de TV, Rádio, Jornal, Revista, Internet e Categoria Especial (todas as mídias) que, neste ano, teve como tema “Criança em situação de rua”.

Desde 2009, a Comissão Organizadora indica jornalistas para receber o Prêmio Especial pelos relevantes serviços prestados à causa da Democracia, da Paz, da Justiça e contra a Guerra. Neste ano, os agraciados foram os renomados jornalistas Alberto Dines e Lúcio Flavio Pinto.

Na edição de 2012, os alunos de jornalismo do 4º e 6º semestres da Universidade Cruzeiro do Sul, orientados por mim e pelo Prof. Ms. Rodrigo Maia, compareceram em peso no evento e se dispuseram a entrevistar os jornalistas e as personalidades presentes; um excelente exercício de cobertura jornalística para as mídias online, radiofônica e televisiva.

Alunos de Jornalismo da Universidade Cruzeiro do Sul entrevistam a jornalista Miriam Leitão, uma das premiadas da noite.

Entre as diversas atrações presentes no evento, destaca-se a celebração de uma das recentes conquistas da Comissão Nacional da Verdade, instaurada em 2011: a retificação do atestado de óbito do jornalista Vladimir Herzog, mais conhecido como Vlado. Na ocasião de sua morte, durante um depoimento nas dependências do 2º Exército de São Paulo (DOI-CODI), o então diretor de Jornalismo da TV Cultura teria falecido em razão de tortura. Prontamente, o Estado alegou, na ocasião, que o mesmo havia se suicidado. O caso foi marcado como um detonador do processo de redemocratização nacional, em especial em decorrência de foto publicada (vide abaixo) em que Herzog está com as pernas dobradas, pendurado em uma grade que jamais poderia propiciar o suicídio.

Hoje, a retificação, aponta que sua “morte decorreu de lesões e maus-tratos sofridos”. A resistência empenhada pelos familiares e pela sociedade civil como um todo, assim como o desejo de preservar a memória desse mártir renovou as esperanças numa democracia transparente e redimida diante dos erros do passado. Nas palavras de Ivo Herzog, filho de Vlado, “… é imensurável o valor dessa conquista para a memória do país”.

Vale dizer que a Comissão visa investigar violações de direitos humanos ocorridas entre 1946 e 1988 no Brasil por agentes do Governo. Suas ações não se esgotam em retificações de óbitos. Na próxima sexta-feira (2/11), às 10h30 no Cemitério Vila Formosa, haverá um ato ecumênico em memória de mortos e desaparecidos em estados totalitários.

Veja o convite abaixo, divulgue esse momento tão especial e sinta-se mais humano e civilizado, isso mesmo: “(…) mais humano e civilizado”.

“Quando perdemos a capacidade de nos indignarmos ante atrocidades sofridas por outros, perdemos também o direito de nos considerarmos seres humanos.” (Vladimir Herzog)


ALUNO CONQUISTA O 3º LUGAR EM CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA

Postado por

Universidade Cruzeiro do SulSeja Bem-vindo ao Blog da Extensão da Cruzeiro do Sul.

Mais posts
em 06/jul/2011 - Sem Comentários

Fernando Baeder, aluno do curso de Doutorado em Odontopediatria da Cruzeiro do Sul, ficou em 3º lugar na categoria “revisão clínica”, pela apresentação do pôster científico “Low Level Laser Therapy in Spasticity in the Muscles of Mastication: Pilot Study”, no 6º Congresso Internacional da Associação Brasileira de Laser em Odontologia e 2º Encontro da Divisão Sul-Americana da World Federation for Laser Dentistry.

O evento ocorreu entre os dias 03 e 04 de junho, na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais e atraiu participantes de todo o país, com a presença de importantes acadêmicos, que trouxeram as últimas inovações e evidências científicas para a laserterapia.

Foram realizadas duas exposições orais: um estudo piloto, comparando o uso do laser de diodo na remoção do vírus HPV e outro trabalho, no qual houve a premiação, utilizando o laser de baixa potência nos músculos da mastigação em pacientes com contração muscular causada por paralisia cerebral.

Baeder, que já participou de outros congressos da área, como o SBPqO – Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica, sentiu o reconhecimento do seu trabalho, cujo objetivo é o de trazer qualidade de vida a pacientes com paralisia. O Doutorando, atuante na área, aponta uma de suas professoras, docente da Universidade há 10 anos, pelo seu sucesso profissional. “A Professora Maria Teresa Botti Rodrigues dos Santos, minha orientadora, [é] uma das pessoas mais humanas e inteligentes que já conheci. Grande parte do que sou profissionalmente devo a ela”.

Ao ser questionado sobre o que levará como experiência por ter participado do congresso, Fernando deixa transparecer o DNA Cruzeiro do Sul, de alunos pesquisadores. “A vontade de cada vez mais fazer Ciência e descobrir caminhos para tentar ajudar a melhorar a condição humana”, afirma.

VI Prêmio Orgulho Autista Brasil

Postado por

Universidade Cruzeiro do SulSeja Bem-vindo ao Blog da Extensão da Cruzeiro do Sul.

Mais posts
em 14/jun/2011 - Sem Comentários

A aluna Adriana Gledys Zink, do programa de Mestrado em Ciências da Saúde da Cruzeiro do Sul, foi uma das vencedoras do VI Prêmio Orgulho Autista Brasil, nas categorias “Imprensa Fotografia Destaque” com a autoria da foto: Autista no Dentista” e “Internet Destaque” pelo blog :
http://www.adrianazink.blogspot.com/

O prêmio é destinado a instituições e pessoas que se destacaram e contribuíram direta ou indiretamente para que autistas e suas famílias pudessem ser ouvidos em suas necessidades de forma significativa.

A premiação é referente aos destaques de 2010 e será realizada no dia 17 de junho de 2011, véspera do Dia do Orgulho Autista, às 10h, nos estúdios da Rádio Nacional de Brasília, com transmissão ao vivo.

A Universidade Cruzeiro do Sul parabeniza a aluna por mais essa conquista!

ASSINE O FEED RSS

Acompanhe nosso blog pelo feed

O BLOG

O objetivo central do veículo é estimular o senso crítico e o poder de reflexão de seus leitores sobre temas que transitam entre conhecimentos científico e de caráter geral.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

TAGS