EXPOSIÇÃO “CORAÇÕES PARTIDOS” FINALIZA COM DOAÇÃO DE RETRATO DE RENATO RUSSO

Obra será para o Museu Senado, entregue por Carmem Manfredini, mãe do cantor, e por Valéria Diaz, autora exposição

A exposição “Esperança: Corações Partidos” finalizou mais um ciclo nesta próxima terça (1), no Museu Senado. O projeto é uma idealização da artista plástica Valéria Diaz, em busca do universo da beleza feminina encarcerada na COLMEIA, penitenciária feminina do Distrito Federal.

 

A exposição, que já passou pela Livraria Cultura, Ministério da Aeronáutica e pela COLMEIA, encerra sua etapa no Museu do Senado com doação de retrato do cantor Renato Russo ao acervo do Museu, obra também feita por Valéria, simbolizando a passagem da artista pelo espaço. A entrega será feita pela artista e por Carmem Manfredini, mãe do cantor.

 

Neste mês de março, o projeto segue na sua função social, com 40 horas de aulas de pintura e história da arte para as 13 detentas que fazem parte do projeto. E a exposição segue para o Deck Norte, onde fica de 02 de março a 06 de abril.

 

Esperança: Corações Partidos

Esperança, Corações Partidos é uma idealização da artista plástica Valéria Diaz, em busca do universo da beleza feminina encarcerada na COLMEIA, penitenciária feminina do Distrito Federal. O propósito é desenvolvido a partir de incursão da artista no universo de mulheres presidiárias de bom comportamento da COLMEIA e na realização de oficinas de pintura na penitenciária. Constituído nas histórias de vida de 13 detentas, sentenciadas, da Penitenciária Feminina do DF e no resgate da autoestima e do orgulho de ser mulher, o projeto objetiva a criação da coleção Esperança, Corações Partidos, um conjunto de 13 obras de arte desenvolvidas por Valéria Diaz.

 

Numa leitura feita através dos traços dos seus rostos, mesmo sofridos e marcados pelas experiências amargas da vida, vendo além da contraventora e reconhecendo a mulher que se redescobre no sonho de recomeçar e ser vencedora, Valéria Diaz retrata com a técnica Acrílica Sobre Alumínio com referências ao estilo POP ART, a beleza, a força e a feminilidade. Com sensibilidade, retrata os traços diversos do feminino destas mulheres e suas histórias, amores e desamores, dores e sonhos. E com o intercâmbio entre gêneros artísticos, é acrescentado ao projeto a linguagem da poesia, em 13 sonetos poetizados pelo poeta João Santana, sob a perspectiva de admiração e atração dualística pela entidade mulher e na força das histórias de dor e esperança, paixão e fúria, pranto e riso.

 

Valéria Diaz

Valéria é pernambucana, residente no Distrito Federal, onde desenvolve diversos projetos de vida, dentre eles sua arte maior, as Artes Plásticas. Formada em Desenho Industrial, a artista possui um extenso currículo de projetos, exposições e premiações no Brasil e no exterior.

 

Serviço

Data: 2 de março a 10 de abril

Hora: 18h

Local: Deck Norte, Brasília/DF

Informações: (61) 9977-5925

Entrada franca

 

Fonte: Jornal de Brasília com adaptações

Categoria: Cult
Tags: , , , , , ,
1 Comentário

DEPOIS DE 25 ANOS E 11 DIAS, RENATO RUSSO ‘VOLTA’ PARA SHOW EM BRASÍLIA

Apresentação no Estádio Nacional, em 1988, foi marcado por confusão. Show no mesmo local, neste sábado (29) terá holograma do cantor.

Do G1 DF

 

O show “Renato Russo Sinfônico”, que acontece neste sábado (29), às 20h, no Estádio Nacional Mané Garrincha, vai acontecer exatamente 25 anos e 11 dias depois da última apresentação da Legião Urbana em Brasília. No dia 18 de junho de 1988, uma grande confusão se formou depois que a banda decidiu deixar o palco após 50 minutos de música.

 

Cantor Renato Russo (Foto: Divulgação)

 

 

Um fã invadiu o local de apresentação e agarrou o cantor no meio da música “Conexão Amazônica”. Antes disso, bombinhas e outros objetos foram atirados contra os músicos. Renato xingou o público e também foi xingado.

 

“E você não sabe o efeito psicológico de uma bomba no palco. Você fica olhando para aquela coisa, assim, brilhando, e você não sabe se aquele negócio vai explodir”, afirmou o cantor em entrevista à TV Globo.

 

O público começou a promover um quebra-quebra a entrar em confronto com a Polícia Militar. Mais de 50 mil pessoas lotavam o estádio na ocasião. Muitos acabaram entrando sem pegar. No meio do tumulto, o artista chegou a ameaçar um policial que agredia um fã da banda.

 

Por conta dos incidentes, o cantor Renato Russo sempre dizia que nunca mais voltaria a cantar em Brasília porque a cidade não oferecia estrutura para um evento de grandes proporções.

 

Apesar disso, o filho do cantor, Giuliano Manfredini, disse que o pai tinha o sonho de se apresentar na cidade novamente. “Agora, vamos realizar esse sonho dele”, afirmou.

 

Show
O cantor e compositor Renato Russo, morto há 17 anos, “volta” ao palco de Brasília para cantar ao lado da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional. Uma tecnologia inédita no Brasil, e utilizada apenas uma vez no mundo, vai permitir que o público possa ver e ouvir o ex-líder da Legião Urbana, cantando uma de suas músicas. O show terá ainda a participação de diversos artistas, que vão interpretar algumas das canções mais conhecidas do compositor.

 

E você não sabe o efeito psicológico de uma bomba no palco. Você fica olhando para aquela coisa, assim, brilhando, e você não sabe se aquele negócio vai explodir”

 

Renato Russo, cantor e compositor

 

Subirão ao palco ao lado da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional os artistas Alexandre Carlo (vocalista do Natiruts), André Gonzales (do Móveis Coloniais de Acaju), a violinista Ann Marie Calhoun, DJs Criolinas, Ellen Oléria, Fernanda Takai, Hamilton de Holanda, Ivete Sangalo, Jerry Adriani, Jorge dü Peixe (do Nação Zumbi), Luiza Possi, Lobão, Sandra de Sá, Zélia Duncan e Zizi Possi.

 

Sob regência do maestro Claudio Cohen, a orquestra vai executar músicas da Legião Urbana e composições da carreira-solo de Renato Russo. A principal atração do evento vai ser a projeção de um holograma do cantor, para a interpretação de uma ou duas músicas.

 

“[A ideia desse show] é purificar tudo aquilo que aconteceu, toda aquela imagem que pareceu negativa naquele momento, vai se purificar ou se transformar através da música, da paz, da mensagem que é, da letra e de vários artistas participando”, afirma o maestro Cohen.

 

O cantor Renato Russo, durante entrevista à TV Globo
(Foto: Reprodução/TV Globo)

 

De acordo com o produtor musical Rafael Ramos, o show terá uma hora e meia de música e exibição de vídeos com entrevistas e depoimentos. Está prevista a apresentação de 14 a 16 composições.

 

A tecnologia usada para trazer o cantor ao palco do Estádio Mané Garrincha é inédita no Brasil, segundo os produtores do evento. A projeção, que está a cargo do produtor e diretor Mark Lucas, que já trabalhou com bandas como Pearl Jam e Red Hot Chili Peppers, só foi utilizada até o momento em um show em homenagem ao rapper Tupac Shakur, no ano passado.

 

A apresentação foi anunciada pelo filho de Renato Russo, Giuliano Manfredini, a Legião Urbana Produções e o governador Agnelo Queiroz, no fim de fevereiro.

 

Govenador Agnelo, produtor André Noblate e o filho
de Renato Russo, Giuliano Manfredini, durante
anúncio do show (Foto: Lucas Nanini/G1)

 

“O GDF entra nessa parceria oferecendo o estádio, como parte dos eventos de inauguração do Mané Garrincha, para mostrar que ele é realmente multiuso. O Renato projetou o nome de Brasíliax, que é a cidade do rock. A tecnologia vai permitir por alguns minutos tê-lo de volta com a gente”, afirmou o governador Agnelo.

 

“A tecnologia vai permitir absorver a energia do meu pai no palco. Será uma homenagem à cidade e ao meu pai. Escolhemos o Mané Garrincha porque foi o lugar onde houve o último show e teve aquela confusão. Esse evento, na verdade, era um sonho do meu pai, junto com o maestro Silvio Barbato. Infelizmente não foi possível realizar com ele em vida, mas agora estamos realizando essa vontade dele”, afirmou Manfredini.

 

Venda de ingressos
Dos 45 mil ingressos para o show “Renato Russo Sinfônico”, restam apenas 10 mil para serem vendidos, na última terça-feira (25), quando começou a comercialização do terceiro e último lote de entradas.

 

Mapa do Estádio Nacional indicando local do palco e visão da plateia para o show “Renato Russo Sinfônico”, que acontece neste sábado (25), em Brasília (Foto: Andrey Hermuche/Divulgação)

 

A produção do evento informou que 10 mil ingressos serão destinados ao governo do Distrito Federal para serem distribuídos em escolas e entidades assistenciais. A arena tem capacidade para 72 mil pessoas, mas os organizadores limitaram a área de venda para que todo o público possa ver o holograma de Renato Russo.

 

O preço dos ingressos continua o mesmo. Os tickets custam R$ 50 (arquibancada superior), R$ 80 (arquibancada inferior e arquibancada vip), R$ 100 (pista), R$ 200 (pista em frente ao local onde será projetado o holograma do cantor) e R$ 300 (camarote). Os valores são referentes à meia-entrada (veja postos de venda abaixo).

 

Pontos de venda de ingressos

 

Free Corner (5 lojas) – 304 sul / Conjunto Nacional / Brasília Shopping / Gilberto Salomão / Sudoeste
Zimbrus (3 lojas) – Pier 21 / 305 sul / Águas Claras
Clube Melissa (3 lojas) – Park Shopping
 / Taguatinga Shopping
 / Conjunto Nacional
Central de Ingressos – Brasília Shopping

 

Fonte: G1 (Íntegra)

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , ,
1 Comentário

TECNOLOGIA INÉDITA TRAZ RENATO RUSSO A PALCO EM SHOW EM BRASÍLIA

Cantor surge como holograma dia 29, às 20h, no Estádio Mané Garrincha. Orquestra do Teatro Nacional acompanha outras 15 atrações no show.

Lucas Nanini Do G1 DF

 

O cantor e compositor Renato Russo, morto há 17 anos, “volta” ao palco de Brasília para cantar ao lado da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional. Uma tecnologia inédita no Brasil, e utilizada apenas uma vez no mundo, vai permitir que o público possa ver e ouvir o ex-líder da Legião Urbana, cantando uma de suas músicas. O show, que acontece no próximo dia 29, às 20h, no Estádio Mané Garrincha, terá ainda a participação de diversos artistas, que vão interpretar algumas das canções mais conhecidas do compositor.

 

Cantor Renato Russo (Foto: Divulgação)

Subirão ao palco ao lado da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional os artistas Alexandre Carlo (vocalista do Natiruts), André Gonzales (do Móveis Coloniais de Acaju), a violinista Ann Marie Calhoun, DJs Criolinas, Ellen Oléria, Fernanda Takai, Hamilton de Holanda, Ivete Sangalo, Jerry Adriani, Jorge dü Peixe (do Nação Zumbi), Luiza Possi, Lobão, Sandra de Sá, Zélia Duncan e Zizi Possi.

 

Sob regência do maestro Claudio Cohen, a orquestra vai executar músicas da Legião Urbana e composições da carreira-solo de Renato Russo. A principal atração do evento vai ser a projeção de um holograma do cantor, para a interpretação de uma ou duas músicas.

 

De acordo com o produtor musical Rafael Ramos, o show terá uma hora e meia de música e exibição de vídeos com entrevistas e depoimentos. Está prevista a apresentação de 14 a 16 composições.

 

A produção do evento não informou se os músicos que fizeram parte da Legião Urbana, como o guitarrista Dado Villa-Lobos e o baterista Marcelo Bonfá, vão participar do show.

 

Alexandre, vocalista do Natiruts, que vai participar do show “Renato Russo Sinfônico” (Foto: Jefferson Bernardes/Divulgação)

 

A tecnologia usada para trazer o cantor ao palco do Estádio Mané Garrincha é inédita no Brasil, segundo os produtores do evento. A projeção, que está a cargo do produtor e diretor Mark Lucas, que já trabalhou com bandas como Pearl Jam e Red Hot Chili Peppers, só foi utilizada até o momento em um show em homenagem ao rapper Tupac Shakur, no ano passado.

 

A cantora Luiza Possi,
(Foto: Carol Caminha/Divulgação)

 

A apresentação foi anunciada pelo filho de Renato Russo, Giuliano Manfredini, a Legião Urbana Produções e o governador Agnelo Queiroz, no fim de fevereiro.

 

“O GDF entra nessa parceria oferecendo o estádio, como parte dos eventos de inauguração do Mané Garrincha, para mostrar que ele é realmente multiuso. O Renato projetou o nome de Brasília, que é a cidade do rock. A tecnologia vai permitir por alguns minutos tê-lo de volta com a gente”, afirmou o governador Agnelo.

 

“A tecnologia vai permitir absorver a energia do meu pai no palco. Será uma homenagem à cidade e ao meu pai. Escolhemos o Mané Garrincha porque foi o lugar onde houve o último show e teve aquela confusão. Esse evento, na verdade, era um sonho do meu pai, junto com o maestro Silvio Barbato. Infelizmente não foi possível realizar com ele em vida, mas agora estamos realizando essa vontade dele”, afirmou Manfredini.

 

A cantora Ellen Oléria (Foto: Lucas Nanini/G1)

 

Venda de ingressos
Foram colocados à venda 47 mil ingressos. As vendas tiveram início no último dia 7. O primeiro lote de entradas aconteceu durante dois dias e aconteceu exclusivamente pela internet. As vendas em geral foram abertas no dia 9 (veja postos de venda abaixo).

 

Os ingressos custam R$ 50 (arquibancada superior), R$ 80 (arquibancada inferior e arquibancada vip), R$ 100 (pista), R$ 200 (pista em frente ao local onde será projetado o holograma do cantor) e R$ 300 (camarote). Os valores são referentes à meia-entrada. Cerca de 47 mil ingressos serão colocados à venda.

 

 

O cantor Lobão, um dos primeiros a confirmarem presença no evento. No twitter, o músico afirmou que vai cantar a música “Perfeição”, do disco “O descobrimento do Brasil” (Foto: Fabio Rodrigues/G1)

 

“Aqueles que não têm a carteirinha de estudantes vão poder pagar meia levando um agasalho”, afirma o produtor executivo do show, André Noblat. Segundo o produtor, as peças arrecadadas serão destinadas à Secretaria de Desenvolvimento Social do Distrito Federal (Sedest).

 

Govenador Agnelo, produtor André Noblate e o filho
de Renato Russo, Giuliano Manfredini, durante
anúncio do show (Foto: Lucas Nanini/G1)

 

No mesmo palco
O show vai acontecer exatamente 25 anos e 11 dias depois da última apresentação da Legião Urbana em Brasília. No dia 18 de junho de 1988, uma grande confusão se formou depois que a banda decidiu deixar o palco após 50 minutos de música.

 

Um fã invadiu o local de apresentação e agarrou o cantor no meio da música “Conexão Amazônica”. Antes disso, bombinhas e outros objetos foram atirados contra os músicos. Renato xingou o público e também foi xingado. No momento da confusão, ele gritou contra os policiais.

 

O público começou a promover um quebra-quebra a entrar em confronto com a Polícia Militar. Mais de 50 mil pessoas lotavam o estádio na ocasião. Muitos acabaram entrando sem pegar.

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , , , ,
Comentar

GDF CONFIRMA IVETE SANGALO NO SHOW ‘RENATO RUSSO SINFÔNICO’, EM BRASÍLIA

Lobão, Iggor Cavalera e Zélia Duncan também já confirmaram presença.

Isabella Melo e Lucas Nanini Do G1 DF (Íntegra)

 

O Governo do Distrito Federal informou nesta terça-feira (28) que a cantora Ivete Sangalo confirmou sua participação no show “Renato Russo Sinfônico”, que acontece no próximo dia 29 de junho, no estádio Mané Garrincha. Segundo a produção do evento, que marca a inauguração do espaço como arena multi-uso, também já confirmaram presença o cantor Lobão, a cantora Zélia Duncan e o ex-baterista do Sepultura, Iggo Cavalera.

 

Cantora Ivete Sangalo, que confirmou a participação no show “Renato Russo Sinfônico”, segundo o GDF (Foto: Jefferson Bernardes/Preview.com, Divulgação)

 

O show “Renato Russo Sinfônico” vai reunir a Orquestra do Teatro Nacional de Brasília, sob regência do maestro Claudio Cohen, e diversos artistas brasileiros interpretando músicas da banda de Brasília e da carreira-solo do cantor e compositor. O ex-líder da banda Legião Urbana vai aparecer como holograma em uma ou duas músicas.

 

A tecnologia usada para trazer o cantor ao palco do Estádio Mané Garrincha é inédita no Brasil, segundo os produtores do evento. A projeção está a cargo do produtor e diretor Mark Lucas, que já trabalhou com bandas como Pearl Jam e Red Hot Chili Peppers.

 

Cantor Renato Russo, que vai aparecer como holograma em show no próximo dia 29 de junho, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (Foto: Divulgação)

 

Segundo o produtor executivo do show, André Noblat, que também faz parte do movimento “Brasília Capital do Rock”, o valor do espetáculo ainda não está definido. “Não dá para dizer quanto vai custar o show porque depende de uma série de fatores, como o cachê dos músicos convidados e o desenho do palco.”

 

A tecnologia vai permitir absorver a energia do meu pai no palco. Será uma homenagem à cidade e ao meu pai. Escolhemos o Mané Garrincha porque foi o lugar onde houve o último show e teve aquela confusão. Esse evento, na verdade, era um sonho do meu pai”

 

Giuliano Manfredini,
filho do cantor Renato Russo

 

O evento foi contemplado pela Lei Rouanet, com financiamento de R$ 4,5 milhões. Os produtores estão captando recursos. Os valores do evento não foram divulgados.

 

O show foi anunciado pelo filho de Renato Russo, Giuliano Manfredini, a Legião Urbana Produções e o governador Agnelo Queiroz, no fim de fevereiro. “O GDF entra nessa parceria oferecendo o estádio, como parte dos eventos de inauguração do Mané Garrincha, para mostrar que ele é realmente multiuso. O Renato projetou o nome de Brasília, que é a cidade do rock. A tecnologia vai permitir por alguns minutos tê-lo de volta com a gente”, afirmou o governador Agnelo.

 

“A tecnologia vai permitir absorver a energia do meu pai no palco. Será uma homenagem à cidade e ao meu pai. Escolhemos o Mané Garrincha porque foi o lugar onde houve o último show e teve aquela confusão. Esse evento, na verdade, era um sonho do meu pai, junto com o maestro Silvio Barbato. Infelizmente não foi possível realizar com ele em vida, mas agora estamos realizando essa vontade dele”, afirmou Manfredini.

 

Governador Agnelo Queiroz, produtor André Noblat e o filho
de Renato Russo, Giuliano Manfredini, durante anúncio
do show em homenagem ao cantor (Foto: Lucas Nanini/G1)

 

O show
De acordo com o produtor musical Rafael Ramos, o show terá uma hora e meia de música e exibição de vídeos com entrevistas e depoimentos. Está prevista a apresentação de 16 a 20 composições. Os músicos que fizeram parte da Legião Urbana, como o guitarrista Dado Villa-Lobos e o baterista Marcelo Bonfá, ainda não estão confirmados.

 

Segundo a produção, nomes internacionais como o do guitarrista do Eurythmics, Dave Stewart, estão sendo cogitados. “Estamos em fase final de negociação”, disse Ramos.

 

A cantora italiana Laura Pausini, de quem Renato gravou a canção “Strani Amore”, também será convidada. Laura e o líder da Legião  apareceram juntos em uma versão da música, lançada pouco depois da morte do cantor, em outubro de 1996.

 

No mesmo palco
O show vai acontecer exatamente 25 anos e 11 dias depois da última apresentação da Legião Urbana em Brasília. No dia 18 de junho de 1988, uma grande confusão se formou depois que a banda decidiu deixar o palco após 50 minutos de música.

 

Um fã invadiu o local de apresentação e agarrou o cantor no meio da música “Conexão Amazônica”. Antes disso, bombinhas e outros objetos foram atirados contra os músicos. Renato xingou o público e também foi xingado. No momento da confusão, ele gritou contra os policiais.

 

O público começou a promover um quebra-quebra a entrar em confronto com a Polícia Militar. Mais de 50 mil pessoas lotavam o estádio na ocasião. Muitos acabaram entrando sem pegar.

 

Em entrevistas concedidas à imprensa, o cantor Renato Russo sempre dizia que nunca mais voltaria a cantar em Brasília porque a cidade não oferecia estrutura para um evento de grandes proporções.

Categoria: Fique de Olho
Tags: , , , , , ,
Comentar

VEJA O TRAILER DO FILME DE RENATO RUSSO: “SOMOS TÃO JOVENS”

O esperado filme “Somos Tão Jovens” estreia no dia 3 de maio de 2013, portanto daqui a dois meses.

 

Esta semana a produção do longa divulgou o trailer da película, que pretende contar uma parte da história de Renato Russo.

 

Estrelado por Thiago Mendonça, no papel de Renato Russo, o filme irá exibir o início da carreira do poeta que comandava a Legião Urbana.

 

O longa vai reproduzir o sonho de Renato em ser um astro do rock, sua rotina como estudante, seus dias como professor de inglês, seus primeiros acordes à frente do Aborto Elétrico, sua primeira banda, e, é claro, o nascimento da Legião Urbana.

 

Segundo a descrição do trailer, “Somos Tão Jovens” apresenta os primeiros acordes do mito Renato Russo (entre 1976 e 1982) e da turma do Rock Brasília, criadora de sucessos como “Que País é Este”, “Geração Coca-Cola”, “Eduardo e Mônica” e muitas outras músicas que marcam e transformam fãs geração após geração.

 

Veja o trailer:

 

Íntegra Só notícia boa

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

SHOW DE RENATO RUSSO PODERÁ INAUGURAR NOVO ESTÁDIO NACIONAL DE BRASÍLIA

Fãs de Renato Russo poderão relembrar sucessos do cantor, morto 1996, na inauguração do novo Estádio Nacional de Brasília – Mané Garrincha, em abril.

 

Uma empresa negocia a possibilidade de apresentar um holograma do cantor e compositor da Legião Urbana para animar a festa, marcada para o dia do aniversário da capital, 21 de abril, como já adiantou o SoNoticiaBoa.com.br em setembro.

 

A intenção é fazer um show semelhante ao que a Banda de Elvis Presley tem feito pelo mundo, com uma banda ao vivo, acompanhando o cantor, no centro do palco, em uma projeção quase real, em alta definição.

 

A Secretaria Extraordinária da Copa afirma que não tem orçamento fechado para o espetáculo, mas os produtores estimam que a projeção custaria mais de 6 milhões de reais.

 

Se der certo, o projeto Renato Russo Sinfônico pretende convidar Criolo, Caetano Veloso e Maria Gadú para interpretar as músicas do cantor.

 

Com informações da BandNews FM

 

Íntegra Só notícia boa

Categoria: Acontece
Tags: , , , , , , ,
4 Comentários

O ESTÁDIO MANÉ GARRINCHA SERÁ INAUGURADO COM SHOW DE RENATO RUSSO

O cantor aparecerá em hologramas

 

Você já deve ter lido aqui no blog, algumas matérias relacionadas a shows em hologramas. A nova moda parece ter dado certo. Tanto é que vai chegar à Brasília.

 

A inauguração do novo estádio Mané Garrincha, que passará a se chamar Estádio Nacional de Brasília, contará com o show do cantor Renato Russo, morto em 1996. Renato interpretará canções que marcaram a carreira dele e da banda ao som da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional.  O pedido foi feito pelo filho do cantor.

 

Fonte: Época

 

Categoria: Acontece
Tags: , , , , , , ,
1 Comentário
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.