SETOR DE SERVIÇOS TEM QUEDA DE 4,8% EM SETEMBRO, MOSTRA PESQUISA DO IBGE

O setor de serviços do país recuou 4,8%, em setembro de 2015, em comparação a setembro de 2014, informou pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Segundo o gerente da pesquisa do IBGE, Roberto Saldanha, os serviços profissionais – que recuaram 8,1% – tiveram destaque no desempenho negativo dos serviços.

 

Saldanha acrescentou que, no âmbito dos serviços, houve uma queda ainda mais preocupante: os serviços técnicos profissionais, que caíram 16%. O gerente informou que esse baixo desempenho ocorreu em decorrência da desmobilização de serviços de engenharia, em setembro de 2015, envolvendo principalmente as áreas de petróleo e gás.

 

Também contribuiu para a queda do setor o baixo desempenho dos serviços administrativos, que caíram 5,3% no mês. Essa queda, segundo Saldanha, ocorreu em razão da baixa atividade das empresas de segurança e limpeza.

 

A pesquisa mostra ainda que houve queda nos serviços auxiliares de transportes e correios. Esse segmento caiu 6,4% em setembro, em decorrência da retração do transporte rodoviário de cargas. A retração na área de transporte de carga foi originada, segundo o gerente do IBGE, pela baixa demanda da indústria.

 

Fonte: Agência Brasil

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , ,
Comentar

DER COMEÇA A MULTAR MOTORISTA INFRATOR FLAGRADO POR CÂMERAS NO DF

10 equipamentos serão usados; outros 4 devem ser instalados em fevereiro. Infrações mais comuns são andar pelo acostamento e ultrapassagem proibida.

Começou nesta segunda-feira (3) a aplicação de multas para quem for flagrado por câmeras de vídeo cometendo irregularidades em estradas e rodovias do Distrito Federal. Dez equipamentos serão usados pelo Departamento de Estradas de Rodagem com essa finalidade – outros quatro devem ser instalados até 15 de fevereiro.

 

Segundo o superintendente de Trânsito do DER, Murilo Melo, a expectativa é de que os números de acidentes e infrações diminuam, já que os motoristas sabem que serão observados 24 horas. “As infrações mais recorrentes que registramos são: andar pelo acostamento, fazer ‘gato’ e ultrapassagens proibidas”, afirma.

 

Instaladas inicialmente para ajudar a precisar o endereço e reduzir o tempo de socorro em acidentes de trânsito, as câmeras possuem zoom óptico de 35 vezes, visualizam a infração a até 500 metros de distância e armazenam automaticamente os dados dos últimos 30 dias, ou por mais tempo, conforme comando do operador.

 

A autuação por meio das câmeras foi regulamentada pelo Conselho Nacional de Trânsito em dezembro do ano passado. Para atender às determinações do órgão, o DER instalou 24 placas de sinalização nas vias monitoradas.

 

Veja onde estão instaladas as câmeras de videomonitoramento:


1) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-075 (EPNB);
2) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-095 (Estrutural);
3) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-085 (EPTG);
4) Cruzamento da DF-003 (EPIA) com a DF-051 (EPGU);
5) DF-003 (EPIA) – Balão do Torto;
6) Cruzamento da DF-085 (EPTG) com a DF-087 (EPVL);
7) Cruzamento da DF-047 (EPAR) com a DF-051 (EPGU);
8) DF-002 Norte (Eixão – altura 206/208 Norte);
9) DF-002 Sul (Eixão – altura 206/208 Sul);
10) DF-075 (EPNB) – altura do Balão Riacho Fundo

 

 

Íntegra: G1

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
Comentar

É PRECISO CHECAR ITENS BÁSICOS DE SEGURANÇA DOS TRANSPORTES ESCOLARES

Muitos pais recorrem aos serviços sem antes verificar alguns pontos. No ano passado, o total de irregularidades flagradas pelo Detran cresceu mais de 50%

O início do ano letivo se aproxima e as famílias começam a pensar na organização da rotina das crianças. Em alguns casos, fica difícil conciliar o expediente dos pais com a entrada e a saída dos filhos nas escolas. Uma das soluções usuais é o transporte escolar. Para se precaver, os pais devem estar atentos a uma lista de itens para garantir a segurança e o conforto dos pequenos. Dos 1.453 veículos cadastrados no Departamento de Trânsito do DF (Detran), 1.053 possuem autorização para circular. Muitas empresas oferecem esse serviço sem cumprir qualquer pré-requisito exigido pelo Detran.

 

A servidora Calléria Witczak sempre contratou uma van para levar os filhos, João Marcos e Clarissa, à escola sem problemas graves

 

 

Calléria Cavalcante Monteiro Witczak, 43 anos, é servidora pública e entra no trabalho ao meio-dia. O horário nunca permitiu a ela levar ou buscar os filhos, João Marcos, 12 anos, e Clarissa, 9, na escola. “Desde os 3 anos, eles vão de van para a aula”, conta. Moradora do Sudoeste, ela havia os matriculado em um colégio na mesma região administrativa. Mas decidiu trocá-los de escola e hoje os filhos estudam na 913 Sul. Cliente do serviço de transporte há nove anos, Calléria não se arrepende. “Nunca tive problemas graves, apenas brigas entre as crianças e o início de bullying com meu filho. Quando ele me contou, conversei com o motorista. Disse que ele não poderia permitir que esse tipo de episódio acontecesse”, afirmou.

 

Íntegra: Correioweb

Categoria: Em pauta
Tags: , , , ,
Comentar

DICAS DE SEGURANÇA NA DECORAÇÃO DE NATAL

Decorar a casa com luzes nessa época do ano já virou tradição em todo o mundo. Entretanto, alguns cuidados devem ser tomados para que esse clima festivo não cause um acidente doméstico, nem riscos mais graves, como de incêndio.

 

 

Veja uma lista abaixo com dicas da Allianz Seguros, que traz algumas dicas de segurança na decoração de Natal.

 

1. Evite usar spray de neve em pó ao decorar a árvore de Natal, pois o uso de spray ajuda a propagar o fogo.

2. Se usar velas de cera para decorar a casa, certifique-se de que elas estejam em um local bem visível e colocadas longe de outras decorações que possam ser inflamáveis.

3. Nunca deixe velas acesas sem supervisão e certifique-se de deixá-las fora do alcance de crianças e animais.

4. Se usar luzinhas pica-pisca decorativas, certifique-se de que estejam em bom estado, porque elas podem pegar fogo facilmente.

5. Certifique-se de que a árvore esteja bem colocada e que não haja perigo de ela cair ou de alguém tropeçar nela.

6. Posicione as árvores de Natal o mais longe possível de aparelhos de aquecimento ou outros aparelhos eletrônicos.

 

Íntegra: VilaMulher

Categoria: Em pauta
Tags: , , ,
Comentar

DISPOSITIVO AJUDA PAIS A ENCONTRAREM FILHOS PERDIDOS PELO CELULAR

Criado um equipamento para ajudar os pais a encontrarem os filhos, caso eles se percam.

Ele chama-se Guardian.

É uma espécie de pulseira – para as crianças – que envia informações para o smartphone dos pais, indicando a localização exata delas.

A pulseira pode ser colocada no braço, no pé, ou ficar presa à camiseta.

Ela é à prova d’água e tem um aplicativo pra iOS.

Com o Guardian, os pais podem conectar seus smartphones aos braceletes dos filhos e assim receber informação via Bluetooth 4.0.

Os pais podem configurar o sistema pra um perímetro de segurança (máximo de 70 metros) e, caso a criança saia ou seja levada pra fora desse espaço, o sistema manda uma notificação.

 

O Guardian também permite compartilhar a informação com outros pais que também tenham o aplicativo, para informar o “sumiço” da criança.

 

Assim, quem estiver mais próximo pode localizá-la, com a ajuda do Guardian, e o pai será avisado através da nuvem.

 

Veja como o sistema funciona no vídeo abaixo:

 

Com informações do Hypeness.

 

Íntegra Só notícia boa

Categoria: Acontece
Tags: , , , , ,
Comentar

DF TEVE 14 CASOS DE SEQUESTROS RELÂMPAGOS EM LOCAIS PÚBLICOS SÓ EM OUTUBRO

O roubo com restrição de liberdade de uma mulher no estacionamento do ParkShopping expõe, mais uma vez, a vulnerabilidade dos estacionamentos pagos do Distrito Federal

Parar o carro em um estacionamento privado deixou de ser sinônimo de segurança no Distrito Federal. Seguidas ocorrências de furtos, roubos e sequestros relâmpagos retomaram a discussão sobre o sistema de vigilância particular. Basta circular por diferentes prédios da capital para ver que o preço cobrado por esses ambientes supostamente protegidos é alto, mas nem sempre o valor é proporcional ao conforto.

 

A vaga no estacionamento privado do ParkShopping custa R$ 3,60 a hora: custo alto para pouca segurança

 

Dos 49 roubos com restrição de liberdade registrados no DF em outubro, 14 (29%) aconteceram em estacionamentos de shoppings, do comércio de rua, de clubes, de boates e de academias. Em 39 ocorrências (80% dos casos), a vítima estava sozinha.

 

O sequestro de uma mulher de 61 anos no estacionamento pago do ParkShopping na última quarta-feira expôs, outra vez, a vulnerabilidade dessas áreas privadas — a vaga custa R$ 3,60 a hora. O caso aconteceu por volta das 16h. A vítima estava prestes a sair do local com o carro, mas acabou abordada por um homem que disse estar armado. Segundo o depoimento dela, o bandido abriu a porta do veículo, ordenou que ela passasse para o banco do passageiro e assumiu a direção. Menos de 1km depois, na entrada do Guará, ele parou, recolheu aparelho celular e dinheiro e a deixou na pista. Ela voltou a pé para o shopping.

 

Por meio de nota, o empreendimento alegou que “está analisando as imagens de segurança e disponibilizará para as autoridades policiais todo o material necessário”. O Correio esteve no centro comercial e constatou que a segurança da área externa é feita por mais de 15 vigilantes. A reportagem identificou câmeras apenas nas catracas de retirada do tíquete de estacionamento.

 

Fonte: Correio Braziliense (íntegra)

Categoria: Acontece
Tags: , , , ,
Comentar

ESTRADAS GANHAM ACOSTAMENTOS PARA MANDAR SMS: EVITAR ACIDENTES

É tão grande a quantidade de motoristas que insistem em mandar mensagens pelo celular, enquanto dirigem, que foram criados espaços especiais nas estradas de Nova York para estacionar e enviar torpedos.

 

Foto: Flickr

 

 

Desde a semana passada as rodovias do estado americano ganharam placas de sinalização com os dizeres : “Text Stops”, ou “Paradas de Texto”.

 

Os motoristas ganharam 91 novos trechos de acostamento criados para este fim.

 

A novidade foi anunciada pelo governador de Nova York, Andrew Cuomo.

 

A intenção é reduzir os índices de acidentes causados pelo o uso do celular ao volante.

 

Nos Estados Unidos quase 50% dos jovens digitam mensagens enquanto dirigem.

 

A legislação também endureceu.

 

Agora, quem for pego se arriscando com o smartphone nas mãos junto com o volante leva 5 pontos na carteira, paga pelo menos 150 dólares de multa (quase 350 reais) e pode até perder a licença para dirigir.

 

Íntegra Só Notícia Boa

Categoria: Acontece
Tags: , , , , ,
Comentar

LEI QUE PROÍBE VENDA E FABRICAÇÃO DE ARMAS DE BRINQUEDO DIVIDE OPINIÕES

A regra entrará em vigor em até 10 meses

As armas de brinquedo devem sair de circulação no Distrito Federal em até 10 meses, mas a polêmica sobre a proibição delas parece estar longe do fim. A Lei Distrital nº 5.180, de 2013, sancionada há nove dias, impede a fabricação, a comercialização e a distribuição das peças semelhantes ou não aos armamentos convencionais. Estão inclusas as que disparam balas, bolas, espuma, luz, laser e assemelhados, as que produzam sons ou as que projetam quaisquer substâncias. A aprovação da norma repercutiu nacionalmente e também fora do Brasil, com reportagem no jornal britânico The Guardian.

 

Entre as armas de brinquedo proibidas pela nova legislação distrital, estão as que disparam bala, bola, espuma, luz e laser

 

A medida, que também divide opiniões entre os brasilienses, deve ser regulamentada em até 120 dias pelo governo local. A partir daí, os comerciantes terão seis meses para acabar com os estoques. As lojas que insistirem em desrespeitar a lei receberão advertências por escrito. As multas variam entre R$ 5 mil e R$ 100 mil, além de sanções, como suspensão de atividades do comércio por 30 dias ou cassação da licença de funcionamento.

 

Mesmo com o prazo distante, a discussão sobre a abrangência e a eficácia da medida reacendeu um antigo debate sobre a influência de instrumentos lúdicos na violência entre as crianças. Pais, psicólogos, lojistas, especialistas em segurança pública e em primeira infância têm diferentes pontos de vista para a questão, alguns divergentes, outros complementares.

 

Antes de opinar sobre os efeitos da regulamentação, a subsecretária de Proteção às Vítimas de Violência (Pró-vítima), Valéria de Velasco, lembra que a norma surgiu a partir de um trabalho desenvolvido em Ceilândia, por meio do projeto Arma não é brinquedo. Parcerias com ONGs — como Desarma Brasil, Jovem de Expressão e Casa da Cidadania — promoveram ações em 11 escolas públicas da cidade e, em um mês, foram recolhidas 502 arminhas. “As crianças entenderam mais do que os adultos o espírito da campanha. Entre os brinquedos, havia espadas, ou seja, elas perceberam que se tratava de combater a violência”, observa Valéria.

 

Três perguntas para Valéria de Velasco, subsecretária de Proteção às Vítimas de Violência (Pró-vítima):

 

Por que proibir a comercialização de armas de brinquedo?
A violência no Brasil se multiplica com índices de guerra. A cada ano, são, aproximadamente, 35 mil mortos. Com essa lei, que é administrativa e não tem caráter penal, queremos dar o exemplo. Ela é educativa, direcionada para o comércio e para a fabricação. Ninguém vai ser preso na rua por estar brincando com uma arminha dessas.

 

Quais produtos não poderão ser vendidos no DF?
Qualquer um que remeta a armas de fogo sejam os que soltam bolinhas, água e raios, sejam os de bichinhos coloridos. Nenhum poderá ser comercializado ou fabricado no Distrito Federal.

 

Os críticos da medida dizem que é preciso muito mais do que proibir a venda de armas para reduzir a violência. Que recado daria a eles?
As famílias pedem paz, mas não dão um passo no que compete a isso. Quem compra uma arma está sujeito a ser vítima dela no futuro. Segurança não é só ter polícia na rua, é saber resolver conflitos de forma civilizada. É uma questão de cultura. Como alguém pretende educar com um brinquedo que só simboliza a morte e a destruição?

 

 

Íntegra Correio Web

Categoria: Em pauta
Tags: , , , ,
Comentar
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.