ANATEL AMPLIA DIREITOS DE USUÁRIOS DE TELEFONIA, INTERNET E TV PAGA

Entre os benefícios previstos estão facilidades para o cancelamento dos serviços, a pedido do cliente

O grande volume de reclamações dos consumidores contra os serviços prestados pelas empresas de telefonia levou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a regulamentar o atendimento das operadoras. O órgão regulador recebeu mais de 3,1 milhões de reclamações dos serviços de telecomunicações ano passado. Com base nesses registros, a Agência criou novas regras e as empresas terão um prazo de 120 dias para se adequarem ao Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações (RGC). A nova norma foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

 

 

As novas obrigações que constam na Resolução 632/2014 variam de acordo com o porte da empresa: as que contam com até 5 mil consumidores, as que têm entre 5 mil e 50 mil clientes, e as que possuem mais de 50 mil pessoas. A normativa define, por exemplo, limitações para o envio de mensagens publicitárias, facilidades para cancelamento do serviço, retorno da operadora ao consumidor caso a ligação do Call Center caia e define que novas promoções devem beneficiar também clientes antigos.

 

 

A partir do dia 8 de julho deste ano, quando acaba o prazo de 120 dias, já passam a valer as regras sobre rescisão automática, validade mínima de 30 dias para crédito pré-pago, critérios de contestação de cobrança (a empresa terá 30 dias para dar uma resposta, caso contrário, a prestadora deve automaticamente corrigir a fatura) e fim da cobrança de serviços antes deles serem utilizados pelos consumidores.

 

 

Fonte: Correio Braziliense

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
Comentar

DORMIR COM A TELEVISÃO LIGADA FAZ MAL

Luz artificial da TV e do computador à noite aumentam o risco de depressão

 

Você tem o costume de dormir com a televisão ou o computador ligado? Se sim, está na hora de mudar de hábito. Um estudo desenvolvido no Centro Médico da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos e publicado no periódico Molecular Psychiatr, concluiu que esse hábito pode aumentar as chances de ter depressão. De acordo com a pesquisa, esse hábito provoca alterações físicas no cérebro que são muito semelhantes, às mudanças que acontecem quando a pessoa está em depressão.

 

Houve um aumento significativo nos últimos 50 anos, do tempo em que as pessoas passam em frente a luz artificial no período noturno, e esse quadro coincide com o crescimento das taxas de depressão entre a população, especialmente entre as mulheres, que têm o dobro de chances de apresentarem o problema.

 

Os autores do estudo chegaram a essa conclusão após realizarem testes com hamsters, que foram expostos a uma luz artificial fraca em uma sala escura — simulando a luz de uma televisão à noite — por quatro semanas seguidas. Os pesquisadores comparam, então, as mudanças que ocorreram no cérebro e no comportamento desses animais às alterações apresentadas por hamsters que permaneceram em salas escuras, mas sem a luz artificial.

 

De acordo com o estudo, as alterações físicas no hipocampo, região do cérebro, dos animais expostos à luz eram muito parecidas com as que seres humanos apresentam quando sofrem depressão. Além disso, esses animais se mostraram menos ativos do que os outros e apresentaram um interesse menor do que o habitual em atividades como beber água com açúcar. Segundo os pesquisadores, esses sintomas são equivalentes aos de depressão em seres humanos. Para os especialistas, esses resultados podem ser encarados como uma boa notícia se for levado em conta que uma simples mudança de hábito, como reduzir o tempo de exposição à televisão na madrugada, pode diminuir os efeitos nocivos e os riscos da depressão.

 

Fonte: Revista Veja

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , , , ,
2 Comentários

INTERATIVIDADE TELEVISIVA

TV que atende por comandos de gesto e voz chega ao mercado em maio

Em breve o brasileiro poderá trocar de canal, alterar o volume e fazer buscas na internet da TV, sem precisar usar o controle remoto. Tudo será feito por comando de voz e por gestos.

 

 

Os aparelhos que entendem o que falamos e fazem o que pedimos, já estão sendo fabricados em Manaus, no Amazonas, pela Samsung.

 

A previsão é que começarão a ser vendidos entre maio e junho deste ano.

 

O preço é salgado, como sempre acontece com as novidades: a TV de 46 polegadas terá custo mínimo de R$ 6,4 mil.

 

Ela possui câmera frontal para captar os movimentos e dois microfones para pegar os comandos de voz.

 

Fonte: Matéria retirada na íntegra do site Só Notícia Boa

 

 

 

 

 

 

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , ,
Comentar

AS MUDANÇAS NA TV GLOBO NÃO PARAM

A exemplo do JN e Fantástico, o DFTV, também tem novo apresentador

Estreou como apresentador, nesta segunda-feira, 5, na primeira edição do jornal local, DFTV, o jornalista Fábio William, que irá substituir o veterano Alexandre Garcia e Liliane Cardoso. Alexandre, agora, será comentarista, e Liliane, editora especial.

Fábio, jornalista experiente, em âmbito nacional, está na TV Globo há 15 anos, fazendo coberturas jornalísticas para o Jornal da Globo, Bom dia Brasil, Jornal Hoje, Jornal Nacional e Fantástico. Além de já ter sido apresentador e comentarista da GloboNews.

Fora a troca de apresentadores, o novo formato do DFTV contará, também, com uma lista de comentaristas e dicas de entretenimento, dadas pela jornalista Marcia Witczak.

Fonte: G1

Categoria: Em pauta
Tags: , , , , , ,
2 Comentários
Termo de Uso de Conteúdo –

Nós permitimos e incentivamos a reprodução do conteúdo deste blog, desde que as condições determinadas abaixo sejam respeitadas.
Qualquer utilização que não respeite este Termo será considerada violação de propriedade intelectual e estará sujeita à todas as sanções legais.
Você pode copiar, distribuir e exibir o conteúdo, sob as seguintes condições:


Atribuição

Você deve dar crédito ao autor original sempre que o conteúdo possuir autoria. Veja o exemplo abaixo.
Por: (inserir o nome do autor)


Origem


A fonte deve ser citada da seguinte forma: Fonte: UDF.Blog (com o  link http://blog.udf.edu.br/)


Utilização do conteúdo


É vedada a criação de obras derivadas do conteúdo do UDF.Blog.
Você não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você não pode utilizar o conteúdo para finalidades comerciais ou publicitárias.


Política de Privacidade


Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas para sua identificação.
Seus dados não serão vendidos ou compartilhados com terceiros sem sua prévia autorização.
Caso tenha solicitado, usaremos seus dados para mantê-lo informado sobre serviços, novidades e benefícios. Você sempre terá a opção de cancelar o recebimento de tais mensagens.


Condições gerais para os comentários


Buscando manter um relacionamento mais próximo e oferecer a possibilidade de participação dos usuários em nossos conteúdos, comentários são permitidos e bem-vindos em nosso blog.
Eles estão sujeitos a aprovação e serão publicados sempre que de acordo com as seguintes condições:

Os conteúdos dos comentários publicados são de responsabilidade dos usuários, não tendo nenhuma interferência ou opinião do UDF Centro Universitário.