JUROS DO CHEQUE ESPECIAL FICAM ESTÁVEIS EM NOVEMBRO, DIZ PROCON

A taxa média de juros do cheque especial apresentou leve queda em novembro, mostra levantamento feito em sete instituições bancárias pela Fundação Procon de São Paulo. Os juros médios ficaram em 12,24% ao mês (a.m.), uma redução de 0,04 ponto percentual na comparação com o mês anterior (12,28%).

 

A taxa de juros do empréstimo pessoal ficou em 6,39% a.m., o que indica uma elevação de 0,12 ponto percentual em relação à apuração de outubro. Dos sete bancos analisados, três aumentaram as taxas de juros de empréstimo pessoal.

 

O maior acréscimo ocorreu no Santander, que subiu a taxa de 7,99% para 8,49%, uma variação positiva de 6,26% em relação a outubro. Em seguida, está elevação na taxa oferecida pela Caixa Econômica Federal, de 4,8% para 5%, representando alta de 4,17% em relação a outubro. O Itaú aumentou de 6,26% para 6,43%.

 

Apesar da alta, a Caixa Econômica Federal mantém a menor taxa para empréstimo pessoal entre as instituições pesquisadas. A maior alta é verificada no Santander. Banco do Brasil (5,5%), Bradesco (6,61%), HSBC (7,3%) e Safra (5,4%) mantiveram os juros no mesmo patamar de outubro.

 

As taxas foram apuradas no dia 3 de novembro, considerando o período de 12 meses, referindo-se às máximas pré-fixadas para clientes não preferenciais, independente do canal de contratação.

 

No cheque especial, apenas o Santander elevou a taxa, de 14,84% para 14,95%, uma variação positiva de 0,74%. A única redução foi verificada na Caixa Econômica Federal, que alterou de 11,38% para 10,98%, redução de 3,51%. Os demais bancos mantiveram os valores: Banco do Brasil (11,8%), Bradesco (11,92%), HSBC (13,67%), Itaú (11,93%) e Safra (10,4%). A menor taxa é a do Safra e a maior é do Santander.

 

Fonte: Agência Brasil

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , ,
Comentar

PROCON ESCLARECE O QUE NÃO PODE SER SOLICITADO NA LISTA DE MATERIAL ESCOLAR

Antes de ir às compras pais devem ficar atentos ao que não pode ser pedido. Segundo Procon, escola que pedir material indevido poderá pagar multa.

Neste início de ano alguns pais já receberam a lista de material escolar disponibilizada pelas instituições de ensino. Mas antes de ir às compras é preciso ficar atento porque alguns itens não podem ser solicitados na relação de produtos.

 

De acordo com a coordenadora jurídica do Procon Caruaru, no Agreste de Pernambuco, Cynthia Nunes, a escola não pode pedir material coletivo, nem material de escritório, nem material de higiene. “A instituição só pode pedir o que o aluno for utilizar de forma individual e que seja para o desempenho didático pedagógico dele na escola”.

 

Segundo a coordenadora, a instituição também não pode exigir itens estabelecendo a marca. “Essa é uma condição que não pode ser imposta pela direção da escola. O responsável deve ficar livre para escolher o material que é solicitado ao seu filho.”

 

Cynthia Nunes explicou também que se o responsável não tiver condições de levar todo o material pedido logo no início das aulas pode pedir a escola para levar a outra parte no final do primeiro semestre. “Essa é uma permissão que pode ser feita por lei. Ele tem esse direito, só que ele precisa informar a direção da escola que vai dividir a entrega dos materiais”.

 

Ela informou que de forma alguma a escola pode solicitar uma taxa pelo uso do ar-condicionado. “No ano passado identificamos algumas escolas que cobraram essas taxas e o Procon multou essas escolas. Acreditamos que isso não deve ocorrer este ano, mas qualquer valor que vier fora da mensalidade não pode ser cobrada. Todo custo operacional da escola está incluído na mensalidade”, explica.

 

A coordenadora orientou também que os pais exijam a planilha de custos. “Quando há um reajuste na mensalidade o pai tem direito de saber porque aquela mensalidade sofreu reajuste e isso ele vai ficar sabendo por meio dessa planilha, então a escola tem que disponibilizar”.

 

Se o pai identificar algum abuso na lista ele deve procurar o Procon. O orgão começou com o trabalho de notificação das escolas desde novembro e se alguma escola for flagrada cobrando algum material indevido poderá ser multada. “Até então todas as escolas que foram notificadas para apresentarem a lista de material escolar se apresentaram no Procon, levaram a lista e fizemos os ajustes necessários para que não haja abuso contra o consumidor”, afirma.

 

O Procon Caruaru fica na Avenida Rio Branco, número 315, no Centro da cidade. O telefone da unidade é o (81) 3727-1054.

 

Confira abaixo a relação dos produtos que podem e os que não podem ser solicitados na lista de material.

 

 

Íntegra: Globo.com

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , ,
Comentar

BLACK FRIDAY É AMANHÃ: LISTA DO PROCON MOSTRA LOJAS PERIGOSAS

Depois do fracasso no ano passado, quando várias lojas brasileiras foram flagradas maquiando preços, sem dar os descontos prometidos, o Black Friday deste ano ganha uma ajuda poderosa.

 

 

O Procon fez uma longa lista das lojas que devem ser evitadas pelo consumidor.

 

O Black Friday é uma promoção tradicional americana, que durante 24 horas vende produtos eletrônicos com descontos bem atraentes.

 

Este ano o Black Friday brasileiro será sexta-feira, dia 29 de novembro.

 

A lista
Antes de ir às compras dê uma olhada na longa lista preparada pelo Procon, das 375 lojas que devem ser evitadas.

 

Acesse a lista do Procon aqui.

 

Os estabelecimento listados tiveram reclamações registradas no Procon, foram notificados, mas não responderam, ou não foram encontrados.
Ainda segundo o órgão, a maioria das queixas tem como fundamento irregularidades na prática do comércio eletrônico como, por exemplo, falta de entrega do produto.
Esta lista é produzida desde 2011 e é atualizada periodicamente pelo Procon-SP.

 

Íntegra Só notícia boa

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.